Porto Alegre comemora tranquilidade e espírito de “fair play das ruas” após segundo jogo da Copa no Beira-Rio

20/06/2014 - 02:07
Plano operacional integrado vem garantindo segurança, tranquilidade nas ruas e acesso descomplicado ao estádio Beira-Rio

Nesta quarta-feira (18.06), cerca de 30 mil pessoas circularam pelo chamado Caminho do Gol, trajeto de 3,5 km com oferta de serviços, alimentação e diversas atrações culturais em dias de jogo em Porto Alegre. A partida entre Austrália e Holanda também reuniu  25 mil pessoas na FIFA Fan Fest, no Anfiteatro Pôr-do-Sol.

A capital gaúcha deve receber pelo menos 83,3 mil torcedores estrangeiros, de acordo com o último balanço de venda de ingressos divulgados pela FIFA, e cerca de 218 mil visitantes brasileiros, de acordo com projeção preliminar do Ministério do Turismo.

» Vai assistir aos jogos da Copa no estádio? Saiba quais objetos você não pode levar às arenas

» Em jogo com cinco gols, Holanda derrota a Austrália no Beira-Rio

» Com grande atuação de Benzema, França vence Honduras por 3 x 0 no Beira-Rio

Nos primeiros sete dias do Mundial, o metrô (Trensurb) registrou uma média de 200 mil passageiros por dia, alocados em 24 trens em circulação. A grande movimentação de torcedores estrangeiros e brasileiros também impulsiona a alta demanda por 30 linhas regulares de ônibus para atendimento às proximidades do estádio, quatro linhas especiais com circulação exclusiva nos dias de jogos na cidade-sede e uma linha seletiva entre aeroporto e principais pontos de hospedagem da cidade.

Em razão de bloqueios e restrições de trânsito, a Empresa Pública de Transporte e Circulação de Porto Alegre (EPTC) também implantou o desvio de 60 linhas regulares de ônibus, nos dias das partidas no Beira-Rio, datas em que outras 27 linhas de ônibus também têm seus itinerários alterados.

O Aeromóvel, sistema pioneiro construído com recursos do governo federal, permite integração e acesso rápido e direto do metrô ao terminal do Aeroporto Salgado Filho. O serviço, que tem trajeto de 814 metros percorrido em dois minutos, conta com atendimento de agentes bilíngues, totens eletrônicos e painéis especiais que dão orientações sobre como chegar até o estádio Beira Rio. Cerca 60 mil mapas e guias (do metrô, de etiqueta urbana e de turismo) estão sendo distribuídos pelo Trensurb nas plataformas de embarque do aeromóvel durante a Copa.

#Clique na imagem para ver o infográfico completoAo redor do estádio, cerca de 600 agentes da EPTC monitoram a circulação de pessoas pelas ruas da capital e mais de 3 mil agentes de polícia de diversos batalhões trabalharam para evitar transtornos ou incidentes na região. O trabalho é realizado com o auxílio de 56 telas instaladas na Central de Comando e Controle, que monitora a atividade de 2,1 mil câmeras espalhadas pela cidade. A estrutura foi construída com recursos do Ministério da Justiça.

Os dois primeiros jogos foram um teste para a estrutura preparada para receber os turistas em Porto Alegre. O público total das duas primeiras partidas da Copa superou a marca de 85 mil torcedores. Esses turistas contam com serviço de aluguel de bicicletas (390 bikes para locação em 39 estações) e passeio turístico em rota com sete paradas em atrações tradicionais. Durante os primeiros cinco dias da Copa, o ônibus da Linha Turismo, operado pela prefeitura, vendeu 1,3 mil bilhetes.

Segundo expectativa do Sindotel, Porto Alegre registra ocupação média de 80% no parque hoteleiro. Para o Ministério do Turismo, a Copa do Mundo será responsável pela injeção de R$ 470 milhões na economia turística da capital gaúcha. A expectativa é que 80% dos turistas visitem, em média, mais três destinos diferentes – incluindo a Serra Gaúcha.

Apesar da operação parcial do Aeroporto Salgado Filho em dias de forte neblina, os índices nacionais de atraso e cancelamento de voos ficaram abaixo da média internacional, de acordo com o ministro da Secretaria de Aviação Civil (SAC), Moreira Franco. Desde o dia 12, data da abertura da Copa do Mundo, 26 voos internacionais pousaram no aeroporto Salgado Filho, segundo a Infraero.

Com maior volume de passageiros chegando ao terminal, a Infraero reforçou a frota de ônibus para embarque e desembarque no aeroporto: três veículos extras estão à disposição no terminal durante a realização do Mundial, conforme a programação dos jogos na cidade-sede. Além disso, os preços das tarifas aéreas caíram. Segundo a ANAC, até o início deste mês o valor médio do ticket para viagens domésticas foi de R$ 320, contra R$ 360 no segundo semestre do ano passado.

Para diminuir as restrições de pousos e decolagens por condições meteorológicas, um novo sistema de pouso por instrumentos do aeroporto de Porto Alegre já passou pelo primeiro teste da ANAC e aguarda homologação e publicação no diário Oficial da União para início de uso.

Turismo

Não só os gaúchos, mas a própria cultura gaúcha abraçou a Copa do Mundo. O Acampamento Farroupilha Especial, organizado com exclusividade para a Copa, já recebeu mais de 17 mil visitantes até agora, segundo os organizadores. Turistas e visitantes podem se inscrever para uma das 10 mil vagas em 392 oficinas com temáticas da cultura do estado, ministradas também em inglês e espanhol. Dá para aprender a fazer o chimarrão, bebida típica do estado, preparar "bolinho de chuva" ou carreteiro de charque, ou, até mesmo, assar (e experimentar) um legítimo churrasco gaúcho. O local tem espaço também para quem quiser saber como se encilha um cavalo ou aprender a jogar bocha ou truco.

A hospitalidade também é requisito nos Centros de Atendimento ao Turista do aeroporto e da rodoviária de Porto Alegre, que foram inteiramente reformados com recursos do Ministério do Turismo. Além da infraestrutura, Porto Alegre recebeu investimentos em mão-de-obra focada no mercado turístico: recursos humanos estão mais qualificados para o receptivo ao visitante. Somente por meio do Pronatec Turismo, programa de qualificação profissional do Ministério do Turismo para a Copa do Mundo, 20 mil alunos se matricularam em cursos gratuitos no estado. Camareiras, garçons e recepcionistas de meios de hospedagem estão entre os cursos mais procurados.

Fonte: Centro Aberto de Mídia - Porto Alegre

Notícias Relacionadas

Visitantes gastaram US$ 6,9 bilhões no país. O resultado teve forte influência da Copa do Mundo
+
Mundial de futebol quebrou recordes históricos e se tornou o evento mais comentado do ano nas redes sociais em todo o mundo
+
Secretário executivo do Ministério do Esporte afirma que o aprendizado adquirido com o Mundial dará melhores condições para o Brasil enfrentar os desafios da preparação do maior evento esportivo do planeta
+