“Estou muito animado com as próximas semanas”, diz presidente da FIFA no Palácio do Planalto

02/06/2014 - 19:42
Joseph Blatter afirmou que o torneio que se inicia daqui a dez dias será uma grande Copa do Mundo, capaz de atrair a atenção de todo o planeta para o Brasil

Paulino Menezes/ Portal da Copa/ ME#A grande atração foi a taça. Com todo o seu brilho e beleza, o troféu erguido pela presidenta Dilma Rousseff na tarde desta segunda-feira (02.06) fez a Copa – marcada para daqui a dez dias – parecer ainda mais próxima. Ao lado da chefe de estado do país, o presidente da FIFA foi o primeiro a discursar, demonstrando otimismo e ansiedade com o início do torneio.

“Eu estou muito animado com as próximas semanas, com o que eu e a comunidade internacional do futebol teremos o privilégio de passar neste maravilhoso país”, disse Joseph Blatter.

O dirigente da entidade máxima do futebol relembrou a importância do país pentacampeão para o esporte, agradeceu as autoridades brasileiras pelo comprometimento “para entregar a Copa das Copas” e se mostrou confiante na grandiosidade do torneio de 2014.

“Será uma grande Copa do Mundo e, com o apoio brasileiro da presidência e do governo, assim com dos estados e das cidades e do Comitê Organizador Local, juntos com a FIFA, vamos fazer o máximo para que esta seja a melhor Copa do Mundo da história”, disse.

Olhos do mundo

Blatter ressaltou o potencial da Copa em promover o país-sede. “O Brasil é uma potência do futebol, mas também agora é uma força da economia mundial. Tenho certeza de que este evento vai dar ao Brasil uma oportunidade extra de se promover em todo o planeta. De fato, durante mais de um mês, todos os olhos do mundo, através da televisão, vão se voltar para o Brasil”, acrescentou o presidente da FIFA.

Ele ainda discursou a favor de “um tempo com menos atividades beligerantes” durante a Copa e comentou a simbologia de um momento previsto para a abertura do Mundial, em 12 de junho, na Arena Corinthians, quando pombas voarão pelo céu paulistano cumprindo o desejo do Papa Francisco e reforçando o clima de paz do torneio. Blatter também falou da importância da luta contra a discriminação – e contra o racismo, em particular – durante a 20ª edição do maior torneio de futebol do planeta.

Carol Delmazo – Portal da Copa

Notícias Relacionadas

Joseph Blatter e Jérôme Valcke elogiaram a organização do Mundial e a hospitalidade do povo brasileiro
+
Aeroportos, segurança pública e atrativos turísticos têm mais de 80% de aprovação entre os profissionais de imprensa
+
Ao todo, 1,6 milhão de passageiros passaram pelos terminais entre 10/6 e 13/7. A cada 10 passageiros que desembarcaram no país, um passou pela capital
+