Internacional e companhia de energia elétrica gaúcha acertam detalhes para fornecimento de energia no Beira-Rio

07/01/2014 - 18:43
A nova demanda contratada passará de 450 kVA, podendo chegar até 4.790 kVA, fornecimento que será disponibilizado, inicialmente, pela subestação Porto Alegre 4

O Sport Club Internacional fará à Companhia Estadual de Distribuição de Energia Elétrica do Rio Grande do Sul o pedido formal da carga ao estádio Beira-Rio, para que a empresa emita um novo contrato de fornecimento e ligue a energia elétrica da arena, palco gaúcho da Copa do Mundo. A informação é do presidente do clube, Giovanni Luigi, que esteve reunido com o presidente do Grupo CEEE, Gerson Carrion de Oliveira, na manhã desta terça-feira (07.01), na sede da concessionária, em Porto Alegre.

"Saio satisfeito deste encontro, que definiu os detalhes finais para a ligação da energia, possibilitando a retomada das atividades no Beira-Rio", disse Luigi. Participaram da reunião, também, o diretor de Distribuição da CEEE, Guilherme Barbosa; o vice-presidente Administrativo do Internacional, José Alfredo Amarante, e representantes da construtora Andrade Gutierrez.

No decorrer de 2013, a concessionária e o clube realizaram encontros para estabelecer os padrões de entrada de energia do estádio, conforme critérios exigidos pela Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica). A nova demanda contratada passará de 450 kVA, podendo chegar até 4.790 kVA, fornecimento que será disponibilizado, inicialmente, pela subestação Porto Alegre 4, localizada nas esquinas das avenidas Borges de Medeiros e Ipiranga.

Após a conclusão da subestação Menino Deus, em abril, a alimentação da energia ocorrerá pela nova subestação. Segundo o diretor Guilherme Barbosa, o estádio Beira-Rio ficará com três fontes de energia confiáveis, nas subestações Menino Deus, Porto Alegre 4 e Porto Alegre 13 (na esquina das avenidas Nonoai com Campos Velho).

Durante o encontro, o presidente do Grupo CEEE, Gerson Carrion, entregou ao presidente do Internacional um relatório detalhado e atual das obras da subestação Menino Deus, empreendimento que inclui a construção também de uma linha de energia subterrânea, e que envolve investimentos da companhia na ordem de R$ 50 milhões.

Fonte: Governo do Rio Grande do Sul

Notícias Relacionadas

Arena é a sétima construída para a Copa do Mundo a ter selo que atesta adoção de medidas sustentáveis na edificação. Capital gaúcha passa a ter dois palcos com registro do Green Building Council
+
Foi movimentado mais de um bilhão de reais na economia do estado, que recebeu 160 mil turistas estrangeiros e teve taxa média de ocupação hoteleira de 80%
+
Espaços oferecem entretenimento, local para descanso, informações turísticas, internet wifi e outras comodidades para os viajantes. No Santos Dumont, 26,8 mil pessoas aproveitaram a estrutura oferecida
+
Mais de 350 mil turistas passaram pela cidade que recebeu cinco jogos do Mundial. Iniciativas locais, como o Caminho do Gol, atraíram a atenção da FIFA
+