Evento-teste do Beira-Rio neste sábado irá experimentar segurança das equipes e mobilidade no entorno

09/05/2014 - 17:18
Partida entre Internacional e Atlético-PR terá início às 18h30 e testará procedimentos que serão usados nos cincos jogos de Porto Alegre no Mundial

O evento-teste oficial do Comitê Organizador Local (COL) que ocorre neste sábado (10.05), no estádio Beira-Rio, será um termômetro da dinâmica de Porto Alegre nos cinco dias de jogos da Copa do Mundo da FIFA 2014. Serão usados, com as delegações de Internacional e Atlético-PR – que se enfrentam a partir de 18h30 -, os mesmos procedimentos de acolhimento e segurança das seleções que estarão no gramado do estádio da capital gaúcha de 15 a 30 de junho, bem como da equipe de arbitragem.

O trabalho será executado pela Brigada Militar, pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) e pela  Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC), acompanhando o deslocamento dos hotéis até o estádio a partir do meio da tarde. Responsável pela escolta dos paranaenses do hotel junto ao Aeroporto Internacional Salgado Filho até o Beira-Rio e também no caminho inverso após a partida, a PRF terá a mesma estrutura que será utilizada no Mundial, exceto o helicóptero e a área de Inteligência."Não há escolta simulada. Faremos o mesmo trabalho amanhã e no atendimento às 10 seleções que passarão por aqui", afirmou o coordenador de Escoltas da PRF, Marcos Souza da Rocha.

Além das ações previstas dos portões para dentro do complexo esportivo, repetindo situações de partidas oficiais, uma série de mudanças irá afetar o trânsito nas adjacências logo no começo da manhã.

Portal da Copa/ Março de 2014#

Mudanças no entorno

No entorno do Beira-Rio, a EPTC colocará em ação um esquema especial a partir das 6h. Sete ruas terão fluxo interrompido em diferentes trechos, especialmente nos pontos que dão acesso ao estádio. Entre elas estarão a Otávio Dutra, a Miguel Couto, a Rua Monroe e a Barão do Cerro Largo. Para assegurar a orientação adequada sobre a circulação nas imediações do estádio, cinquenta agentes estarão mobilizados.

Segundo o modelo desenhado para os dias de jogos, os dez ônibus da linha Futebol, disponibilizados para atender o público, sairão do Largo Glênio Peres, em frente ao Mercado Público, no Centro Histórico, a partir das 15h. Os torcedores deverão desembarcar no viaduto Dom Pedro, na rotatória das avenidas José de Alencar e Praia de Belas, seguindo a pé, por cerca de um quilômetro, pela avenida Borges de Medeiros, até o palco da partida. “A principal alternativa para quem vai ao estádio é utilizar o transporte público”, ressalta o gerente de Fiscalização de Trânsito da EPTC, Paulo Gomercindo Machado.

Estacionamento

Para a partida, válida pela quarta rodada do Campeonato Brasileiro, o estacionamento de veículos particulares será permitido na avenida Edvaldo Pereira Paiva, entre a rua A e a avenida Ipiranga, e também nas ruas adjacentes no bairro Menino Deus, exceto nas áreas isoladas pela EPTC. Os automóveis poderão utilizar o edifício-garagem do estádio e a área em frente ao Parque Gigante. Na avenida Padre Cacique, na rua A e no Parque Marinha do Brasil, bem como em outros pontos que estiverem isolados pela EPTC, não será permitido estacionar.

Cláudio Medaglia, Portal da Copa em Porto Alegre (RS)

Notícias Relacionadas

Arena é a sétima construída para a Copa do Mundo a ter selo que atesta adoção de medidas sustentáveis na edificação. Capital gaúcha passa a ter dois palcos com registro do Green Building Council
+
Foi movimentado mais de um bilhão de reais na economia do estado, que recebeu 160 mil turistas estrangeiros e teve taxa média de ocupação hoteleira de 80%
+
Espaços oferecem entretenimento, local para descanso, informações turísticas, internet wifi e outras comodidades para os viajantes. No Santos Dumont, 26,8 mil pessoas aproveitaram a estrutura oferecida
+
Mais de 350 mil turistas passaram pela cidade que recebeu cinco jogos do Mundial. Iniciativas locais, como o Caminho do Gol, atraíram a atenção da FIFA
+