Ministro do Esporte visita centros de treinamentos que vão receber a França e a Costa do Marfim

25/03/2014 - 19:06
Aldo Rebelo destacou a exposição internacional que o Mundial de futebol vai proporcionar para as cidades paulistas de Ribeirão Preto e Águas de Lindoia. Ministro também defendeu punição rigorosa ao racismo no futebol

Foto: Paulino Menezes/Portal da Copa/ME#Ministro Aldo Rebelo visita complexo construído pelo ex-jogador Oscar BernardiO ministro do Esporte, Aldo Rebelo, visitou nesta terça-feira (25.03) mais dois Centros de Treinamento de Seleções que vão disputar a Copa 2014 a partir de junho. Aldo esteve em Ribeirão Preto (SP), onde a França vai ocupar as instalações do Botafogo FC, e em Águas de Lindoia (SP), onde vai treinar a seleção da Costa do Marfim, no complexo construído por Oscar Bernardi, ex-zagueiro da seleção brasileira.

“Além das seleções, as cidades onde há centros de treinamento vão receber centenas de jornalistas e turistas. Então, é preciso que as prefeituras e os clubes mantenham estruturas para divulgação de informações sobre o turismo, a economia, a cultura. Com a exposição internacional que a Copa vai proporcionar, esses municípios vão se transformar em potenciais sedes de outros eventos esportivos e não esportivos”, disse o ministro.

O Oscar Inn Eco Resort, no município de Águas de Lindoia, a 180 quilômetros de São Paulo, escolhido pelos dirigentes do time de Drgoba, não vai receber outros hóspedes durante a Copa. O espaço - que além de cinco gramados oficiais tem academia, sala de fisioterapia, piscinas - será  exclusivo da Costa do Marfim. Vários clubes já fizeram pré-temporadas no centro de teinamento de Águas de Lindoia e os únicos melhoramenttos necessários foram nas vias de acesso e na rede de telefonia celular.
    
A seleção da Costa do Marfim - integrante do Grupo C - estreia na Copa no dia 14 de junho, na Arena Pernambuco, contra o Japão. Os outros adversários dos africanos são a Colômbia (19.06, no Mané Garrincha, em Brasília) e a Grécia (24.06, no Castelão, em Fortaleza).

Águas de Lindoia - Centro de Treinamento da Costa do Marfim

Águas de Lindoia - Centro de Treinamento da Costa do Marfim

Em Ribeirão Preto (a 330 km da capital paulista), Aldo Rebelo visitou as instalações do Botafogo FC, escolhidas pelo técnico francês, o ex- jogador Didier Deschamps, para alojar os seus comandados. O Botafogo é dono do Estádio Santa Cruz, onde tem mando de campo e onde a França vai treinar, e arrenda o Centro de Treinamento Manoel Leão, para treinar suas equipes de base e receber jovens jogadores de outros países em programas de intercâmbio.
    
Nos dias seguintes aos jogos da seleção francesa, os jogadores que não atuarem vão treinar contra a equipe sub-17 do Botafogo. A França desembarca em Ribeirão Preto em 8 de junho e estreia no dia 15 contra Honduras em Porto Alegre. Depois, em 20 de junho, o time de Deschamps enfrenta a Suíça em Salvador e encerra a fase de grupos contra o Equador,  no dia 25, no Maracanã.

Punição ao racismo

Durante a visita aos CTS, o ministro Aldo Rebelo também comentou as punições aplicadas aos envolvidos em atos racistas durante jogos de futebol recentes. "As penas aplicadas pela Conmebol (Confederação Sul-Americana de Futebol) e pelos tribunais de Justiça Desportiva são insuficientes. A pena para o racismo tem que o ser o banimento dos racistas. Os brasileiros culpados têm que ser proibidos de entrar nos estádios. Se os culpados forem estrangeiros, devem ser proibidos de entrar no Brasil. O futebol faz parte da identidade dos brasileiros. Não pode levar essa mácula do racismo", disse Aldo Rebelo em entrevista na cidade de Ribeirão Preto.

A Conmebol puniu com multa de US$ 12 mil dólares - pouco mais de R$ 27mil - o clube peruano Real Garcilaso pelas ofensas de seus torcedores ao brasileiro Tinga durante partida da Copa Libertadores da América. No Brasil, o Tribunal de Justiça Desportiva de São Paulo condenou o Mogi Mirim a pagar multa de R$ 50 mil porque sua torcida ofendeu o santista Arouca. E, no Rio Grande do Sul, o Esportivo de Bento Gonçalves foi punido com multa e perda de mando de campo por ofensas de torcedores ao árbitro da partida contra o Veranópolis.

Fonte: Ministério do Esporte

Notícias Relacionadas

Secretário executivo do Ministério do Esporte afirma que o aprendizado adquirido com o Mundial dará melhores condições para o Brasil enfrentar os desafios da preparação do maior evento esportivo do planeta
+
Evento “Copa 2014: legados para o Brasil” mostra resultados econômicos, culturais e de infraestrutura
+
Os legados esportivos, econômicos, de infraestrutura, de imagem e promoção do Brasil, dentre outros, serão abordados nos dois dias de palestras
+
Diretora da Unaids no Brasil se encontrou nesta terça com o ministro do Esporte, que assinou a bola que simboliza a iniciativa. Um exemplar com as rubricas da presidenta Dilma e de outros chefes de Estado será levado para a Assembleia Geral da ONU
+