Para Valcke, Fortaleza é forte candidata para receber sorteio da Copa

17/01/2012 - 13:25
O secretário-geral da FIFA se mostrou entusiasmado com o andamento das obras no Castelão e no centro de eventos da capital cearense

Gabriel Fialho/Portal da Copa#

O secretário-geral da FIFA, Jérôme Valcke, elogiou o andamento das obras da Arena Castelão e se mostrou impressionado com o centro de eventos de Fortaleza, que pleiteia ser a sede do sorteio dos grupos da Copa do Mundo da FIFA 2014. Acompanhado por Ronaldo Nazário, membro do Conselho de Administração do COL, Valcke visitou na manhã desta terça-feira (17.01) o edifício do centro e em seguida o estádio Castelão. “Vocês me conhecem. Se tenho que falar alguma coisa negativa, eu falo. O centro de eventos que vi hoje é impressionante. Pode-se dirigir um ônibus lá dentro. Há uma grande possibilidade de que seja a sede do sorteio, um evento pra três mil convidados e mil trabalhadores de imprensa. São vários candidatos, mas há uma grande possibilidade”, afirmou Valcke, na coletiva de imprensa no edifício Fares Cândido Lopes, que integra a primeira etapa das obras do estádio cearense, já concluída.

Em seguida, na abertura para perguntas aos jornalistas, Valcke voltou a dizer que Fortaleza está entre as fortes candidatas para receber o sorteio. “São Paulo e Rio de Janeiro também concorrem, mas o Rio já recebeu o sorteio das Eliminatórias e queremos dividir os eventos entre as cidades, então, o Rio não deve receber. Mas o COL fará sua avaliação e vai passar à FIFA”.

O ex-jogador e membro do COL, Ronaldo Nazário, afirmou que foi uma grata surpresa a visita ao centro de eventos. “No Brasil não vi nada parecido e com certeza será de bom uso para a Copa do Mundo”, disse.

O Centro de Eventos está com mais de 90% das obras concluídas e a previsão governamental é de que seja entregue em maio. O investimento foi de quase R$ 500 milhões, sendo R$ 150 milhões financiados pelo BNDES, R$ 63 milhões de verba do Ministério do Turismo e o restante do governo do Ceará. Segundo o secretário de turismo do Ceará, Bismarck Maia, faltam a implantação do sistema de iluminação e transmissão de dados e o mobiliário para a conclusão das obras.  “Este é um espaço que poderá ser utilizado para várias demandas durante a Copa das Confederações e a Copa do Mundo, como a estrutura de imprensa, por exemplo. Temos mais que o espaço físico adequado, mas tecnologia. O que há de melhor em termos de transmissão de dados estará aqui”, destacou Maia.

Mobilidade

A prefeita de Fortaleza, Lizianne Lins, e a empresa contratada para quatro projetos de mobilidade urbana na capital cearense, assinaram a ordem de serviço para que as intervenções sejam iniciadas. “São quatro grandes obras da matriz de responsabilidade da Copa do Mundo que o município se comprometeu a realizar, são construção de túneis, malha viária, iluminação, escoamento de água das vias, que vamos começar imediatamente. A empresa já está contratada”.

 

Arena

Com 54% das obras concluídas, o estádio Castelão já tem duas das quatro etapas concluídas, a previsão de entrega da futura arena da Copa das Confederações e da Copa do Mundo tem previsão de entrega para dezembro deste ano.  “Eu tenho certeza que Fortaleza esta ansiosa para receber a Copa e a cidade está próxima de entregar um dos primeiros estádios. Essa ansiedade se reflete no esforço para as obras de mobilidade, estádio e aeroporto. Eu tenho uma palavra pra vocês: parabéns, vocês estão de parabéns”, disse Valcke na coletiva. A comitiva segue para Salvador e ainda nesta terça-feira visita as obras de outra Arena da Copa, a Fonte Nova.

Gabriel Fialho- Portal da Copa

Tags: 

Notícias Relacionadas

Espaços oferecem entretenimento, local para descanso, informações turísticas, internet wifi e outras comodidades para os viajantes. No Santos Dumont, 26,8 mil pessoas aproveitaram a estrutura oferecida
+
Nas duas sedes, os voluntários do governo federal atuaram durante a fase de grupos, oitavas de final e quartas de final. Agora, atuação será focada na FIFA Fan Fest em dias de jogos
+
Cerca de 260 mil turistas brasileiros e estrangeiros compraram ingressos para os seis jogos na capital cearense
+
Com 360 mil torcedores na Arena Castelão e mais de 500 mil na Fan Fest, a capital cearense se despediu do Mundial com legado social e de infraestrutura que ficará para a cidade
+