O maior "templo" do futebol reabriu as portas. Após dois anos e oito meses de reformas, o Maracanã recebeu o jogo entre amigos de Ronaldo e amigos de Bebeto, em 27 de abril de 2013. O estádio foi palco de três partidas da Copa das Confederações, entre elas, a final do torneio, que terminou com a vitória da Seleção Brasileira por 3 x 0 sobre a Espanha

O Maracanã também receberá sete partidas da Copa do Mundo de 2014. A mais aguardada é a final, em 13 de julho. Quando a bola rolar neste dia, o estádio será o segundo a ter duas decisões de Mundiais. O primeiro foi o Azteca, no México, em 1970 e 1986. No caso da arena carioca, a final de 1950 marcou a vitória do Uruguai sobre a Seleção Brasileira, de virada, por 2 x 1.

Clique na imagem para ver o infográfico completo#Da estrutura antiga ficou apenas a fachada, tombada pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional. Com uma área construída de 124 mil metros quadrados (antes eram 112 mil metros quadrados), as reformas tiveram como prioridade garantir conforto e segurança para os 78.838 espectadores. O investimento total no projeto foi de R$ 1,05 bilhão, sendo R$ 400 milhões de financiamento federal via Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

Ele Voltou

O estádio ganhou um colorido especial, já que as cadeiras têm diferentes tonalidades de azul, amarelo e branco. Colocadas de forma dispersa, elas dão ideia de movimento. A inclinação da arquibancada garante que todos os locais tenham visibilidade total das partidas. A distância do gramado para a primeira fileira de assentos diminuiu para 14 metros.

Nas áreas VIPs há camarotes climatizados, mobiliados, com sanitário privativo, espaço reservado com dez mil assentos na arquibancada, além de um lounge de convivência e serviços de alimentação exclusivos. O Maracanã passa a contar com mais banheiros, 292 no total, e 60 bares.

» Confira os jogos do Rio de Janeiro na Copa do Mundo

Getty Images#

Acessos

Os torcedores terão mais acessos para entrar e sair do estádio. Além da reforma das duas tradicionais rampas monumentais – Bellini e UERJ – outras quatro foram construídas. A melhora no fluxo permite que o local seja evacuado em oito minutos, atendendo aos requisitos de segurança para a Copa do Mundo.

As quatro novas rampas foram construídas em caracol nos quatro lados da arena e com piso antiderrapante. A rampa Bellini ganhou duas alças metálicas, que ajudam a escoar o público dos dois primeiros pavimentos.

Pela primeira vez, o Maracanã conta com escadas rolantes. São 12 no total. O número de elevadores foi ampliado, agora são 17, oito deles panorâmicos. O acesso às tribunas de honra e imprensa, aos camarotes e à área VIP é feito por escadas rolantes, elevadores e catracas exclusivas.

Dividido em cinco níveis e em quatro setores - leste, oeste, norte e sul -, o estádio tem todas as áreas monitoradas por 360 câmeras.

Tecnologia

O Maracanã foi equipado com quatro telões, cada um com 98 metros quadrados, suspensos nos quatro cantos da cobertura. Os placares permitem ao público acompanhar lances de jogos e receber as mais variadas informações e dados.

O sistema de som da arena reúne 78 alto-falantes dispostos em 26 conjuntos de três caixas, todos fixados na estrutura que dá suporte à cobertura. Oito desses conjuntos são voltados para o campo e os demais, para a arquibancada.

Para garantir a claridade necessária à prática do futebol e para a transmissão de imagens pela televisão foram instalados 396 refletores de dois mil watts cada. Para o trabalho da imprensa, oito estúdios de TV na altura das arquibancadas e outros quatro no nível dos vestiários foram construídos.

Foto: Erica Ramalho/Governo do Rio de Janeiro#

Gramado

Os jogadores terão um tapete com grama de folhas mais finas, que permite que a bola role mais rápida e suave no novo Maracanã. A espécie plantada é a Bermuda Celebration, adequada ao clima tropical, mais resistente à variação de temperatura e que cresce mesmo à sombra, produzida pelas coberturas dos estádios.

O campo foi redimensionado para se adequar aos padrões exigidos pela FIFA. Antes a área de jogo era de 113 metros por 78 metros, agora, passou para 105 metros por 68 metros. Para a manutenção do gramado, a irrigação é feita com aspersores com comandos individuais e dotados de sensores de umidade.

Cobertura

Formada por uma estrutura de cabos tensionados, erguidos pelo processo conhecido como big lift, o “teto” do estádio foi coberto por uma membrana autolimpante e translúcida, que possibilita condições de luz uniforme, inclusive nas áreas superiores das arquibancadas.

A cobertura tem 68,4 metros de comprimento e pesa 3,6 mil toneladas. A expectativa de durabilidade da membrana é de 35 anos e a dos cabos de 50 anos. A estrutura também capta a água da chuva para reutilização em uso não potável nos banheiros.

Confira todos os detalhes do novo Maracanã:

» Após quase três anos, palco das finais das Copas das Confederações e do Mundo reabre

» Em três cores, cadeiras são retráteis e certificadas

» Gramado pronto para receber grandes decisões

» Quatro vestiários modernos e traves remodeladas

» Quatro telões, 396 refletores e 78 alto-falantes

» Uso de energia solar e economia de água e luz

» Cobertura resistente e "autolimpante" protege 95% dos assentos

» Segurança: 360 câmeras fazem o monitoramento de todas as áreas do estádio

» Operários do Maracanã prestigiam show e primeiro amistoso

» Veja uma imagem interativa do jogo amistoso que marcou a reabertura do Maracanã

Portal da Copa