Mano acredita que preparação para Olimpíadas não difere muito para Copa

09/08/2012 - 12:09
Técnico se diz contente com atual momento da equipe e vê que as ideias da comissão estão sendo executadas pelos atletas

Frame#O técnico da Seleção Brasileira, Mano Menezes, prepara a equipe para a disputa da final das Olimpíadas de Londres, no próximo sábado (11.08), às 11h, contra o México. Em entrevista à CBF TV, o treinador disse que não há muitas diferenças na preparação para o torneio olímpico, para a Copa das Confederações, ou para a Copa do Mundo.

Satisfeito com o atual momento da equipe, Mano percebe que as ideias da comissão técnica estão sendo colocadas em prática pelos jogadores. “Estou muito contente com o momento da seleção. Eu vejo a confirmação de ideias em campo, na prática. Essa confirmação aumenta a confiança dos jogadores no trabalho do técnico e é a parte mais importante da relação que temos”, afirmou.

Mano Menezes acredita que o futebol brasileiro continua sendo o mais talentoso do mundo. Para ele, o desafio do treinador é organizar taticamente esse talento, em prol da organização coletiva. “Eu só acredito em equipes vencedoras com muita organização coletiva, esse é o desafio, fazer os jogadores entenderem isso e deixarem a vaidade pessoal em segundo plano, não existe individual forte sem coletivo forte”.

A Seleção Brasileira volta a uma final olímpica 24 anos depois da medalha de prata em Seul, na Coréia do Sul. Mano comentou que a versatilidade dos jogadores contou muito na hora de definir o grupo para Londres. “Quando nós idealizamos a montagem desse grupo, a gente levou em consideração a necessidade de escolher jogadores com uma versatilidade maior. Com o limite de 18 atletas, para disputarem seis jogos em um curto espaço, então é necessário usar atletas em várias posições”.

» Confira o vídeo com a íntegra da entrevista

Portal da Copa, com informações da CBF

Notícias Relacionadas

Secretário executivo do Ministério do Esporte afirma que o aprendizado adquirido com o Mundial dará melhores condições para o Brasil enfrentar os desafios da preparação do maior evento esportivo do planeta
+
As duas equipes se enfrentarão em Singapura. Este será o quarto jogo do Brasil neste segundo semestre
+
Taffarel será o preparador de goleiros, enquanto Mauro Silva ocupará o cargo de assistente técnico, criado para ser rotativo. Andrey Lopes será o auxiliar
+
Coordenador geral de seleções, Gilmar Rinaldi, confirmou que o Brasil será comandado pelo treinador da equipe de base, Alexandre Gallo, nas Olimpíadas de 2016 no Rio de Janeiro. Novos membros da comissão técnica serão anunciados em breve
+