Novo píer do Porto do Rio servirá como hospedagem para 24 mil turistas

20/08/2012 - 18:48
Parte do projeto ficará pronta para a Copa do Mundo de 2014. Porto vai receber R$ 3 bilhões em investimentos até 2016

Foto: Portal da Copa/Ministério do EsporteCom investimentos de R$ 3 bilhões - das três esferas de governo e da iniciativa privada -, o Porto do Rio deve aumentar em 50% a movimentação de cargas até 2015, subindo da quinta para a terceira posição no ranking dos portos brasileiros. Com isso, os números devem chegar aos três milhões de contêineres e dois milhões de passageiros até 2020.

A preparação para esse crescimento prevê melhorias em infraestrutura que foram detalhadas no programa Porto do Rio Século XXI, lançado nesta segunda-feira (20.08).  Um destaque do programa é a construção de um novo Terminal de Passageiros para atender ao crescimento da demanda turística no Rio, com grandes eventos internacionais programados para os próximos anos. “Nós teremos a construção de um píer novo em “Y” que vai atender à Copa do Mundo e às Olimpíadas, possibilitando a atracação de 6 a 7 navios, com oferta de 10 mil quartos para 24 mil pessoas, ou seja, suplementar à oferta hoteleira do Rio de Janeiro. Para a Copa de 2014, será atendida metade desse total. Também haverá a remodelação da área da estação de passageiros”, afirmou o presidente da Autoridade Pública Olímpica (APO), Márcio Fortes.

No que diz respeito aos acessos rodoviários, a principal intervenção é a construção da Avenida Portuária, que ligará o Caju e a Ponte Rio-Niterói à Linha Vermelha e à Avenida Brasil. A medida tem como objetivo reduzir o impacto de veículos - a maioria caminhões - na região, que deve quase triplicar, passando dos atuais 200 mil/ano para 567 mil/ano até 2020. Além disso, estão previstas uma via alternativa e uma área destinada ao estacionamento dos caminhões, com 45 mil metros quadrados.

Outra meta do programa é que a participação ferroviária passe, nos próximos 10 anos, dos atuais 3% para 15% do total de cargas movimentadas no Porto do Rio. Para isso, estão previstas ações de cercamento e transposições da via permanente no trecho Paracambi / Costa Barros,  obras no viaduto ferroviário em Costa Barros, entre outras.

Em relação às obras marítimas, o destaque é a dragagem de berços e canais de acesso na Baía de Guanabara, atraindo navios maiores. A previsão é de que sejam dragados cerca de 12 milhões de metros cúbicos, dobrando o calado atual para 14 metros. A medida deve quadruplicar a capacidade do Porto do Rio na movimentação de contêineres, contribuindo também para o crescimento da indústria naval.

Fonte: Governo do Rio de Janeiro
 

Notícias Relacionadas

Secretário executivo do Ministério do Esporte afirma que o aprendizado adquirido com o Mundial dará melhores condições para o Brasil enfrentar os desafios da preparação do maior evento esportivo do planeta
+
Os legados esportivos, econômicos, de infraestrutura, de imagem e promoção do Brasil, dentre outros, serão abordados nos dois dias de palestras
+
Estruturas como o Centro Integrado de Comando e Controle Móvel, usado no Mundial, foram empregadas na competição de vela que está sendo realizada no Rio de Janeiro
+
BRT carioca teve seis novas estações inauguradas neste fim de semana e liga a Barra da Tijuca ao aeroporto do Galeão
+