Maracanã chega a 92% de execução das obras

22/03/2013 - 16:32
Entre as frentes de trabalho em andamento, 53% da cobertura está instalada, além de 30 mil assentos

Fotos: Erica Ramalho#

O estádio Maracanã chegou a 92% das obras de reforma e adequação para sediar a Copa das Confederações e a Copa do Mundo, conforme informações divulgadas pelo governo do Rio de Janeiro nesta sexta-feira (22.03). A medição é referente ao mês de fevereiro. São mais de 6,5 mil operários e técnicos atuando em mais de mil frentes de serviços, da cobertura aos acabamentos em bares, camarotes e vestiários, passando pelo gramado e pela colocação de cadeiras, para ser entregue em 27 de abril.

Já foram instaladas cerca de 30 mil cadeiras e 58% da cobertura. O novo "teto" terá 68,4 metros de comprimento e cobrirá 95% das 78.838 cadeiras, enquanto a antiga cobertura não passava de 30 metros de extensão. Trata-se de um modelo que está permitindo a transferência de tecnologia, no caso alemã, para o país. O projeto de reforma do Maracanã é executado pela Empresa de Obras Públicas do Rio de Janeiro (Emop), órgão da Secretaria Estadual de Obras.

» Confira galeria de fotos do Maracanã no perfil do Portal da Copa no Facebook

"Ao projetar a reforma, procuramos preservar a alma e a identidade do estádio. Quem vê o Maracanã do lado de fora enxerga o mesmo estádio de sessenta e tantos anos, mas quando entra vê a arena supermoderna, multiuso, que certamente dará muito orgulho aos brasileiros", afirmou o secretário estadual de Obras, Hudson Braga.

Cobertura
Ao lado de 20 técnicos e alpinistas profissionais europeus, 122 brasileiros trabalham na montagem de 120 membranas de 7,5 metros de largura por 68 metros de comprimento, tensionadas uma ao lado da outra. Até 20 de abril, toda a estrutura metálica sobre a qual a lona é tensionada estará coberta e todos os equipamentos a acoplados à cobertura instalados e testados.

Placares
A passarela (catwalk) que circunda a cobertura, necessária para serviços de manutenção, serve também para a fixação de equipamentos de som, vídeo e iluminação. Estão sendo instalados ali os quatro placares eletrônicos, cada um com 98 m² e composto por 77 placas de imagem de alta definição.

Os supertelões permitirão ao público acompanhar lances de jogos e receber as mais variadas informações e dados. Segundo Ícaro Moreno Júnior, presidente da Emop, a definição dos locais de instalação dos quatro telões na passarela central da cobertura obedeceu a critérios visuais estabelecidos pela FIFA.

"Os placares eletrônicos foram colocados estrategicamente para que todos os torcedores possam ver as imagens e ler as mensagens transmitidas. E o tamanho das letras das informações também obedeceu a critérios de distância focal que permitam a leitura por todos os espectadores", afirmou.

Sistema de som e iluminação
O estádio ganhou um sistema de som com 78 alto-falantes. Serão 26 conjuntos de três caixas que também já estão fixados na passarela da cobertura. Oito desses conjuntos serão voltados para o campo e os demais direcionados para toda a arquibancada.

Também já foram fixados 396 refletores de dois mil watts cada um, atendendo às exigências para garantir a claridade necessária à prática do futebol e para a transmissão de imagens pela televisão.

Sustentabilidade
A nova cobertura também vai servir para captar água da chuva para reutilização em uso não potável nos banheiros. Isso faz parte da certificação Leed (Leardership in Energy and Environmental Design), concedido a empreendimentos que apresentam alto desempenho ambiental e energético, em atendimento aos padrões internacionais.

Cerca de 50% da água da chuva que cair sobre o estádio serão captados e drenados por meio de 60 calhas de concreto, que fazem parte da estrutura do Maracanã, por um sistema de sucção a vácuo. A água será, então, levada até dois reservatórios subterrâneos, onde serão instalados filtros para tratamento da água, que posteriormente será direcionada aos banheiros.

Gramado
Na semana passada, foi finalizado o plantio do gramado, após ser preparado durante cinco meses e meio numa fazenda no interior do estado. Recortada em rolos, a grama, do tipo "Bermuda Celebration", a mais adequada para o clima tropical, foi replantada no campo da arena, num trabalho que durou quatro dias. A grama, atualmente, está na fase de enraizamento. O local recebeu um novo sistema de drenagem que duplicou a capacidade de vazão.

Eventos-teste
O Maracanã terá dois eventos-teste fechados, marcados para 27 de abril e para a primeira quinzena de maio. No amistoso entre Brasil e Inglaterra, agendado para 2 de junho, a arena vai operar com 100% da capacidade. O estádio já estará sob a gestão da FIFA.

Copa das Confederações
O Maracanã será o palco da decisão do torneio, em 30 de junho. Antes, a arena receberá outras duas partidas pela primeira fase. Em 16 de junho entrarão em campo o México, campeão da Copa Ouro da Concacaf, e a Itália, vice-campeã europeia. O confronto será válido pela primeira rodada do Grupo A, o mesmo do Brasil.

A partida seguinte será entre Espanha, atual campeã mundial e vencedora da Eurocopa, e o Taiti, que levantou a taça da Copa das Nações da Oceania. O jogo é válido pela segunda rodada e está agendado para 20 de junho.

Fonte: Governo do Rio de Janeiro

Notícias Relacionadas

Secretário executivo do Ministério do Esporte afirma que o aprendizado adquirido com o Mundial dará melhores condições para o Brasil enfrentar os desafios da preparação do maior evento esportivo do planeta
+
Os legados esportivos, econômicos, de infraestrutura, de imagem e promoção do Brasil, dentre outros, serão abordados nos dois dias de palestras
+
Estruturas como o Centro Integrado de Comando e Controle Móvel, usado no Mundial, foram empregadas na competição de vela que está sendo realizada no Rio de Janeiro
+