Os sete atos da campanha dos campeões na Copa de 2014

14/07/2014 - 00:57
Confira, em textos e fotos, o caminho da Alemanha para chegar ao tetracampeonato mundial

Seis vitórias e um empate. Dezoito gols marcados e apenas quatro sofridos. Passagens bem sucedidas por Salvador, Fortaleza, Recife, Porto Alegre, Rio de Janeiro, Belo Horizonte e, na final, novamente o Rio. Uma goleada histórica no país pentacampeão na semifinal do Mundial disputado exatamente no Brasil. E uma consistência tática, física e técnica que não deixou brechas. Com esse histórico, a Alemanha construiu uma inquestionável trilha rumo ao título da Copa do Mundo da FIFA 2014. O quarto da tradicional história germânica no planeta bola. O primeiro de uma equipe europeia no continente sul-americano. Confira, abaixo, como foi construída a trilha vencedora dos comandados por Joachim Löw.

Alemanha - Fotos da campanha na Copa do Mundo

Alemanha - Fotos da campanha na Copa do Mundo

Melhor do mundo atropelado

Estreia - 16 de junho, na Fonte Nova, em Salvador

Alemanha 4 x 0 Portugal - O domínio da Alemanha foi amplo durante toda a partida. O grande nome do jogo foi o polivalente Thomas Müller, que marcou três gols e assumiu a liderança da artilharia da Copa no Brasil. O outro gol alemão foi assinalado pelo zagueiro Mats Hummels. O melhor jogador do mundo da última temporada, o português Cristiano Ronaldo, não teve boa atuação.

Alemanha x Portugal - Fonte Nova

Alemanha x Portugal - Fonte Nova - Jogo

Klose iguala Ronaldo

Segunda Rodada - 21 de junho, no Castelão, em Fortaleza

Alemanha 2 x 2 Gana - Em um jogo de várias oportunidades diante de 59.621 torcedores em Fortaleza, o grito de gol só veio na segunda etapa. Os germânicos saíram na frente aos seis minutos, numa jogada em que a bola pegou na cabeça, no rosto e no joelho de Götze, após cruzamento que veio da direita do ataque. Quase não houve tempo para os 12 mil alemães presentes celebrarem. Logo aos oito, Boye cruzou para André Ayew subir mais que a zaga e, de cabeça, deslocar o goleiro Neuer. Com o empate, Gana ganhou intensidade de marcação e velocidade nas saídas para o ataque. Aos 17, foi premiada com a virada. Após bobeira de Lahm na saída de bola, Asamoah Gyan recebeu na intermediária, invadiu a área e chutou forte, na saída do goleiro Neuer: 2 x 1. Mas a Alemanha tinha um trunfo que viria do banco para decretar a igualdade e a inscrição de seu nome na lista de maiores artilheiros na história dos Mundiais. Miroslav Klose entrou aos 23 e precisou de dois minutos para esticar a perna, após um cruzamento e um desvio de cabeça na área, e chegar aos 15 gols em Copas do Mundo, a melhor marca da história, ao lado do brasileiro Ronaldo.

Alemanha x Gana - Castelão - Jogo

Alemanha x Gana - Castelão - Jogo

Primeiros do Grupo

Terceira Rodada - 26 de junho, na Arena Pernambuco

Alemanha 1 x 0 Estados Unidos - Debaixo de muita chuva na Arena Pernambuco, a Alemanha fez valer a qualidade de seu elenco e bateu os Estados Unidos por 1 x 0. O resultado levou a equipe europeia aos sete pontos, em primeiro lugar do Grupo G. O atacante Müller, que chegou ao quarto gol em três jogos, foi o responsável pela definição do placar, aos nove minutos do segundo tempo.

Dura batalha em Porto Alegre

Oitavas de final - 30 de junho, no Beira-Rio

Alemanha (2) 0 x 0 (1) Argélia - A vitória só veio na prorrogação, por 2 x 1, após quase 130 minutos de muito esforço dos dois times em campo. Os gols da Alemanha saíram no minuto inicial do primeiro tempo da prorrogação e aos 14 segundo tempo complementar. No primeiro, Müller cruzou da esquerda e o atacante Schürrle completou meio sem jeito e acabou por encobrir o goleiro M’Bolhi Rais. O segundo nasceu de um contra-ataque de quatro alemães contra dois argelinos. A defesa conseguiu tirar o primeiro chute em cima da linha e, no rebote, Özil chutou de esquerda para as redes. Logo em seguida, os argelinos diminuíram, nos acréscimos do segundo tempo da prorrogação. Djabou recebeu cruzamento da direita e entrou de carrinho, livre, e venceu o goleiro alemão Neuer. 

Oitavas de final - Alemanha x Argélia - Beira-Rio

Oitavas de final - Alemanha x Argélia - Beira-Rio

Adeus aos Bleus

Quartas de final - 4 de julho, no Maracanã

Alemanha 1 x 0 França - O jogo teve Maracanã lotado por 74.240 pessoas e o tento vencedor veio com uma jogada de bola parada ainda no primeiro tempo, que confirmou a superioridade alemã no controle da partida durante boa parte dos 90 minutos. A vitória garantiu a quarta semifinal de Copa do Mundo seguida da Alemanha - foi vice-campeã em 2002 e terceira colocada em 2006 e 2010. O zagueiro Hummels, eleito melhor em campo, fez o gol solitário logo aos 12 minutos, completando cobrança de falta de cabeça:  1 X 0.

Quartas de final - França x Alemanha - Maracanã - Jogo

Quartas de final - França x Alemanha - Maracanã - Jogo

Pentacampeões atropelados

Semifinal - 8 de julho, no Mineirão

Alemanha 7 x 1 Brasil - O estádio de Belo Horizonte foi o palco da goleada mais contundente da edição de 2014 da Copa do Mundo e da humilhação mais significativa sofrida pela Seleção Brasileira em quase 100 anos de história. Sem Neymar e Thiago Silva, os brasileiros não ofereceram qualquer resistência para a equipe europeia. Aos 29 minutos do primeiro tempo, o jogo já estava 5 x 0 para a Alemanha. 

Semifinal - Brasil x Alemanha - Mineirão - Fotos disponíveis para download

Semifinal - Brasil x Alemanha - Mineirão - Fotos disponíveis para download

Conquista mais do que merecida

Final - 13 de julho, no Maracanã

Alemanha (1) 0 x 0 (0) Argentina - A Alemanha precisou de 113 minutos para chegar ao gol do tetracampeonato. Mario Götze foi o herói alemão na final. O camisa 19 saiu do banco de reservas nos minutos finais do tempo regulamentar e fez história na segunda etapa da prorrogação. O gol decretou o título e encerrou a Copa do Mundo do Brasil, torneio marcado por recordes e arquibancadas cheias. O gol de Götze foi o 171º gol da competição, número que iguala o recorde de até então, registrado na França, em 1998. Com as arquibancadas dos 12 estádios sempre cheias, o Brasil organizou o segundo mundial com mais público da história. Foram 3.429.873 os torcedores que viram os jogos ao vivo, número que só não bate o registro da Copa organizada pelos Estados Unidos em 1994. Nas exibições públicas oficiais, as Fan Fests, mais de 4 milhões de pessoas assistiram gratuitamente às partidas.

Maracanã - Final - Argentina x Alemanha - Fotos para download

Maracanã - Final - Argentina x Alemanha - Fotos para download

Portal da Copa

Notícias Relacionadas

Mundial de futebol quebrou recordes históricos e se tornou o evento mais comentado do ano nas redes sociais em todo o mundo
+
Secretário executivo do Ministério do Esporte afirma que o aprendizado adquirido com o Mundial dará melhores condições para o Brasil enfrentar os desafios da preparação do maior evento esportivo do planeta
+
Evento “Copa 2014: legados para o Brasil” mostra resultados econômicos, culturais e de infraestrutura
+