Estande do Brasil Orgânico e Sustentável é inaugurado em Brasília

20/06/2014 - 18:26
Até a próxima quarta-feira, quiosque venderá produtos orgânicos e da agricultura familiar, como castanhas, óleos de pequi, pimentas, açúcar mascavo e outros

Um estande com produtos orgânicos e da agricultura familiar foi inaugurado nesta sexta-feira (19.06), em Brasília. Os alimentos estão à venda no Quiosque Brasil Orgânico e Sustentável, ao lado do Museu da República, na Esplanada dos Ministérios.  O objetivo é aproveitar a realização da Copa do Mundo no país, com a presença de muitos turistas, para divulgar e aumentar a comercialização desses itens. 

A campanha é coordenada pelo Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS) e integra a agenda de sustentabilidade do governo federal para o Mundial. Cachaça, açafrão, castanha do Brasil, castanha de baru, óleo de pequi, pimentas, açúcar mascavo e biscoitos são alguns dos produtos comercializados no estande de Brasília.

Abidoran Barros, da Coop Cerrado, vendeu vários produtos do Cerrado nesta manhã – a maioria à base de castanha de baru. “A cada ano temos vendido mais. Também queremos que as pessoas conheçam os biomas de onde vêm os produtos. Fazemos um trabalho de preservação ambiental por meio do manejo sustentável”, conta. A cooperativa de Goiânia reúne 3,6 mil famílias de 72 municípios em quatro estados.

Fotos: Renato Freire/Portal da Copa#A ministra Tereza Campello prestigiou a abertura do estande. O engenheiro Ricardo Carvajal, da Colômbia, comprou três pacotes de rosquinhas de castanhas. Claudete fabrica polpas, conservas e geleias à base de pimenta malagueta

Visibilidade

O engenheiro civil colombiano Ricardo Carvajal aprovou o trabalho. Ele aproveitou a caminhada turística pela região central de Brasília e comprou três pacotes de rosquinhas de castanhas brasileiras, produzidos pela Coop Cerrado. “É um trabalho com fundo social. Sempre busco produtos orgânicos na minha cidade”, afirma Ricardo, que vive em Cúcuta e veio à capital federal para assistir ao jogo entre Colômbia x Costa Marfim.

A produtora Claudete Martins Paião também aproveitava a visibilidade. Em parceria com a irmã e dois filhos, ela fabrica polpas, conservas e geleias à base de pimenta malagueta em Planaltina, região administrativa do Distrito Federal. “A visibilidade aumenta a cada ano. O governo nos oferece muitos espaços por meio de estandes e feiras”, conta Claudete, no ramo desde 2008.

Nas cidades-sede

Presente à inauguração, a ministra do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, Tereza Campello, acredita que a ação coordenada pela pasta contribui para aumentar a produção dos produtos orgânicos e da agricultura familiar. Além de Brasília, outras nove cidades-sede da Copa receberam ou receberão os quiosques. “Essa ação será um dos legados da Copa”, afirma.

Além de fomentar a agricultura familiar, promovendo inserção social dos pequenos produtores rurais, a campanha pretende contribuir para o incremento do comércio de produtos orgânicos, com geração de emprego e renda para centenas de trabalhadores.

Voluntários

A campanha Brasil Orgânico e Sustentável já foi aprovada pelos voluntários de Brasília e das outras cidades-sede. Eles recebem kits de lanche com frutas desidratadas, barras de cereal com castanha de baru e açaí, biscoito integral, banana passa orgânica, castanhas do Brasil, mel e sucos orgânicos. Na capital federal, os kits são entregues na Central do Voluntário, espécie base de apoio do grupo.

A voluntária Juliana Evangelista, por exemplo, gostou da iniciativa. Ela conta que já tentava manter uma alimentação saudável, mas não tinha acesso a alimentos orgânicos. “Quando bate aquela fome, às vezes dá vontade de comer doce. Mas agora eu sacio a vontade com o alimento orgânico”, conta a empregada pública, que adorou a castanha de baru.

Nos quiosques das 10 cidades-sede, 60 grupos e associações, que representam mais de 25 mil agricultores familiares, têm promovido e comercializado seus produtos. Há atendentes com fluência em inglês e espanhol para auxiliar os turistas estrangeiros.

» Saiba mais sobre o quiosque do Rio de Janeiro

SERVIÇO

Quiosque da Campanha Brasil Orgânico e Sustentável em Brasília
Local: Museu da República - Setor Cultural Sul lote 2 - Esplanada dos Ministérios - Brasília
Funcionamento: até quarta-feira (25.06), das 10h às 18h

Renato Freire, do Portal da Copa em Brasília 

Notícias Relacionadas

Estádio de Natal é o nono dos utilizados durante a Copa a obter o selo
+
Arena é a sétima construída para a Copa do Mundo a ter selo que atesta adoção de medidas sustentáveis na edificação. Capital gaúcha passa a ter dois palcos com registro do Green Building Council
+
Cooperativas de catadores atuaram nos 12 estádios do Mundial para a recuperação e separação dos resíduos deixados pelos torcedores durante os jogos
+
Na arena Castelão, foram 49,4 toneladas, enquanto na Fan Fest foram outras 41,4 toneladas. Atividade envolveu 350 catadores de 17 instituições
+