Governador confirma nome da arena do DF: Estádio Nacional Mané Garricha

27/01/2012 - 12:36
Aldo Rebelo chegou há pouco nas obras do Estádio Nacional e observou maquete da futura sede da Copa do Mundo de 2014. Agnelo Queiroz disse que nome do palco será Estádio Nacional Mané Garrincha

O governador do Distrito Federal, Agnelo Queiroz, apresentou há pouco a maquete da arena de Brasília para a Copa do Mundo de 2014 ao ministro do Esporte, Aldo Rebelo, e confirmou que nome do local será Estádio Nacional Mané Garrincha. Ao lado das autoridades, o arquiteto Eduardo Castro Melo explicou o projeto que contará com áreas de imprensa, segurança e saúde, conforme exigido pela FIFA. Ele é o mesmo projetista do antigo Mané Garrincha, na década de 1970.

O governador do Distrito Federal destacou um diferencial do estádio. “Somente em Brasília teremos uma arena no ponto central da cidade e com 30 mil vagas de estacionamento”. Os visitantes estão reunidos ao lado da sala em que está a maquete, assistindo a um vídeo que conta a evolução do empreendimento.

Agnelo Queiroz vai anunciar que 50% das obras da arena de Brasília estão concluídas. O percentual coloca o estádio como um dos mais adiantados do país para receber a Copa do Mundo de 2014. A capital federal também receberá a Copa das Confederações de 2013.   

As autoridades vão se encaminhar até a arquibancada da arena para ter uma visão geral da obra. Em seguida, haverá coletiva de imprensa ao lado da entrada para o mirante.

A agenda de Aldo Rebelo na capital federal faz parte de uma série de visitas às cidades-sede da Copa, com o intuito de acompanhar de perto os preparativos para o Mundial. Na próxima segunda-feira (30.01), o ministro passa por São Paulo, onde conhecerá a Arena de Itaquera. Na quarta-feira, vai a Cuiabá acompanhar as obras da Arena Pantanal.

Gabriel Fialho - Portal da Copa

 

Notícias Relacionadas

Diretora da Unaids no Brasil se encontrou nesta terça com o ministro do Esporte, que assinou a bola que simboliza a iniciativa. Um exemplar com as rubricas da presidenta Dilma e de outros chefes de Estado será levado para a Assembleia Geral da ONU
+
Joseph Blatter e Jérôme Valcke elogiaram a organização do Mundial e a hospitalidade do povo brasileiro
+
Presidenta e ministros detalharam como investimentos em turismo, segurança, telecomunicações, mobilidade, aeroportos e saúde funcionaram durante o Mundial
+
Ministro do Esporte e secretário-executivo da pasta participaram do balanço final do evento, realizado no Rio de Janeiro
+