Ministro reafirma que não há risco de falta de energia na Copa

08/04/2013 - 16:21
Segundo Edison Lobão, a segurança do abastecimento de energia também não será comprometida por questões climáticas

O Ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, reafirmou que atrasos pontuais em obras do setor elétrico não comprometem a segurança do abastecimento nacional. Este ano, segundo o ministro, serão agregados 8.500 megawatts de energia nova no Sistema Interligado Nacional, dos quais 2.116 megawatts já entraram em operação.

Nos últimos dez anos, de acordo com o ministro, o Brasil avançou de uma geração de 80 mil megawatts para 123 mil MW. Na transmissão, o salto foi de 76 mil quilômetros de linhas, há dez anos,  para 107 mil quilômetros atualmente.

“Não há risco de racionamento de falta de energia no Brasil. Não existe risco de desabastecimento durante a Copa das Confederações neste ano nem na Copa do Mundo, no próximo ano”, afirmou o Ministro

De acordo com Edison Lobão, a segurança do abastecimento de energia elétrica também não será comprometida por questões climáticas. Para exemplificar, ele citou o reservatório da hidrelétrica de Furnas, que, em janeiro, estava com 12,3% de sua capacidade e que hoje esse índice é de 65,5%.

Fonte: Ministério de Minas e Energia

Notícias Relacionadas

Foram realizadas cerca de 200 obras no setor para assegurar a distribuição nas 12 cidades-sede que receberão o evento a partir desta quinta-feira (12.06)
+
Imagens captadas em abril de 2014 retratam o andamento das intervenções para o Mundial de 2014 em todas as cidades-sede
+
Três atletas serão cortados em 31 de maio, quando a equipe realiza amistoso contra a Holanda
+
Com as intervenções, a sala de embarque está quatro vezes maior. Conta com cafeteria, sistema de som, ar-condicionado, painéis com informação de voo, 70 novos assentos e cinco portões para embarques simultâneos
+