Invasão laranja: holandeses festejam antes e depois da goleada em Salvador

13/06/2014 - 23:59
Cerca de cinco mil torcedores da Holanda participaram da Orange Square, no Pelourinho

Foto: Getty Images#Segundo estimativas da Secopa (BA), cinco mil holandeses vieram à Bahia

A Bahia tem a terceira maior colônia espanhola do Brasil, mas a cor que predominou em Salvador nesta sexta-feira (13.06) foi o laranja. No dia em que enfrentaram a Espanha, como fizeram na final da Copa do Mundo de 2010, os holandeses invadiram a capital baiana e promoveram a tradicional Orange Square no Terreiro de Jesus, no Pelourinho.  

Antes mesmo de imaginarem uma goleada histórica por 5 x 1, na Arena Fonte Nova, os holandeses festejaram ao som de músicas do país, além de exibirem muitas bandeiras, fantasias e rostos pintados de laranja, a cor da principal camisa da seleção. “O nosso sentimento é muito positivo, primeiro porque estamos no País do futebol e depois porque sabemos festejar”, afirmou Judith de Frel, coordenadora de torcida e fãs da Federação Holandesa de Futebol. 

Segundo a Secretaria Estadual da Copa na Bahia (Secopa-BA), mais de cinco mil turistas da Holanda vieram a Salvador. Animados por DJs, os visitantes iniciaram a concentração às 8h e por volta das 13h seguiram em marcha para o estádio. “Decidi vir a Salvador quando soube que o jogo seria aqui porque fiquei encantado com a hospitalidade do povo e o clima de festa da cidade. Para a Copa, a cidade está ainda mais bonita”, revelou o turista Herman Van Der Melwen, que veio ao estado pela segunda vez.

Dentre os milhares de holandeses que desembarcaram na capital baiana estão 25 carros de torcedores que estão viajando há três meses. “São pessoas que vão seguir a seleção aqui no Brasil. Os carros saíram da Holanda e foram de barco até Nova Iorque. De lá desceram para o Brasil pelo México”, explicou Judith de Frel.

Caminhada

A rota especial por onde os turistas seguiram do Pelourinho até o estádio é uma das ações do plano de mobilidade desenvolvido pela Secopa-BA, Secretaria de Desenvolvimento Urbano (Sedur), com a participação da Polícia Militar.

Mellyna Reis, do Portal da Copa em Salvador (BA)

Notícias Relacionadas

Estudo revela que a ocupação hoteleira na cidade bateu recordes, chegando a 72,26% no período do Mundial
+
Cidade hospedou campeões mundiais durante a Copa do Mundo e recebeu legados como Centro de Treinamento e promoção da imagem local
+
Tour 100% apresenta os bastidores do equipamento multiuso aos visitantes
+
Produto deve ser remodelado e seguir atendendo a turistas e baianos
+