Porto de Galinhas é opção de lazer para torcedores da Copa em Recife

20/06/2014 - 21:50
Famosa praia no litoral sul de Pernambuco fica a aproximadamente uma hora e meia da capital

Fotos: Rafael Bandeira/ Exclusiva!BR/ Divulgação#

Considerada a praia mais famosa do litoral pernambucano, Porto de Galinhas é uma das opções de lazer para os torcedores que estão conferindo os jogos da Copa do Mundo da FIFA Brasil 2014 em Recife.

Exibindo uma paisagem paradisíaca, Porto de Galinhas oferece uma série de atrações aos turistas que procuram relaxar e se divertir ao mesmo tempo, incluindo suas majestosas piscinas naturais de águas cristalinas formadas entre os corais, onde a prática de mergulho é comum para observar os recifes e peixes coloridos típicos da região.

Para chegar até as piscinas naturais, uma área de preservação ambiental, é possível caminhar a pé com a orientação de um monitor quando a maré está baixa, ou optar por um agradável passeio de jangada, no valor de R$ 20 por pessoa, com duração de 45 minutos a uma hora.

Já para aqueles que buscam mais emoção, há uma grande oferta de aluguel de buggy para explorar a área, com preços variando entre R$ 200 e R$ 250 pelo passeio de 3 até 6 horas passando por diversas praias do litoral sul, entre elas, Praia do Cupe, Praia do Governador, Maracaípe (point dos surfistas), Pontal de Maracaípe e Muro Alto, ideal para a prática de kitesurf.

Outra atração turística próxima a Porto de Galinhas é uma visita ao manguezal de Maracaípe, cenário perfeito para se desconectar totalmente do mundo exterior em um relaxante e calmo passeio de jangada pelo braço de mar, refrescando-se nas águas mornas e conferindo a flora e fauna da região, como caranguejos e cavalos-marinhos.

Infraestrutura

Aproximadamente a uma hora e meia de Recife, Porto de Galinhas tem ampla infraestrutura com diversos restaurantes de comidas típicas de Pernambuco, bares e lojas de artesanato, além de diferentes opções de acomodação na Vila de Porto de Galinhas e arredores, ostentando de 250 a 300 pousadas e 16 hotéis para todos os gostos e bolsos.

Segundo Daniel Jacarandá, Gerente Comercial da Associação de Hotéis de Porto de Galinhas, a expectativa é de que a ocupação dos hotéis gire em torno de 80% a 90% no período da fase de grupo e das oitavas de final, quando a Arena Pernambuco será usada no Mundial de 2014.  Em baixa temporada, a média de custo da diária nos hotéis varia entre R$ 350 a R$ 800 para duas pessoas.

Origem

Porto de Galinhas teve origem no século XVI, durante o período da colonização portuguesa. Àquela época, os portugueses transportavam os escravos da África para o Brasil, de forma clandestina, nos porões das embarcações em meio a gaiolas de galinhas d’angola, iguaria bastante consumida por colonos. Ao chegar uma nova remessa, os escravos eram desembarcados à noite e apresentados aos senhores de engenho com a senha: ”Tem galinha nova no porto”. Por esse motivo, o local foi nomeado como “Porto das Galinhas”.

Curiosidades

Desde 1997, Porto de Galinhas ganhou identidade própria pelas mãos do artista Gilberto Carcará. Ao caminhar pelas ruas da vila, o turista pode conferir diversas galinhas esculpidas em raiz de coqueiro, árvore típica da região, além de cabines telefônicas em formato de galinhas e esculturas mesclando feições de personalidades como Monalisa, de Leonardo da Vinci, com bicos e traços do emblemático animal na exposição “Mitos do Mundo”.

Neste caso, a galeria de arte acaba sendo a céu aberto com galinhas de todos os tipos, incluindo Michael Jackson, Salvador Dalí e Marilyn Monroe, espalhadas pela cidade. "A galinha é a obra de arte mais simples, mais objetiva e que me traz mais retorno. Todas elas são feitas com produtos locais, enaltecendo a identidade do lugar e o elemento lúdico", disse Carcará.

Patrícia Dantas - do Centro Aberto de Mídia em Recife

Notícias Relacionadas

Visitantes gastaram US$ 6,9 bilhões no país. O resultado teve forte influência da Copa do Mundo
+
Mundial de futebol quebrou recordes históricos e se tornou o evento mais comentado do ano nas redes sociais em todo o mundo
+
Secretário executivo do Ministério do Esporte afirma que o aprendizado adquirido com o Mundial dará melhores condições para o Brasil enfrentar os desafios da preparação do maior evento esportivo do planeta
+