O Brasil a 30 dias da Copa: confira destaques da preparação brasileira

13/05/2014 - 17:02
Da qualificação ao impacto econômico, dos estádios aos aeroportos, da cultura à ciência, veja em que áreas a organização do megaevento esportivo leva o país a um novo patamar

A contagem regressiva de 30 dias para o pontapé inicial da Copa do Mundo da FIFA Brasil 2014 intensifica ajustes operacionais e obras nas 12 cidades-sede, acelera a sequência de eventos-teste nas arenas multiuso em que as 32 equipes atuarão, mobiliza as cidades que receberão os Centros de Treinamento de Seleções e aponta repercussões econômicas, de infraestrutura e até de ciência potencializadas pelo megaevento.

No plano da qualificação de profissionais que atuam no setor produtivo ligado ao Turismo, mais de 166 mil pessoas se inscreveram no Pronatec Copa até abril de 2014. A expectativa original era preencher 157 mil vagas até o Mundial. Já na seara econômica, micro e pequenos empresários contabilizam R$ 370 milhões em negócios potencializados pelo megaevento, de acordo com informações do Sebrae.

Divulgado em 7 de abril, um estudo da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe) sobre o impacto econômico da Copa das Confederações, em 2013, aponta que o torneio gerou um movimento de R$ 20,7 bilhões, sendo R$ 11 bilhões referentes a gastos de turistas, do Comitê Organizador Local (COL) e de investimentos privados e públicos e outros R$ 9,7 bilhões como renda acrescentada ao PIB brasileiro. A expectativa é de que a Copa do Mundo gere três vezes este valor, podendo chegar a R$ 30 bilhões.

» A 30 dias da Copa, Aldo Rebelo comenta vários aspectos do Mundial no Bom Dia, Ministro

Os projetos dos estádios que receberão os jogos apresentam diversas novidades que aumentam o padrão de segurança e conforto para torcedores, delegações e imprensa. As medidas de sustentabilidade adotadas nas construções e operações das arenas servirão como referência, inclusive, para os próximos mundiais da FIFA. O Portal da Copa acompanhou a evolução de todos os estádios: dois deles projetos completamente novos; cinco reformas e outros cinco ocuparam o lugar de palcos demolidos. Veja os detalhes das 12 arenas que receberão as partidas do torneio.

Centros de Comando

Na área de segurança, o investimento de R$ 1,9 bilhão projetado para o Mundial de 2014 já se materializa em Centros de Comando e Controle, que ficam como legado de estrutura física e tecnológica, assim como incentivam a criação de um modelo de gestão integrada das forças de segurança. Estruturas móveis de monitoramento, equipamentos modernizados e uma sequência de treinamentos em vários pontos do país qualificam milhares de profissionais que atuam nas áreas de inteligência e prevenção de situações de risco.

Inteligência

A Copa já começou para a Agência Brasileira de Inteligência (Abin). A agência inaugurou nesta segunda-feira (12.05) o Centro de Inteligência Nacional (CIN) para o Mundial. O CIN coordenará toda a atividade de inteligência durante a Copa e funcionará 24 horas até 15 de julho. Doze centros de inteligência regionais (CIRs) acompanharam a reunião por videoconferência. Além de profissionais da Abin, parceiros estaduais e municipais, como polícias militares, corpo de bombeiros, entre outros, farão parte das estruturas regionais.

Andar de novo

Na face acadêmica, um grupo de pesquisadores de vários cantos do mundo se debruça sobre o Projeto Andar de Novo, coordenado pelo neurocientista brasileiro Miguel Nicolelis. Uma das metas de curto prazo do projeto é possibilitar que um paraplégico, usando um exoesqueleto batizado de Brasil Santos Dumont, se levante da cadeira de rodas, caminhe por cerca de 25 metros e dê o pontapé inicial do Mundial de 2014.

Foto: Danilo Borges/Portal da Copa#

Vitrines culturais

Na segunda-feira (12.05), o Ministério da Cultura divulgou o resultado final de seleção de projetos no Edital Vitrines Culturais. Entre 12 de junho e 13 de julho, os produtos aprovados serão expostos e comercializados no espaço das Fan Fests e em espaços culturais de sete cidades-sede: Manaus, Recife, Salvador, Belo Horizonte, Rio de Janeiro, São Paulo e Porto Alegre. A escolha buscava peças de valor simbólico e estético, que expressem valores culturais brasileiros.

Centros de Treinamento de Seleções

Doze é o número oficial de sedes na Copa do Mundo, mas os benefícios econômicos, culturais, esportivos e sociais do megaevento transcendem as capitais que receberão os jogos. A partir da divulgação oficial dos Centros de Treinamento de Seleções (CTS) das 32 equipes, o torneio estende sua influência pelo interior de São Paulo, chega a três cidades baianas além de Salvador, inclui Sergipe, Alagoas e Espírito Santo no mapa do Mundial, e mobiliza torcedores e empresários em Minas Gerais, Rio Grande do Sul, Paraná e Rio de Janeiro. Os CTS são compostos por um local de treinamento e um hotel oficial, ambos localizados próximos a um aeroporto.

Giro pelas sedes

Mobilidade mineira
Na capital mineira, o BRT começa a se consolidar como alternativa para a mobilidade urbana. O Mineirão, palco da cidade para seis jogos, passou por testes de vários "calibres" e está pronto para o Mundial. O Aeroporto de Confins, concedido à iniciativa privada, está em reforma, mas a estrutura existente é considerada suficiente para a demanda do Mundial. O plano operacional detalhado será divulgado em breve. Leia mais sobre Belo Horizonte a 30 dias da Copa.Foto: Blog do Planalto#

Pacote completo em Brasília
Na capital federal, o Píer Sul do Aeroporto Internacional Juscelino Kubitschek (foto à direita) foi inaugurado, assim como a obra que agiliza o acesso do terminal ao centro da cidade. O Píer Norte está previsto para o fim do mês. Centros de Atendimento ao Turista Móveis e Centros de Comando e Controle de Segurança já foram entregues. O Estádio Nacional recebe as estruturas temporárias para as sete partidas da Copa. E a área central passa por reformas para facilitar o acesso de turistas à Torre de TV, um dos principais pontos turísticos do DF. Leia mais sobre Brasília a 30 dias da Copa.

Cuiabá terá invasão estrangeira
A Arena Pantanal recebe os últimos assentos e uma reunião de ajustes operacionais para a capital de Mato Grosso, nesta terça-feira (13.05), vai ajustar os detalhes para a cidade acomodar os 40 mil turistas previstos para o período da Copa. Até a presidente do Chile, Michelle Bachelet, estuda a possibilidade de conferir a estreia da equipe, diante da Austrália. Leia mais sobre Cuiabá a 30 dias da Copa.

QG dos campeões em Curitiba
Curitiba acerta detalhes para que o sistema de mobilidade da capital paranaense ganhe ainda mais qualidade, enquanto a Arena da Baixada se prepara para o primeiro evento-teste oficial, agendado para esta quarta-feira (14.05), numa partida que vai reunir Atlético-PR e Corinthians. A cidade servirá de base, ainda, para a campeã mundial Espanha, que vai adotar o CT do Caju como quartel-general. O Aeroporto Afonso Pena passa por obras de modernização, mas a estrutura atual já é considerada suficiente para atender a demanda da Copa. Leia mais sobre Curitiba a 30 dias da Copa.

VLT e porto operacionais em Fortaleza
Fortaleza, primeira sede a inaugurar um estádio para a Copa, com o Castelão, espera para 4 de junho a entrada em operação do Terminal de Passageiros do Porto do Mucuripe. A Secretaria de Copa prevê que o Veículo Leve sobre Trilhos estará operacional para o Mundial de 2014 e que as obras de mobilidade no entorno da arena sejam finalizadas até o fim de maio. Xodó dos cearenses, o estádio Presidente Vargas recebe os últimos retoques para funcionar como Campo Oficial de Treinamento. Leia mais sobre Fortaleza a 30 dias da Copa.

A nova cara do Aeroporto de Manaus
Em Manaus, o Aeroporto Eduardo Gomes passou por remodelação e várias áreas já foram entregues. Após a conclusão, o terminal mais que duplicará de tamanho, passando de 39 mil m² para mais de 97 mil m². A capacidade operacional sairá de 6,4 milhões de passageiros por ano para 13,5 milhões. Em outra frente de trabalho, um investimento de R$ 2,7 milhões tem como foco aprimorar a sinalização turística. São 400 placas que trazem informações de linhas de ônibus, acessos para a Arena da Amazônia, telefones e endereços de hospitais e delegacias. Dos 89 totens, 15 são de identificação de espaços culturais com tradução para inglês, espanhol e braile. A Arena da Amazônia receberá quatro jogos, inclusive o clássico europeu entre Inglaterra e Itália. Leia mais sobre Manaus a 30 dias da Copa.

Foto: Portal da Copa/ME/Abril 2014#

Um aeroporto que saiu do zero
O Rio Grande do Norte passou a contar, a partir da realização da Copa, com um novo aeroporto, no município de São Gonçalo do Amarante, região metropolitana de Natal. As obras estão 99% concluídas e a perspectiva é de que seja inaugurado no dia 22 de maio. Um complexo de obras viárias, em fase de finalização segundo o governo estadual, fará a ligação entre o terminal e a cidade. A estrutura e a operação da Arena das Dunas receberam elogios durante o evento-teste oficial. A Fan Fest na capital potiguar terá como palco da Praia do Forte. Leia mais sobre Natal a 30 dias da Copa.

O pacote da capital gaúcha
Em Porto Alegre, a qualificação profissional em setores do turismo, a reforma do Beira-Rio e a aquisição de ferramentas para garantir a operação do Aeroporto Salgado Filho durante períodos de nebulosidade intensa, como na época da Copa, são investimentos encaminhados e ajustados. A principal frente de trabalho na reta final para a cidade receber cinco jogos do Mundial é nas obras de mobilidade urbana no entorno do estádio do Internacional. Leia mais sobre Porto Alegre a 30 dias da Copa.Foto: Portal da Copa/ME/Abril de 2014#

Inovação no receptivo turístico em Pernambuco
Recife foi a primeira cidade-sede a inaugurar um Terminal Máritimo de Passageiros (foto à direita). A estrutura cria um novo patamar no receptivo de turistas no país. O aeroporto da cidade está pronto para a demanda do Mundial, inclusive com ajustes finais numa passarela que liga o terminal aeroportuário ao sistema de metrô. A Arena Pernambuco, palco das cinco partidas, terá o esquema de transporte facilitado pela Estação de Metrô Cosme e Damião, próxima ao estádio. E várias obras de mobilidade urbana da cidade estão em fase de finalização. Leia mais sobre Recife a 30 dias da Copa.

Corredor de BRT no Rio
No Rio de Janeiro, o Maracanã, palco da final e de outras seis partidas do Mundial, vem sendo utilizado com frequência para jogos estaduais e nacionais. Uma passarela conectou a Quinta da Boa Vista ao estádio e ao sistema de trens e metrô. No Aeroporto do Galeão, duas novas áreas no desembarque internacional (Terminal 2) e no doméstico (Terminal 1) estão em operação. Com investimento total de R$ 354,75 milhões, a reforma dos terminais amplia a capacidade do aeroporto de 17,4 milhões de passageiros por ano para 30,8 milhões. Na área de mobilidade urbana, o corredor de ônibus da Transcarioca vai ligar o Aeroporto do Galeão à Barra da Tijuca. Vários dos trechos já estão prontos. A previsão é de que a inauguração oficial ocorra no início de junho. Com 39 km de extensão, o corredor atravessa 14 bairros da cidade com 45 estações e deve atender 400 mil pessoas diariamente. Leia mais sobre o Rio de Janeiro a 30 dias da Copa.

Terminal portuário pronto em Salvador
Uma arena testada e pronta para a Copa. Um terminal de passageiros no Porto com perspectiva de estar operacional no período do Mundial. O metrô em regime de testes e auxiliando o esquema de mobilidade. E uma reforma para deixar o aeroporto pronto para turistas nacionais e estrangeiros. É assim, e com um programa de qualificação profissional que formou mais de 20 mil pessoas em funções ligadas à cadeia produtiva do turismo, que Salvador se preparou para receber seis jogos da Copa. Leia mais sobre Salvador a 30 dias da Copa.

Nova realidade para a Zona Leste
São cerca de 4 milhões de moradores na Zona Leste de São Paulo, sendo que pelo menos a metade é obrigada a deixar a região todo dia para trabalhar em outras partes da cidade. A Copa é vista como a grande oportunidade de mudar essa realidade, atrair investimentos e desenvolver uma das áreas mais populosas e carentes da capital paulista. A Arena Corinthians, que passará por evento-teste oficial no próximo fim de semana, é o ponto central deste plano. Obras de mobilidade urbana no entorno da arena, um esquema de metrô e trens para conduzir torcedores e um terminal exclusivo para voos internacionais no Aeroporto de Guarulhos completam o cenário paulista para o Mundial de 2014. Leia mais sobre São Paulo a 30 dias da Copa.

Portal da Copa

Notícias Relacionadas

Estruturas como o Centro Integrado de Comando e Controle Móvel, usado no Mundial, foram empregadas na competição de vela que está sendo realizada no Rio de Janeiro
+
Terminais que tiveram obras entregues foram os melhores avaliados em levantamento realizado entre abril e junho
+
Arena é a sétima construída para a Copa do Mundo a ter selo que atesta adoção de medidas sustentáveis na edificação. Capital gaúcha passa a ter dois palcos com registro do Green Building Council
+
No período do Mundial, a capital federal recebeu 633 mil visitantes, sendo 488.903 brasileiros e 143.743 estrangeiros. Números superaram as estimativas iniciais
+