No balanço operacional da Fonte Nova, transporte é visto como ponto a ser aprimorado

14/06/2014 - 00:27
Prefeitura de Salvador e Governo da Bahia fizeram avaliação positiva das ações na capital baiana

A Prefeitura de Salvador e o Governo da Bahia aprovaram as operações no primeiro dia de jogos da Copa na Arena Fonte Nova, que recebeu mais de 12 mil estrangeiros no clássico entre Espanha e Holanda. No balanço após a partida, os gestores afirmaram que os serviços de saúde e segurança oferecidos para atender as demandas do Mundial não registraram ocorrências graves. 

O caminho para chegar ao estádio foi o único que rendeu queixas, em função de pontos de lentidão no trânsito e longas filas para acessar as linhas especiais de ônibus em três shoppings. “Tivemos alguns contratempos por causa da antecipação dos horários de pico”, disse Fabrizzio Muller, superintendente da Transalvador.

Entretanto, segundo as autoridades, as dificuldades na ida não se repetiram na volta. Segundo a Transalvador, cerca de 1h30 após o fim da partida não havia mais torcedores nas imediações da arena. “Os pontos que foram identificados vamos melhorar”, garantiu Fabrizzio Muller. Uma reunião com a gerência operacional de trânsito será realizada neste sábado (14.06) para avaliar o primeiro dia de jogos e definir estratégias para o jogo entre Alemanha e Portugal, na próxima segunda-feira (16.06).

Foto: Carla Ornelas/Governo da Bahia#

Além da grande marcha laranja promovida pelos holandeses, a circulação de pessoas no entorno da Fonte Nova, que teve um público de 48.173 torcedores, ocorreu normalmente. Mesmo os curiosos e o público que não conseguiu ingresso puderam passear nas imediações e sentir o clima da Copa. “Começamos a Copa com uma grande movimentação popular”, enfatizou secretário estadual da Copa, Ney Campello.

As operações dentro da Arena, que já foi palco da Copa das Confederações e recebeu grandes shows, como o do inglês Elton Jonh, também foram elogiadas. “O equipamento funcionou muito bem”, afirmou o secretário, explicando que as filas para acessar o estádio foram um reflexo das intercorrências na mobilidade urbana.

Os dados completos das ocorrências relativas à segurança ainda serão divulgados, mas o secretário municipal do Escritório da Copa, Isaac Edington, adiantou que a Polícia Militar coibiu com sucesso os casos de venda irregular de ingressos. “As incidências foram muito pequenas com cambistas”, adianta.

O secretário também comemorou o volume de turistas estrangeiros na cidade, que adquiriram aproximadamente 170 mil ingressos dos jogos da Fonte Nova, cerca de 51% do total. “Nunca registramos um público internacional tão grande num espaço de tempo tão curto”, afirmou Isaac Edington, revelando que 80% do público no primeiro dia da Fan Fest, que reuniu cerca de 15 mil pessoas no Farol da Barra, era de estrangeiros.

Segurança

A Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA) também fez um balanço positivo do primeiro dia de operações. O secretário responsável pela pasta, Maurício Barbosa, monitorou as equipes direto do Centro Integrado de Comando e Controle Regional (CICC), instalado no Parque Tecnológico da Bahia, na Avenida Paralela.

“Foi um dia tranquilo sem maiores problemas. Os torcedores holandeses fizeram a festa no Terreiro de Jesus, se deslocaram para a Arena acompanhados pelas polícias Civil e Militar. A segurança funcionou muito bem, sem ocorrências relevantes, e vamos continuar assim até o final da Copa do Mundo”, afirmou o secretário, aprovando também as operações de escolta das seleções até o estádio.

O único momento de tensão foi registrado no bairro da Vitória, no Centro Histórico de Salvador. A situação foi contornada pela Polícia Militar, que conduziu onze jovens até a Delegacia para o Adolescente Infrator (DAI) por prática de vandalismo. O grupo tinha atirado pedras contra uma concessionária de veículos e outros carros que estavam estacionados.

Mellyna Reis, do Portal da Copa em Salvador (BA)

Notícias Relacionadas

Estruturas como o Centro Integrado de Comando e Controle Móvel, usado no Mundial, foram empregadas na competição de vela que está sendo realizada no Rio de Janeiro
+
Foi movimentado mais de um bilhão de reais na economia do estado, que recebeu 160 mil turistas estrangeiros e teve taxa média de ocupação hoteleira de 80%
+
Estudo revela que a ocupação hoteleira na cidade bateu recordes, chegando a 72,26% no período do Mundial
+
BRT carioca teve seis novas estações inauguradas neste fim de semana e liga a Barra da Tijuca ao aeroporto do Galeão
+