Torcedores avaliam serviços e estrutura da Arena das Dunas nos jogos inaugurais

26/01/2014 - 23:20
Responsáveis pelo planejamento da rodada dupla de inauguração do estádio de Natal para a Copa fazem balanço do evento

A inauguração do campo da Arena das Dunas, neste domingo (26.01), contou com duas partidas, shows e homenagem. Nas arquibancadas, um público total de 19.244 pessoas (16.552 pagantes) prestigiou o evento, que teve uma renda de R$ 469,23 mil. No final, os torcedores elogiaram os serviços e a estrutura do estádio de Natal para a Copa do Mundo. O consórcio responsável por administrar o local pelos próximos 20 anos fez um balanço das ações.

“A rodada dupla é sempre mais difícil, mas com uma partida iniciando às 16h e a outra às 19h, planejamos para que o primeiro público tivesse uma boa assistência e no intervalo de uma hora a gente conseguiu colocar shows, que divertem e mantém as pessoas no estádio, até iniciar o segundo jogo”, afirmou Charles Maia, diretor da Arena das Dunas.

A agenda começou com o confronto entre América-RN 2 x 0 Confiança-SE, pela Copa do Nordeste. O zagueiro Adalberto, aos 26 minutos do segundo tempo, anotou o primeiro tento do novo estádio. Em seguida, os torcedores acompanharam as apresentações das cantoras Khrystal, que participou do programa The Voice Brasil, e Roberta Sá, além de uma homenagem a Marinho Chagas, ex-jogador da Seleção Brasileira. Por fim, o jogo entre ABC 2 x 0 Alecrim, pelo campeonato estadual do Rio Grande do Norte, encerrou a noite.

Fotos: Danilo Borges/ Portal da Copa#

Acessibilidade e informação

Na chegada à arena, os torcedores que optaram por ir de carro tiveram 2.500 vagas de estacionamento disponíveis, a um preço de R$ 15. Cristiano Ferreira, 27 anos, é cadeirante, e como outras pessoas, elogiou o acesso ao estádio. “A gente estacionou na arena e não tinha problema de buracos travando a cadeira e tive acesso fácil por uma rampa. O problema foi para deslocar aqui (na esplanada do estádio), porque não nos informaram direito e tive que rodar bastante”, ponderou. O local conta com três rampas e 501 assentos destinados a pessoas com deficiência, sendo 104 espaços reservados para cadeirantes.

O corretor Alessandro Silva, 35 anos, chegou ao estádio após o término do primeiro jogo e elogiou a rapidez para entrar na arena. “Muito rápido, não esperei nada. Além disso, foi fácil achar vaga para estacionar”, contou, enquanto segurava a filha de três anos no braço. Para ele, o local oferece mais condições para levar as crianças para as partidas. “Aqui eu me sinto mais seguro para trazê-la. Com essa estrutura fica bem melhor e há muito policiamento”.

Segurança que também inspirou Gleiber Uchôa, empresário de 40 anos, a levar os filhos Thierry e Yasmin de sete e onze anos para os jogos. “A segurança melhorou muito. O estádio está muito bom”. Gleiber acha que a nova arena irá impulsionar o futebol local. “Deve vir mais público, talvez venha mais investidores e com isso os times vão melhorando”.

Fichas evitam filas

A Arena das Dunas conta com 25 pontos de alimentação, espalhados pelos anéis de circulação das arquibancadas. Para os jogos inaugurais, foram montados quiosques para a venda de fichas, que variavam de R$ 3 a água a R$ 7 o cachorro quente. O professor Lenin Cavalcante, 32 anos, comprou os tíquetes quando chegou, para evitar as filas, mais comuns nos intervalos das partidas. Na opinião dele, os preços estavam justos. “Logo que cheguei, comprei umas fichas e não tive problema com fila. No intervalo é normal ter um acúmulo maior de pessoas. Achei os preços bons, nada muito barato, mas nada exorbitante”.

Em um dos quatro lounges do estádio, o advogado Túlio Vargas, 27 anos, usufruía do serviço de alimentação, enquanto não começava o segundo tempo da partida do seu time de coração. “No intervalo a gente pode vir, ouvir música, conversar com os outros. É um espaço de confraternização. É uma arena multiuso, então você pode assistir ao jogo e se divertir aqui”.

Para evitar filas nas bilheterias do estádio e pontos de venda de ingressos, parte das 27 mil entradas foi colocada à venda pela internet. Luiz Gustavo, 29 anos, é empresário e optou pelo serviço online. “Comprei o meu ingresso pela internet e foi tranquilo. Está tudo escrito nele. Está bem orientado em relação ao acesso e foi fácil achar o portão”.

Bandeirões organizados

Uma novidade em relação aos outros eventos de inauguração das arenas da Copa foi a presença das torcidas organizadas com bandeiras de mastro e com os chamados “bandeirões”, no estádio de Natal. “Foi tudo planejado. Tivemos reuniões com as torcidas organizadas, com as forças de segurança, com o Ministério Público”, destacou Charles Maia.

As torcidas organizadas do ABC e do América assinaram um Termo de Ajustamento de Conduta. Elas entraram por portões separados e em horários distintos para as partidas. Cada uma ficou localizada atrás de um dos gols. “Atualmente, as filas fluem rápido e as pessoas entram logo, é mais confortável e a segurança melhorou. As torcidas estão mais bem separadas”, elogiou Túlio Vargas.

Ajustes e amadurecimento

Antes da rodada inaugural, a Arena das Dunas passou por alguns testes, como no dia da entrega oficial com a presença da presidenta Dilma Rousseff e na confraternização dos operários que participaram da construção do estádio. O diretor da Arena das Dunas destacou a importância dos testes e disse que nesta semana haverá uma reunião de balanço dos eventos deste domingo.

“Vamos verificar o que deu certo e o que houve de incidentes para a gente corrigir e toda a equipe amadurecer para o próximo evento. Temos relatórios de operação, o que deu certo nas catracas, com os orientadores, os seguranças, o estacionamento... Cada área escreve o que aconteceu e a gente tenta corrigir, em conjunto com a equipe, para o próximo evento sair melhor ainda”, disse Charles Maia.

» Presente na abertura do "Machadão", torcedor também testemunha rodada inaugural da Arena das Dunas

» Presidenta Dilma Rousseff dá o pontapé inicial de Natal para a Copa

» Conheça os detalhes da Arena das Dunas, com texto, vídeo, fotos e infográficos

Gabriel Fialho - Portal da Copa

Notícias Relacionadas

Estádio de Natal é o nono dos utilizados durante a Copa a obter o selo
+
Foi movimentado mais de um bilhão de reais na economia do estado, que recebeu 160 mil turistas estrangeiros e teve taxa média de ocupação hoteleira de 80%
+
Jogos na Arena da Amazônia foram vistos por mais de 240 milhões de pessoas
+
Mais de R$ 1 bilhão foram investidos em equipamentos nas cidades-sede
+