Seleção chega à capital e já está hospedada no Brasília Palace

12/06/2013 - 18:04
Torcedores que esperavam os jogadores nos arredores do hotel se decepcionaram. Alguns garantem que não vão desistir e tentarão ver os ídolos de perto no treino desta quinta (13.06)

Foto: Francisco Medeiros/ME#Marianna (E) e Carolina à espera do ídolo Lucas

Eram duas e meia da tarde desta quarta-feira (12.06) quando as amigas Carol e Marianna chegaram às proximidades do Brasília Palace, na capital federal. Diante do hotel, as estudantes seguravam um cartaz em homenagem a Lucas.  “Ele é humilde, lindo e joga muito bem,  quero muito ver ele de perto”, disse Carolina Estrela, de 14 anos.  “Coração de fã quer muito, e hoje pode ser uma ótima oportunidade”, completou Marianna Couto, da mesma idade.

Para as meninas que moram no Distrito Federal, foram três horas para chegar ao local, e cerca de uma hora diante do Brasília Palace. Após desembarcar no aeroporto internacional sem ter contato com os torcedores, a Seleção Brasileira também passou direto pelo grupo de fãs que aguardava ansiosamente a oportunidade de ver de perto os ídolos no hotel. Às 15h30, com forte esquema de segurança, o ônibus entrou direto, sem acenos dos jogadores ou qualquer contato.

» Veja o vídeo do ônibus da Seleção Brasileira chegando ao hotel

Francisco Medeiros/ ME#

Da grade que separava Carol, Marianna e os demais torcedores da entrada do hotel, foi possível ver, de longe, que a Seleção foi recepcionada com festa por uma banda local, que tocou sambas para os jogadores.

Francisco Medeiros/ ME#Jogadores na chegada ao Brasília Palace

Persistência

Foto: Francisco Medeiros/ME#Marcelo, Rogério e Lucas vão tentar novamente encontrar os ídolos nesta quinta (13.06)

Os amigos Marcelo, Lucas e Rogério tentaram duas vezes: primeiro no aeroporto e, na sequência, diante do Brasília Palace. Marcelo, corintiano, estava ansioso para ver o volante Paulinho. Lucas tinha como meta ver Fred. Já Rogério, são-paulino, queria encontrar  o meia Lucas. Não deu certo e a decepção foi inevitável.

Francisco Medeiros/ ME#Torcedora Carol envia mensagem ao ídolo Lucas“Eles querem o apoio da torcida, mas assim fica difícil”, disse Marcelo. Entretanto, eles avisaram:  não vão desistir e tentarão novamente encontrar os jogadores na tarde desta quinta-feira (13.06), no Centro de Capacitação Física do Corpo de Bombeiros, onde a Seleção fará o primeiro treino em Brasília. E também estão otimistas quanto à estreia do país na Copa das Confederações: Marcelo aposta em 3 x 1 contra o Japão, Lucas acredita que o jogo será 2 x 0 para o time da casa, e Rogério acredita numa goleada brasileira por 3 x 0.

Enquanto os rapazes faziam as apostas, a “lukete” Carol chorava por não ter visto o meia do Paris Saint-Germain. A estudante ganhou um concurso de fotos recentemente que lhe rendeu uma chuteira e uma camisa autografada do ídolo. Desde então,, de acordo com ela,  o contato com o ídolo se intensificou na internet. “Ele é muito atencioso com as fãs, responde o que a gente manda na internet”, contou. E foi a rede que recuperou o sorriso da menina.

Ela mandou uma mensagem para Lucas no facebook.” A gente tá aqui em frente ao hotel, vocês não vão poder atender os torcedores nem uma vez?”, perguntou. Imediatamente o ídolo teria respondido: “A gente não pode sair. Acho que vamos poder ver você na hora do treino. O hotel é grande, muito longe da entrada”.

Carol mostrou a mensagem orgulhosa, secou as lágrimas e marcou na agenda: “Amanhã estarei lá”. Marianna vai junto. “O Lucas mesmo diz: eu quero, eu posso, eu consigo. E a gente vai conseguir”, disse.

Carol Delmazo - Portal da Copa

Notícias Relacionadas

As duas equipes se enfrentarão em Singapura. Este será o quarto jogo do Brasil neste segundo semestre
+
No período do Mundial, a capital federal recebeu 633 mil visitantes, sendo 488.903 brasileiros e 143.743 estrangeiros. Números superaram as estimativas iniciais
+
Taffarel será o preparador de goleiros, enquanto Mauro Silva ocupará o cargo de assistente técnico, criado para ser rotativo. Andrey Lopes será o auxiliar
+
Coordenador geral de seleções, Gilmar Rinaldi, confirmou que o Brasil será comandado pelo treinador da equipe de base, Alexandre Gallo, nas Olimpíadas de 2016 no Rio de Janeiro. Novos membros da comissão técnica serão anunciados em breve
+