Scolari assume a conta da derrota e elogia partida impecável da Alemanha

08/07/2014 - 21:16
Técnico da Seleção Brasileira lamentou a pane que o time sofreu logo após levar o primeiro gol no Mineirão

Getty Images#Após a derrota por 7 x 1 para a Alemanha, Luiz Felipe Scolari pediu desculpas ao povo brasileiro em entrevista coletiva no Mineirão, em Belo Horizonte. O técnico da Seleção Brasileira, no entanto, fez questão de eximir os jogadores e também exaltou a qualidade demonstrada pelos alemães.

“Minha mensagem aos torcedores, ao povo do Brasil, é que nós tentamos fazer aquilo que tínhamos condições. Demos aquilo que achamos que é o nosso melhor e perdemos para uma grande equipe, que teve a qualidade de em seis, sete minutos definir o jogo com três ou quatro gols de forma fantástica. Claro que peço desculpas pelo resultado negativo, desculpas porque não conseguimos chegar a uma final. O resultado catastrófico pode ser dividido por todo o grupo porque os jogadores querem isso, mas a escolha da parte tática, a forma de jogar, sou eu. O resultado quem foi o responsável fui eu”, admitiu.

Sereno apesar da goleada, Scolari lamentou a pane que a equipe sofreu após o primeiro gol alemão. “Até o primeiro gol, o jogo era praticamente idêntico, a gente até melhor. A Alemanha faz o primeiro gol em escanteio e depois faz quatro gols. Houve um descontrole. Não é normal, mas acontece. Foi um branco que deu total. Nós tentávamos falar com o pessoal para organizar um pouquinho, porque foi uma pressão (da Alemanha) que deu tudo certo”, disse.

» Com autoridade, Alemanha goleira o Brasil e chega à final da Copa do Mundo

Felipão também afirmou que as ausências de Neymar e de Thiago Silva não devem ser vistas como primordiais para o resultado. “Se eles fizeram aquilo ali, provavelmente poderiam fazer com o Neymar também. Ele é um jogador da equipe e não poderia defender aquelas jogadas trabalhadas. Não temos porque imaginar que com o Neymar seria diferente”, disse.

Para o treinador, a emoção pelo que aconteceu com Neymar não pode servir de desculpa. “Não vamos arranjar uma desculpa sobre isso (a derrota). Neymar, emoção, hino... O que aconteceu foi que a Alemanha em determinado momento impôs um ritmo maravilhoso, conseguiu em dois out três lances os gols para definir o jogo. Huove aqueles três minutos de transtorno, que foram aproveitados pela Alemanha”, analisou.

A pressão de ter de ser campeão por jogar em casa também não serve de desculpa, na opinião do técnico. “Eles (os jogadores) sabiam desde o início que jogando em casa a nossa obrigação principal é ganharmos a final, sermos campeões. Não é pressão nenhuma sobre eles. Eles fizeram aquilo que estava ao alcance, chegando ao sexto jogo em condições de ir à final. Deu errado em 10 minutos de jogo hoje, não adianta ficar buscando alguma situação, a equipe da Alemanha foi maravilhosa, fantástica. Fizeram o melhor jogo do Mundial e nós, o pior jogo do Mundial”, lamentou.

Para o treinador, o resultado, apesar de catastrófico, não serve para mostrar que o futebol do Brasil está totalmente errado e que muitos dos jogadores continuarão na Seleção. “É uma derrota catastrófica, feia, horrível, a pior da história da Seleção Brasileira, mas temos que aprender com isso. (Mudar tudo) Por que? Porque perdeu um jogo hoje? Provavelmente dessa equipe, 12 ou 14 jogadores vão estar no Mundial de 2014. Essa equipe da Alemanha jogou o Mundial de 2010, foi trabalhada”, lembrou.

Felipão ainda afirmou que o desafio agora é reerguer o time para a disputa do terceiro lugar, no próximo sábado (12.06), no Mané Garrincha, em Brasília. “Entendo que foi o pior dia da minha vida, mas continua a vida. A vida deles (jogadores) vai continuar, a minha vai continuar. Eu vou ser lembrado provavelmente por ter perdido de 7 x 1, a pior derrota do Brasil, mas era um risco que eu corria quando assumi a Seleção, a gente tem que assimilar e seguir em frente a nossa vida e é o que vou fazer. Vamos continuar honrando a nossa equipe, jogando o terceiro lugar em Brasília”, disse o treinador. 

Semifinal - Brasil x Alemanha - Mineirão - Fotos disponíveis para download

Semifinal - Brasil x Alemanha - Mineirão - Fotos disponíveis para download

Semifinal - Brasil x Alemanha - Mineirão - Jogo

Semifinal - Brasil x Alemanha - Mineirão - Jogo

Mateus Baeta - Portal da Copa

Notícias Relacionadas

As duas equipes se enfrentarão em Singapura. Este será o quarto jogo do Brasil neste segundo semestre
+
Brasil enfrentará a Colômbia em 5 de setembro e o Equador no dia 9. Os jogos serão nos Estados Unidos
+
Cidade hospedou campeões mundiais durante a Copa do Mundo e recebeu legados como Centro de Treinamento e promoção da imagem local
+
Taffarel será o preparador de goleiros, enquanto Mauro Silva ocupará o cargo de assistente técnico, criado para ser rotativo. Andrey Lopes será o auxiliar
+