FIFA realiza inspeção no Estádio Nacional de Brasília

23/09/2011 - 19:41
Representantes da entidade avaliaram questões como segurança, acessos e espaço externo. Comitiva segue agora para Salvador, Recife e Fortaleza

Pedro Ventura/Agência Brasília#Inspetores passaram dois dias na capital federal e farão relatório à FIFAUma comissão da Federação Internacional de Futebol (FIFA) realizou nesta sexta-feira, 23.09, uma inspeção nas obras do Estádio Nacional de Brasília, o Mané Garrincha. Atualmente, segundo o governo local, 38% da construção está concluída. A atividade marcou o encerramento da visita de monitoramento, que teve início na quinta-feira, com a apresentação do projeto pelo governador do DF, Agnelo Queiroz.

“Nessa visita, os representantes da FIFA puderam conversar com nossos técnicos e tirar dúvidas. Eles checam rigorosamente aspectos como segurança, entradas e saídas. A partir daí, elaboram um relatório, que será conhecido numa próxima etapa”, explicou Agnelo Queiroz. Os integrantes da FIFA e do COL não concedem entrevistas durante as visitas, para garantir a isenção na fiscalização. O trabalho é realizado nas 12 sedes. A equipe já passou pelo Rio de Janeiro e por Belo Horizonte. Agora, segue para Salvador, Recife e Fortaleza. 

De acordo com Agnelo Queiroz, o Comitê Organizador Brasília 2014 está satisfeito com o andamento das obras, que já têm 96% da escavação e 95,4% da fundação concluídas. “Essa é a parte que ninguém vê. Agora, a construção é vertical, o que ocorre de forma mais rápida. Estamos seguros de que conseguiremos entregar o estádio pronto no fim do ano que vem e que cumpriremos todas as recomendações da FIFA”, disse o governador.

O arquiteto responsável pela construção do Estádio Nacional de Brasília, Eduardo Castro Melo, disse que o estádio terá duas configurações. Uma delas é a configuração legado, que será a padrão. A outra é a configuração evento, usada durante competições como a Copa do Mundo, a Copa das Confederações e a Copa América. Essa formatação especial oferecerá 69.940 lugares para o público e 2.652 lugares para a imprensa. 

Infraestrutura
No primeiro dia de vistoria, a comitiva da FIFA e do COL assistiu a uma apresentação sobre a infraestrutura da cidade, no Centro de Convenções Ulysses Guimarães. A primeira exposição foi feita pelo governador Agnelo Queiroz, que exibiu vídeos ressaltando o papel da cidade como capital de todos os brasileiros, a infraestrutura oferecida e o fácil acesso às principais instalações.

Os representantes do COL, em seguida, focaram as apresentações na infraestrutura temporária. Trata-se da ocupação da área externa ao estádio, com objetivo de instalar o Centro de Mídia, a Área de Exposição Comercial e o Espaço de Hospitalidade, além dos acessos à arena e serviços de saúde e segurança.  

Sustentabilidade
O Estádio Nacional de Brasília foi projetado para ser uma arena multiuso e ecologicamente correta. Além de partidas de futebol, terá condições de receber eventos shows nacionais e internacionais. Atualmente, cerca de 3 mil operários atuam no canteiro. A arena tenta ser a primeira na história a receber o certificado máximo de sustentabilidade. O selo Leed Platinum — entregue após a conclusão da obra — é reconhecido internacionalmente e garante que a construção é sustentável. Atualmente, não existe nenhum estádio de futebol no mundo com o selo Platinum. “Estamos tendo cuidado especial com o uso sustentável de energia elétrica e de água, com a destinação dos resíduos e com a segurança dos trabalhadores”, afirmou Agnelo. 

Hexacóptero
O Consórcio Brasília 2014, contratado pelo Governo do Distrito Federal para administrar as etapas de construção do estádio, testou um equipamento usado na captação de vídeos e fotografias da obra. O hexacóptero, fabricado pela empresa alemã Mikrokopter, faz imagens e fotos aéreas a partir de voos autônomos. O equipamento consegue fazer imagens em ângulos que um helicóptero não consegue. 

 

Notícias Relacionadas

Durante o Mundial foram feitas 11.251 denúncias de abusos contra crianças e adolescentes
+
Foram registradas 5.185 demandas nos aeroportos e 75 nos estádios das 12 cidades-sede
+
No total, mais de 3,05 milhões de pessoas se movimentaram pelo país durante o evento
+
Média de torcedores nas arenas também ficou no segundo posto. Saiba outros recordes da competição
+