Fonte Nova: três tipos de assento e capacidade ampliada nos megaeventos

05/04/2013 - 01:15
As cadeiras para o público geral são rebatíveis, certificadas e evitam propagação de chamas. Nas áreas de hospitalidade e nos camarotes há diferenciais no estofamento e nos encostos. Cinco mil lugares são específicos para as Confederações e o Mundial

 #Clique na imagem para ver a cobertura<BR> completa da inauguração da Fonte NovaFormalmente, a Arena Fonte Nova tem capacidade para 50 mil torcedores, mas para a Copa das Confederações e para a Copa do Mundo, o local poderá receber público de até 55 mil pessoas. O governo do estado abriu licitação e contratou por R$ 11,4 milhões uma empresa responsável pela montagem, desmontagem e armazenamento da estrutura metálica móvel, com cinco mil lugares.

Seguindo a mesma curvatura das arquibancadas do estádio, a estrutura está sendo montada na “praça sul”. O local é pavimentado e conta com uma abertura, voltada para o Dique do Tororó. A previsão da Secopa da Bahia é de que a arquibancada, que começou a ser instalada em 18 de março, seja concluída em 20 de abril, antes do evento-teste da arena, o clássico Vitória x Bahia marcado para o dia 28 do mesmo mês.

“Significa dizer que teremos todos os assentos instalados e, portanto, a FIFA operará o evento-teste com a capacidade total”, afirmou Ney Campello, secretário estadual de Copa, durante visita dos jornalistas ao estádio no início de março. 

O estádio tem três tipos de assentos: para o público geral, do setor premium e dos camarotes. As cadeiras comuns são rebatíveis, feitas em resina plástica e sem braços. De acordo com o presidente da Arena Fonte Nova Negócios e Participações, Frank Alcântara, todas as cadeiras são certificadas e passaram por testes de durabilidade e contra propagação de chamas.

Fotos: Governo da Bahia, Tiago Falqueiro/Blog do Planalto e BA Press#Assentos premium, convencionais e camarotes: três opções para o torcedor

A Fonte Nova conta ainda com 2,1 mil assentos premium, reservados para as áreas de hospitalidade. As cadeiras são fabricadas em resina plástica, acolchoadas, com braços e guarda copos e com encosto até a altura das costas. Quem estiver na área de hospitalidade terá acesso a um lounge climatizado (salão de convivência) para 2,1 mil pessoas, serviços de alimentação e sanitários reservados.

Há 70 camarotes na arena, com capacidade total para 1.250 pessoas. Os locais são decorados e mobiliados com sofás, cadeiras e TV, além de possuírem banheiro privativo. À frente de cada camarote há um espaço delimitado na arquibancada, com assentos iguais ao premium, acolchoados, com braço e porta copos, mas com encosto até a altura da cabeça. A cada quatro assentos nessa área, há uma vaga reservada de estacionamento, com direito a elevador que leva diretamente aos camarotes. 

Na parte de cima da “abertura da ferradura” há um espaço que nos eventos FIFA será um lounge VVIP (Very Very Important Person). Localizado entre a cobertura e a arquibancada móvel, a área dá vista para o campo e para o Dique do Tororó e será destinada a restaurantes após as competições organizadas pela entidade máxima do futebol.

Todas as cadeiras são em tons de verde, remetendo às águas esverdeadas do Dique do Tororó, tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional.

Danilo Borges/Portal da Copa#Parte superior da "abertura da ferradura" será lounge VVIP durante os megaeventos

Gabriel Fialho – Portal da Copa

Notícias Relacionadas

Mundial de futebol quebrou recordes históricos e se tornou o evento mais comentado do ano nas redes sociais em todo o mundo
+
Secretário executivo do Ministério do Esporte afirma que o aprendizado adquirido com o Mundial dará melhores condições para o Brasil enfrentar os desafios da preparação do maior evento esportivo do planeta
+
Evento “Copa 2014: legados para o Brasil” mostra resultados econômicos, culturais e de infraestrutura
+