Fan Fest Recife bate mais uma vez recorde de público e reúne 10 mil pessoas

28/06/2014 - 19:53
Torcedores também se espalharam por outras áreas do Bairro do Recife, como as ruas da Moeda e do Bom Jesus

Laura Cortizo/Portal da Copa#A Fan Fest Recife ficou pequena para tantos corações apertados que queriam conferir a tensa partida que terminou em cobrancá de pênaltis entre Brasil e Chile. Por alguns minutos, o Carnaval fora de época feito pelas 10 mil pessoas presentes ao Cais da Alfândega foi silenciado e a ansiedade e preocupação tomou conta das expressões. Com a confirmação da classificação, brasileiros e estrangeiros puderam festejar a vontade, com muito frevo, maracatu e forró. Mais uma vez, o espaço bateu recorde de público. Era tanta gente no local que muitos preferiram, sobretudo nos minutos finais, recorrer às televisões dos bares e restaurantes do bairro para conferir mais de perto a cobrança de pênaltis decisiva.

» Brasil supera o Chile na disputa de pênaltis e se garante nas quartas de final

A Rua da Moeda estava repleta de torcedores. Bares na Rua do Bom Jesus também concentravam grandes aglomerações em torno de pequenos aparelhos de televisão. “A expectativa foi grande. Estava um clima de final. Felipão não pode fazer isso com a gente em um jogo de oitavas”, comentou, ainda rouco, o pernambucano Josival da Silva. A esposa Jussara Oliveira afirmou que em nenhum momento deixou de acreditar e que o importante mesmo era o clima de confraternização.

Diferente de outros dias, na partida de hoje havia menos turistas presentes entre os torcedores. Chileno não se via. Foi uma verdadeira invasão verde e amarela pelas ruas do Bairro do Recife. Mas houve quem destoasse da multidão. Muitos costarriquenhos já estavam de volta à cidade para a partida deste domingo, contra a Grécia. Com sete camisas da Costa Rica na bagagem, Heidy Diaz não titubeou em trocar de camisas com uma brasileira. “Hoje sou brasileira, mas amanhã, na partida, todos os brasileiros serão Ticos”,  brincou. Com um grupo de amigos, ela retorna à cidade depois de ter assistido a partida entre Costa Rica e Itália, no último dia 20.

Um outro exemplo era o grupo de colombianos liderados por Juliana Aguelo. “Pensamos que veríamos um jogo da Colômbia aqui e a cidade foi muito recomendada por amigos, por isso viemos. Estamos adorando tudo, apesar dos preços de algumas coisas estarem salgados”, contou ela, que hoje estava torcendo pelos chilenos. “É que temos medo de jogar contra o Brasil”, afirmou ela. Juliana e os amigos permaneceram na Fan Fest para ver a partida contra Uruguai e Colômbia, que começou em seguida.

Laura Cortizo, do Portal da Copa no Recife

Notícias Relacionadas

As duas equipes se enfrentarão em Singapura. Este será o quarto jogo do Brasil neste segundo semestre
+
No período do Mundial, a capital federal recebeu 633 mil visitantes, sendo 488.903 brasileiros e 143.743 estrangeiros. Números superaram as estimativas iniciais
+
Brasil enfrentará a Colômbia em 5 de setembro e o Equador no dia 9. Os jogos serão nos Estados Unidos
+
Taffarel será o preparador de goleiros, enquanto Mauro Silva ocupará o cargo de assistente técnico, criado para ser rotativo. Andrey Lopes será o auxiliar
+