Quatro consórcios apresentam propostas para gerenciar o VLT de Fortaleza

24/05/2012 - 15:27
O consórcio vencedor fará, entre outros, o acompanhamento dos projetos de infraestrutura, superestrutura e civis, além da adequação do ramal de carga

Quatro consórcios apresentaram suas propostas comerciais e de habilitação para a oferta dos serviços especializados de gerenciamento, supervisão, fiscalização e apoio técnico às obras civis de implantação do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) do ramal Parangaba-Mucuripe. A apresentação ocorreu na quarta-feira (23.05) na Comissão Central de Concorrências. Participaram os consórcios: Concremat/Setec (Concremat Engenharia e Tecnologia S.A e Setec Hidrobrasileira Obras e Projetos Limitada), Gerenciador VLT Engevix/Enprol (Engevix Engenharia S.A e Enprol Engenharia e Projetos Limitada), KL/Ebei/MK (KL Serviços e Engenharia S.A, Empresa Brasileira de Infraestrutura Limitada e MK Engenharia e Arquitetura Limitada) e Projetec/Comol/ATP (Projetec Projetos Ténicos Limitada, Comol Construções e Consultoria Moreira Lima Limitada e ATP Engenharia Limitada).
 
A documentação será enviada à Secretaria da Infraestrutura do Estado (Seinfra) para análise de hbilitação. Será observado o cumprimento de diversos quesitos, como regularidade fiscal e trabalhista. As empresas consideradas habilitadas serão convocadas, em data a ser definida, para apresentem suas propostas comerciais. O valor de referência, que é o valor máximo da licitação, é de R$ 7.012.240,34. O consórcio vencedor fará o acompanhamento dos projetos e obras de infraestrutura, superestrutura e civis, além da adequação do ramal de carga Parangaba-Mucuripe durante a fase pré-operacional fornecendo, também, apoio técnico e acompanhamento até o início da operação.

Trajeto
O Ramal Parangaba - Mucuripe será uma das grandes obras de mobilidade urbana em Fortaleza para a Copa do Mundo da FIFA Brasil 2014. Será operado com VLTs (Veículos Leves Sobre Trilhos) e fará a conexão ferroviária de 12,7 quilômetros entre a Estação Parangaba e o Porto do Mucuripe. Serão 11,3 km em superfície e 1,4 km em elevado. A obra promoverá a remodelação do ramal ferroviário Parangaba-Mucuripe, atualmente utilizado para transporte de carga, de forma a utilizá-lo para o transporte de passageiros.

O trajeto envolverá 22 bairros da capital cearense. A obra deverá ser concluída até o início do segundo semestre de 2013 (inclusive final dos testes). Quando concluído, deverá ser utilizado por 100 mil passageiros por dia. Seis VLTs, movidos a óleo Diesel, farão a condução dos passageiros. Os veículos têm ar-condicionado, sendo mais confortáveis que os antigos trens. Serão oito estações, sendo que as da Parangaba e do Papicu possuem projeto diferenciado, em função da integração com os terminais de ônibus. As demais estações serão localizadas no Montese, Vila União, Rodoviária, São João do Tauape, Pontes Vieira e Mucuripe.

Fonte: Governo do Ceará

 

Notícias Relacionadas

BRT carioca teve seis novas estações inauguradas neste fim de semana e liga a Barra da Tijuca ao aeroporto do Galeão
+
Na arena Castelão, foram 49,4 toneladas, enquanto na Fan Fest foram outras 41,4 toneladas. Atividade envolveu 350 catadores de 17 instituições
+
Tarifa é de R$ 2,15 e os usuários que desejarem experimentar o novo modal poderão utilizar o Vale Eletrônico Metropolitano (VEM)
+
Governo do DF divulgou balanço de ações para a Copa do Mundo. Investimentos em segurança, turismo, mobilidade urbana e aeroporto ficam para a cidade
+