Novo Mineirão: conforto nos assentos, vestiários e áreas de alimentação

21/12/2012 - 13:22
Noventa e oito camarotes foram criados, além de áreas VIP com lounges exclusivos. Restaurante com vista para o campo terá capacidade para 370 pessoas. Assentos têm certificação da ABNT

Possibilitar ao torcedor uma experiência confortável no estádio é um dos conceitos que pautou a reforma do Mineirão. Dentro dessa perspectiva, novas áreas e assentos mais confortáveis que os antigos fazem parte do pacote de intervenções.

“O Mineirão não tinha camarotes antigamente. Agora são 98. Também foram criadas duas áreas VIPs, com lounges na retaguarda, e um restaurante panorâmico de 1.160 m2 e capacidade para 370 pessoas com vista para o campo”, disse Ricardo Barra, diretor-presidente do consórcio Minas Arena, responsável pela reforma do Mineirão e pela operação do estádio por 25 anos.

Os lounges estão nos lados leste e oeste e são equipados com TV e ar condicionado. Eles têm bares e banheiros exclusivos. O lounge do lado oeste terá mobiliário para acomodação e alimentação de 210 pessoas. Outros dois lounges, um em cada lado, atendem a pessoas que estarão nas cadeiras especiais e têm instalações para cerca de 2.800 pessoas. Já os camarotes somam 2.024 assentos dedicados e serviços exclusivos.

Foto: Rodrigo Lima/Ministério do Esporte#Três tons de cinza
As 62.160 cadeiras do Mineirão são feitas de aço A36, com pintura eletrostática. Elas foram fornecidas pela empresa Rhodes, localizada em Cambuí, interior de Minas Gerais. São três tonalidades de cinza, com distribuição mesclada. O estilo cria uma identidade com o estádio.

As cadeiras da arquibancada inferior e dos camarotes são parecidas com as do anel superior, porém com braços e assentos acolchoados. Já o setor VVip têm poltronas acolchoadas, parecidas com as usadas nos cinemas.

Todos os assentos têm certificação emitida pela Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT). “As cadeiras usadas no Mineirão foram escolhidas pelo design, conforto e, acima de tudo, resistência. Elas passaram por criteriosa avaliação técnica que garante ao torcedor segurança e conforto na hora de vibrar”, disse Severiano Braga, gerente de operação do consórcio Minas Arena. Cada um dos bancos de reservas reúne 29 assentos.

Vestiários
Os vestiários são equipados com armários, chuveiros e banheiras de hidromassagem. O Mineirão tem dois vestiários para jogadores de cada lado, o que permite a realização de rodadas duplas sem a necessidade de dividir espaços. Também haverá salas exclusivas para comissão técnica de cada lado. Vestiários exclusivos foram criados para os árbitros, sendo um para homens e outro para mulheres. Também foi criada a sala do roupeiro e da mascote.

 

 

Banheiros e bares
Foram construídos 54 banheiros para o público geral e outros 15 atenderão as áreas de hospitalidade. Além deles, 10 banheiros externos são encontrados na esplanada.

Os bares e lanchonetes estão espalhados por todos os setores do estádio. Haverá televisores ao lado dos bares, para evitar que os torcedores percam parte do jogo. Vendedores ambulantes também estarão nas arquibancadas antes, durante e depois das partidas.

Uma área de 7.524 m2 será destinada à prática comercial, tanto no interior do estádio quanto na esplanada. Na primeira fase, até o Mundial de 2014, serão 19 lojas. Após a Copa, poderão ser implantadas mais 28 lojas.

» Confira a cobertura completa do Portal da Copa sobre a entrega das obras do Mineirão

Imprensa
Os profissionais de imprensa contarão com bar, lanchonete e banheiro exclusivos. Também terão à disposição a zona mista, salas de coletiva estruturadas, estúdios, área para entrevistas, setor equipado com mesas, pontos de energia e de internet. A capacidade é para 388 jornalistas, sendo 160 estações de trabalho.

Uma área será destinada às transmissões, com tecnologia que permite ligações rápidas e simples, reduzindo o tempo de planejamento e deslocamento das equipes.

Portal da Copa

Notícias Relacionadas

Arena é a sétima construída para a Copa do Mundo a ter selo que atesta adoção de medidas sustentáveis na edificação. Capital gaúcha passa a ter dois palcos com registro do Green Building Council
+
Equipamentos substituem luminosidade do sol, favorecendo a germinação da grama
+
Estádio da abertura da Copa já rendeu R$ 6,8 milhões aos cofres corintianos, enquanto em 11 partidas como mandante neste ano, fora de Itaquera, o clube arrecadou R$ 3,2 milhões
+
Derrota histórica diante da Alemanha desanimou o dia de festa na capital mineira
+