Inspirado no segundo tempo, México vence a Croácia por 3 x 1 em Recife

23/06/2014 - 19:10
Resultado classifica os mexicanos para enfrentar a Holanda nas oitavas de final

Foto: Getty Images#Rafa Márquez (E) comemora o gol que abriu o caminho da vitória mexicana em Recife

O México só precisava empatar com a Croácia para se classificar para a segunda fase da Copa do Mundo da FIFA 2014. Jogando na Arena Pernambuco, em Recife, os mexicanos fizeram um grande segundo tempo e derrotaram os croatas por 3 x 1, assegurando o segundo lugar do Grupo A, ficando atrás apenas do Brasil.

Nas oitavas de final, o México vai enfrentar a Holanda, que ficou em primeiro lugar do Grupo B. A partida está marcada para o próximo domingo (29.06), às 13h, na Arena Castelão, em Fortaleza.

Os mexicanos chegaram a ameaçar o primeiro lugar da Seleção Brasileira quando abriram 3 x 0 no placar. Como o Brasil vencia Camarões por 3 x 1 em Brasília, os norte-americanos precisavam de mais um gol para assumir a liderança da chave. Mas o gol dos croatas e o quarto gol brasileiro encerraram as chances da equipe do México de se classificar na primeira posição.

Foto: Getty Images#Primeiro tempo

Precisando vencer para se classificar, a Croácia teve mais posse de bola que o México nos 45 minutos iniciais do jogo. Os mexicanos jogaram fechados, esperando os europeus virem para cima para tentar marcar nos contra-ataques. Nervosos, os croatas arriscaram principalmente em bolas aéreas e alguns chutes de fora da área.

Aos 17 minutos, a melhor chance foi em uma boa finalização de longa distância do México. Após bela troca de passes, Herrera bateu muito bem e a bola explodiu no travessão, para alívio da Croácia. Aos 26, Pranjic respondeu também batendo de longe. Ele aproveitou corte mal feito pela defesa mexicana e bateu de primeira, assustando o goleiro Ochoa.

Os minutos finais da primeira etapa foram basicamente de pressão da Croácia, mas com pouca efetividade. Com muitos cruzamentos na área, os europeus não conseguiram voltar a assustar Ochoa e foram para o intervalo com o empate, que classificava os norte-americanos.

Segundo tempo

Na volta do intervalo, o México resolveu sair mais para o jogo em busca do resultado. Pressionando os croatas, os mexicanos reclamaram muito de um lance polêmico aos 19 minutos. Srna colocou a mão na bola dentro da área, mas o juiz não marcou o pênalti.

A recompensa para nos norte-americanos veio aos 27 minutos. Após cobrança de escanteio, o zagueiro Rafa Márquez subiu mais que a defesa da Croácia e cabeceou no canto esquerdo para abrir o placar e dar tranquilidade aos mexicanos.

Apenas seis minutos mais tarde, o México praticamente matou o jogo. Aguilar apareceu bem pela direita e cruzou na área para Guardado finalizar forte e abrir 2 x 0. Empolgados, os mexicanos continuaram indo para cima, já que poderiam assumir a liderança do grupo caso vencessem por uma boa diferença.

Aos 37 minutos, a jogada do primeiro gol quase se repetiu. Escanteio cobrado, novo desvio de Rafa Márquez e gol de Chicharito Hernández. A Croácia ainda conseguiu diminuir a vantagem aos 41, com um chute cruzado de Perisic que o goleiro Ochoa não conseguiu segurar. No fim, 3 x 1 e vaga garantida para o México na próxima fase do Mundial.

Croácia x México - Arena Pernambuco - Jogo

Croácia x México - Arena Pernambuco - Jogo

No embalo do Cielito Lindo

Nenhum público havia feito tanto barulho na Arena Pernambuco. Mesmo em um primeiro tempo sem gols, a torcida latina não parou de cantar. Em maioria absoluta no estádio, os mexicanos ajudaram a registrar o maior público da arena no Mundial: 41.212 torcedores. Como todos os jogos da equipe mexicana na primeira fase foram realizados no Nordeste, muitos torcedores usaram o Recife como base na viagem ao Brasil.

Já os croatas não tiveram muito espaço. Comemoraram bastante o único gol marcado, mas pouco foram ouvidos e voltaram para casa “chorando”, como haviam previsto os mexicanos na música Cielito Lindo, entoada a plenos pulmões no fim da partida. “O México está para coisas grandes. Podemos não levar a taça, mas chegaremos pelo menos ao nosso quinto jogo”, disse o torcedor Jesus Ramirez. “Esta noite, somos locais aqui.”

Além de mexicanos e croatas, a torcida brasileira também marcou presença. A atenção, no entanto, ficou dividida, já que o Brasil enfrentava Camarões no mesmo horário. Eram muitos os que acompanhavam por rádio ou pelo celular a partida disputada em Brasília. A cada um dos quatro gols da Seleção, a comemoração verde e amarela tomou conta das arquibancadas.

Comemoração e olho nas oitavas

Foto: Getty Images#A noite é de alívio e comemoração para a delegação mexicana. De acordo com o treinador Miguel Herrera, a equipe vai aproveitar para celebrar com família e torcida. “A gente vive com a torcida, a gente ouve tudo. Hoje sentimos como se estivéssemos em casa. Não apenas pelos mexicanos, mas os brasileiros, que foram muito atenciosos conosco”, pontuou ele, explicando que, a partir de amanhã, o foco estará totalmente voltado para a Holanda.

Herrera ainda ressaltou o desempenho da equipe no segundo tempo e as bolas paradas como pontos favoráveis à equipe latina. “Na segunda etapa, nos soltamos mais, mas não perdemos a concentração e isso deu frutos, pois eles não tiveram a possibilidade de nos controlar. O desenvolvimento do grupo me deixa muito feliz. Estão muito concentrados”, elogiou, explicando ainda a substituição de Giovani dos Santos por Chicharito (foto). “Precisávamos revolucionar um pouco lá na frente e Javier entrou muito bem nesse sentido. Ele sempre entra para matar”, destacou o treinador, sem confirmar, contudo, se o atacante terá lugar entre os titulares nas oitavas de final.

Elogiado como um líder pelo treinador, o capitão Raf Márquez foi autor do primeiro gol e eleito o homem da partida. “O grupo quer entrar para a história e vamos fazer isso passo a passo. Esperamos manter o nível que até agora demonstramos. Estamos felizes, mas sabemos que enfrentaremos um time difícil”, comentou.

Mudança prejudicou a Croácia

Além de parabenizar os adversários pela partida, o técnico da Croácia, Niko Kovac, procurou explicar o porquê de uma Croácia menos forte no segundo tempo, quando os mexicanos marcaram os três gols que lhes garantiu a vitória. “No primeiro tempo, queríamos controlar o meio de campo e conseguimos isso. O México não conseguiu criar oportunidades, a não ser aquele chute de fora da área. Quando tínhamos que mudar algo, voltamos para o 4-2-3-1 e perdemos o controle do meio”, justificou.

Ainda assim, na opinião do comandante croata, a equipe jogou bem e conseguiu imprimir respeito. “Os mexicanos mudaram o jogo deles diante do nosso. Eles eram mais agressivos nos jogos anteriores. Ficou claro que eles nos respeitaram muito”, declarou Kovac, que pretende continuar à frente da seleção. “A gente chegou aqui na Copa do Mundo e isso, na minha opinião, já foi um sucesso. O contrato continua. Agora vamos melhorar o que precisar se melhorado”, finalizou.

Croácia x México - Arena Pernambuco - Torcida

Croácia x México - Arena Pernambuco - Torcida

Portal da Copa

Notícias Relacionadas

Tarifa é de R$ 2,15 e os usuários que desejarem experimentar o novo modal poderão utilizar o Vale Eletrônico Metropolitano (VEM)
+
Espaços oferecem entretenimento, local para descanso, informações turísticas, internet wifi e outras comodidades para os viajantes. No Santos Dumont, 26,8 mil pessoas aproveitaram a estrutura oferecida
+
Estádios da Copa 2014 são pioneiros na busca de certificação ambiental internacional
+
Capital pernambucana foi considerada boa ou ótima por 82,3% dos visitantes que estiveram na cidade durante o período de jogos da Copa do Mundo
+