Reportagem especial: os estádios a dois anos de a bola rolar para a Copa do Mundo de 2014

12/06/2012 - 04:32
Portal da Copa reuniu fotos atuais e informações recentes sobre os 12 estádios consolidadas pelas construtoras e cidades-sede

A dois anos de a bola rolar no gramado da Arena Corinthians, em Itaquera, na abertura da Copa do Mundo da FIFA 2014, a equipe de reportagem do Portal da Copa reuniu fotos atuais e informações recentes consolidadas pelas construtoras e cidades-sede para registrar o andamento das obras nos 12 palcos que receberão os 64 jogos do Mundial. Confira:

Belo Horizonte

A capital mineira receberá seis jogos da Copa de 2014. Uma das semifinais está reservada para o Mineirão. Mais do que isso, a cidade é candidata a receber a primeira partida eliminatória da Seleção Brasileira no torneio, pelas oitavas de final. Isso ocorrerá se a equipe nacional conquistar o primeiro lugar na fase de grupos. Além disso, quatro jogos da primeira fase serão em Belo Horizonte, sendo três deles de seleções cabeça de chave (C1, H1, F1). No fim de maio, as obras já alcançavam 58% de execução. O projeto tem investimento de R$ 695 milhões, sendo R$ 400 milhões de financiamento do BNDES. A previsão de entrega é em dezembro de 2012.

A empresa Minas Arena, responsável pelas obras e operação do estádio, trabalha atualmente com cerca de 2.200 operários. Até o momento, mais de 47% da arquibancada inferior foi concluída e 90% das peças de pré-moldados da esplanada instaladas. Também estão em andamento intervenções como a execução do piso do estacionamento coberto, além de obras de infraestrutura elétrica, instalações hidráulicas e drenagem. A capacidade do estádio passará de 76 mil para 64 mil pessoas.

» Maquete virtual do Mineirão



Brasília

O Estádio Nacional Mané Garrincha será palco da abertura da Copa das Confederações em 2013 e de sete partidas da Copa de 2014, sendo quatro na primeira fase, incluindo um jogo do Brasil e de outros dois cabeças de chave (C1 e E1), um confronto das oitavas de final, um das quartas de final e a disputa pelo terceiro lugar. De acordo com o Governo do Distrito Federal, a obra superou os 59% de execução.  

Sem financiamento federal, o projeto está orçado em R$ 812,2 milhões. A arena terá capacidade para 70 mil torcedores e tem previsão de entrega para dezembro deste ano. O projeto prevê cobertura em estrutura metálica, novas arquibancadas, eliminação da pista de atletismo e rebaixamento do gramado. Um dos destaques é a preocupação com o meio ambiente. Os responsáveis pela obra do Estádio Nacional buscam o mais alto grau de certificação ambiental concedido pela ONG Green Building Council (CGB), o platinum.

» Maquete virtual do Estádio Nacional Mané Garrincha

Fotos: Glauber Queiroz/ME#



Cuiabá

Palco de quatro jogos da fase de grupos da Copa do Mundo da FIFA 2014, todos na primeira fase, sendo que uma partida será do cabeça de chave C1, a Arena Pantanal estava com 45% de execução das obras no fim de maio, segundo informações da Secopa de Mato Grosso. A previsão oficial é de que o estádio seja entregue em dezembro de 2012. Serão investidos R$ 518,9 milhões no empreendimento, sendo R$ 285 milhões de financiamento federal.

As estruturas metálicas da arquibancada sul estão sendo colocadas e as da arquibancada norte estão em fase final de montagem. Ambas são removíveis e abrigarão 17 mil dos 43 mil assentos que corresponderão à capacidade total da arena em 2014. A fixação das arquibancadas inferiores já foi iniciada, com a colocação das vigas jacaré (que sustentam os degraus). Com caráter multiuso, o palco da Copa em Mato Grosso conta com 650 operários atuando em dois turnos, sendo 24 egressos de trabalho escravo e outros nove que cumprem pena em regime semi aberto.

Fotos: Glauber Queiroz/ME#



Curitiba

O estádio do Atlético Paranaense figura como um dos três estádios particulares a sediar jogos em 2014. Serão quatro partidas do Mundial na Arena da Baixada, todas pela primeira fase da competição. A que promete maior visibilidade é a prevista para 23 de junho, com a presença da seleção cabeça de chave do Grupo B. Com capacidade para 41 mil pessoas, o estádio terá investimento de R$ 234 milhões, com solicitação de financiamento federal de R$ 123 milhões, em análise pelo BNDES. A previsão de entrega é para junho de 2013. As ações de terraplanagem e demolições, além de contenções e estaqueamento, já foram feitas. A cobertura e as cadeiras antigas foram retiradas. A próxima etapa será a demolição das torres, a reforma da entrada principal e a construção da superestrutura, pilares e vigas. De acordo com informações do clube, a obra como um todo está 53,27% terminada, com 40% das estruturas prontas e 13,27% da reforma concluída.

Foto: CAP/Divulgação#



Fortaleza

O Castelão será sede de seis partidas da Copa do Mundo de 2014. O estádio cearense terá quatro jogos na primeira fase, sendo um da Seleção Brasileira, e outros dois com cabeças de chave (D1 e G1), além de uma partida das oitavas de final, que pode ter o Brasil em campo, e outra das quartas de final. O investimento será de R$ 518,6 milhões, sendo 351,5 milhões de financiamento via BNDES. A arena tem previsão de entrega para dezembro de 2012 e terá capacidade para 67 mil torcedores.

O estádio já tem duas das quatro etapas finalizadas e mais de 70% de conclusão. A Etapa III corresponde à construção do Edifício Central, considerado o centro de comando. De acordo com o último relatório, essa etapa alcança 76,80% de execução. Já a Etapa IV compreende a finalização de todo o projeto e a interação entre as etapas. Atualmente, essa fase está mais de 37% executada. Entre os principais pontos do empreendimento destacam-se o rebaixamento do campo em quatro metros, que vai proporcionar 100% de visibilidade a todos os torcedores, a aproximação entre o gramado e a arquibancada, além da cobertura com revestimento termoacústico.

» Maquete virtual da Arena Castelão



Manaus

A Arena Amazônia superou a faixa dos 41% de execução das obras no início de junho, de acordo com informações do governo estadual. O estádio será palco de quatro partidas da Copa de 2014, todas válidas pela primeira fase. Em uma delas, em 25 de junho, o cabeça de chave E1 estará em campo. O projeto da arena, que terá capacidade para 44 mil torcedores, está orçado em R$ 532,2 milhões e terá R$ 400 milhões de financiamento federal. A previsão de entrega é em junho de 2013.

Situado entre o aeroporto internacional e o centro histórico da capital amazonense, o estádio contará com cobertura fixa para as arquibancadas, restaurante, estacionamento subterrâneo, acessos para portadores de necessidades especiais e sistemas de reaproveitamento de água da chuva e de ventilação natural para redução do consumo de energia. Outra vantagem é a membrana em politetrafluoretileno (PTFE), material com maior durabilidade, luminosidade e conforto térmico.

Fotos: Eric Gamboa#



Natal

A Arena das Dunas terá quatro partidas da primeira fase da Copa de 2014. No momento, as obras estão na fase de implantação dos pilares externos, etapa antecipada em 45 dias, segundo informações do Governo do Rio Grande do Norte. A previsão da construtora é finalizar as fundações ainda neste primeiro semestre. Em maio, o trabalho se aproximou dos 25% de execução. O estádio da capital potiguar terá capacidade para 43 mil torcedores, sendo 10 mil assentos removíveis, e tem entrega prevista para dezembro de 2013. O investimento na construção da nova arena será de R$ 417 milhões, sendo que R$ 396,5 milhões virão de financiamento federal.

Fotos: Demis Roussos e Canindé Soares#



Porto Alegre

A reforma da Arena Beira-Rio, em Porto Alegre, tem quase três meses de trabalho contínuo desde que foi retomada. O palco gaúcho para cinco jogos da Copa do Mundo da FIFA 2014, sendo quatro partidas da primeira fase e um jogo das oitavas de final, mantém o ritmo de obras ajustado ao cronograma traçado. Com previsão de entrega em dezembro de 2013, a arena terá 52 mil lugares e está orçada em R$ 330 milhões. Os responsáveis pela obra solicitaram R$ 235 milhões de financiamento federal, em análise pelo BNDES. A obra, neste momento, está focada na arquibancada inferior. Os serviços de fundação da arquibancada do Quadrante 4 foram concluídos. A demolição do trecho final da arquibancada inferior do Quadrante 4 foi retomada. No Quadrante 1, as peças de concreto pré-moldado que formarão a nova arquibancada inferior já ganham forma, o que possibilita ter uma ideia de como serão as futuras arquibancadas. Na parte interna do estádio, seguem os remanejamentos elétricos e hidráulicos. O ministro do Esporte, Aldo Rebelo, visita as obras do estádio nesta terça, 12.06.

» Maquete virtual da Arena Beira-Rio

Fotos: internacional.com.br#



Recife

A Arena Pernambuco foi confirmada pela FIFA como sede da Copa das Confederações de 2013 e de cinco partidas da Copa do Mundo de 2014, quatro na primeira fase, sendo um jogo do cabeça de chave G1, e outra nas oitavas de final. As obras superaram 40% de avanço físico e deverão fechar junho com 50% da execução finalizada. Um dos destaques é a conclusão da instalação das arquibancadas inferiores na ala Sul. As obras de acabamento (alvenarias) foram iniciadas.

O estádio está orçado em R$ 500,2 milhões, sendo R$ 400 milhões em financiamento federal, terá capacidade para 46 mil pessoas, com 4.700 vagas de estacionamento. A arena se insere num projeto maior, que inclui a construção de um bairro planejado a 19 km do Marco Zero de Recife e do Aeroporto Internacional Guararapes/Gilberto Freyre. O complexo multiuso foi projetado para receber shows, convenções e outros eventos. O estádio seguirá o modelo europeu, sem alambrado ou fosso. Todos os lugares serão cobertos e haverá cinco tipos de arquibancada, além de camarotes e tribuna. A previsão é concluir as obras em fevereiro de 2013.

» Maquete virtual da Arena Pernambuco

Fotos: Glauber Queiroz/ME#



Rio de Janeiro

As obras do Maracanã alcançaram 56% de conclusão, segundo informações do governo estadual fornecidas em 11 de junho. O estádio tem previsão de conclusão em fevereiro de 2013 e sediará as finais da Copa das Confederações e da Copa do Mundo. No Mundial, a arena ainda receberá quatro partidas da primeira fase, um jogo das oitavas de final e outro das quartas de final.

Em maio, a cobertura começou a ser colocada, com a instalação de 20 das 60 peças que servirão de sustentação. Outras 23 unidades já estão no local. A cobertura deve ser totalmente implementada em outubro. A capacidade será de 79 mil lugares cobertos. A reforma também inclui melhorias nos acessos, nos sanitários e nas lanchonetes. Os investimentos estimados somam R$ 808,4 milhões, dos quais R$ 400 milhões provenientes de financiamento via BNDES.

» Maquete virtual do Novo Maracanã

Fotos: Glauber Queiroz/ME#



Salvador

A Arena Fonte Nova foi confirmada pela FIFA como sede da Copa das Confederações em 2013, além de ser palco de seis partidas da Copa do Mundo de 2014. Com cerca de 62% de execução das obras, de acordo com a construtora responsável pelo projeto, o estádio tem conclusão prevista para dezembro de 2012 e o investimento total é de R$ 591,7 milhões, dos quais R$ 323,6 milhões de financiamento federal.

O início da execução da cobertura, que foi antecipada de junho para maio, já passa de 50% de conclusão na parte de montagem do anel de compressão. Estão sendo concluídos os serviços de montagem da superestrutura da arena (pré-moldada e moldada in loco), com a colocação de pilares, vigas, lajes e arquibancadas. Esta fase de montagem da superestrutura está na reta final. As instalações elétrica e hidráulicas estão com 30% de conclusão.

Na primeira fase da Copa do Mundo, Salvador será anfitriã de quatro partidas. Em três delas, cabeças de chave de seus grupos estarão em campo (B1, G1, E1). A capital baiana ainda receberá uma partida das oitavas de final e uma das quartas de final. Depois de pronta, a Fonte Nova terá cobertura com estrutura metálica leve, 2.100 assentos VIP, 71 camarotes, 94 banheiros, sendo 23 para deficientes, 39 quiosques de alimentação, restaurante panorâmico, área de imprensa, estacionamento coberto e um museu do futebol.

» Maquete virtual da Arena Fonte Nova

Fotos: Tiago Falqueiro/Portal da Copa e Odebrecht na Copa#



São Paulo

Daqui a exatos dois anos, as atenções estarão voltadas para a Arena do Corinthians, em São Paulo, sede da abertura do Mundial com a Seleção Brasileira em campo. Com previsão para ficar pronto em dezembro de 2013, o estádio receberá, ao todo, seis partidas, incluindo quatro da primeira fase, com três cabeças de chave (A1, D1 e H1), uma das oitavas de final e uma semifinal. Segundo a construtora responsável pelo projeto, as obras superaram os 35% de conclusão e a previsão é de que o ano termina com mais de 60% do trabalho finalizado.

O local terá capacidade para 65 mil torcedores. São 48 mil assentos convencionais e 17 mil lugares retráteis, exigidos pela FIFA para a abertura, que deverão ser removidos após o Mundial. O estádio terá 120 camarotes, 40 deles especiais, com capacidade para 90 pessoas, seis mil cadeiras superiores cobertas, 10 mil cadeiras numeradas cobertas, restaurantes e 3.500 vagas no estacionamento.

» Maquete virtual da Arena de São Paulo

Fotos: Glauber Queiroz/ME#

Portal da Copa
 

Notícias Relacionadas

Mundial de futebol quebrou recordes históricos e se tornou o evento mais comentado do ano nas redes sociais em todo o mundo
+
Secretário executivo do Ministério do Esporte afirma que o aprendizado adquirido com o Mundial dará melhores condições para o Brasil enfrentar os desafios da preparação do maior evento esportivo do planeta
+
Evento “Copa 2014: legados para o Brasil” mostra resultados econômicos, culturais e de infraestrutura
+