Estádio Nacional: iluminação para garantir transmissões e visibilidade perfeitas

18/05/2013 - 00:04
Arena conta com 465 refletores, com potência de dois mil watts cada, que iluminam o gramado. Dois conjuntos de painéis servirão para transmitir as informações audiovisuais

As arenas da Copa das Confederações e Copa do Mundo foram projetadas pensando, também, na qualidade das transmissões das partidas para a TV. Com a tecnologia de alta definição, o cuidado com a iluminação se tornou essencial para evitar sombreamento e garantir uma luz homogênea no campo. Para tanto, o Estádio Nacional Mané Garrincha conta com 465 refletores, com potência de dois mil watts cada, que iluminam o gramado.  

“Os refletores foram todos posicionados de forma estudada, para que não haja ponto de sombreamento. A gente fica com a sensação de que está de dia no estádio, no período da noite. O controle da iluminação fica na sala de monitoramento, para comandar a quantidade de refletores ligados. Isso porque, dependendo do evento, nem todos precisam estar ligados”, afirma Maruska Holanda, engenheira responsável pela obra.

A fachada é iluminada por 713 projetores, enquanto o entorno conta com 130 postes. Todos os acessos e áreas do estádio são iluminados por 11.317 luminárias, com tecnologia LED, que duram mais tempo, economizam até 20% de energia e são mais potentes em relação às lâmpadas incandescentes.

Foto: Danilo Borges/Portal da Copa#

Placares e som

O sistema de informações audiovisuais da arena é outro diferencial, que permitirá maior comodidade ao torcedor e outro tipo de experiência para desfrutar os espetáculos esportivos e culturais. Ao todo, são dois conjuntos de painéis eletrônicos de LED e equipamentos para o centro de geração e operação de conteúdo, que será utilizado na Copa das Confederações e na Copa do Mundo. Cada conjunto terá dois painéis: o principal, com área mínima de 90m² e, o secundário, de 27m².

Foto: Lula Marques/GDF#Os projetores irão reproduzir vídeos, avisos funcionais do estádio e vinhetas publicitárias, além de transmitir jogos ao vivo e os placares da partida em andamento. Além disso, serão fornecidas informações oficiais sobre público presente, escalações das equipes e árbitros, autores de gols, substituições de jogadores, faltas, cartões amarelos e vermelhos e tempo de prorrogação.

Os placares serão interativos: o torcedor poderá baixar gratuitamente em seu telefone celular um programa para participar de enquetes e sorteios, por exemplo, durante uma partida de futebol. O sistema oferecerá as informações para todas as plataformas da web, incluindo formatos específicos para os meios de comunicação.

A vencedora da licitação para o fornecimento dos equipamentos foi a empresa de tecnologia de Belo Horizonte Visual Sistemas Eletrônicos, que ofereceu proposta de R$ 3,29 milhões. Os novos placares estão alinhados ao conceito de sustentabilidade do Estádio Nacional em função do baixo consumo de energia elétrica.

O sistema de som é composto por 16 grupos de alto-falantes, que ficam instalados na cobertura. Eles são automatizados e sincronizados com o placar.

Imprensa

Os profissionais que farão a cobertura dos eventos no Estádio Nacional Mané Garrincha terão seis cabines de TV, com capacidade para quatro pessoas em cada. Há ainda uma sala para coletiva de imprensa, com capacidade para 262 pessoas, e uma tribuna com 260 lugares. A zona mista, local entre os vestiários utilizado para entrevistas, possui 542,93 m².

“O atendimento à imprensa foi bem pensado no projeto, porque a gente sabe que uma excelente transmissão depende da infraestrutura. E também o conforto que todos merecem. Temos estúdios localizados na mesma linha da área VVIP e para a Copa do Mundo temos uma estrutura diferenciada devido ao número de jornalistas. Então, acima da área VVIP, temos uma área exclusiva da imprensa para que dali se tenha uma visão excelente”, explica Maruska Holanda.

Para garantir a qualidade das transmissões também foram construídas plataformas de câmeras: uma principal, duas laterais, duas no anel inferior, uma no anel superior, uma no anel VIP, uma atrás do gol e uma do lado oposto ao banco de reserva.

» Acompanhe a cobertura completa do Portal da Copa para a inauguração do Estádio Nacional de Brasília

Gabriel Fialho – Portal da Copa

Notícias Relacionadas

Gols foram de Van Persie, Blind e Wijnaldum. Seleção anfitriã encerra o Mundial com a quarta colocação
+
Higuaín "desencantou" e marcou seu primeiro gol na Copa de 2014. Hermanos aguardam o vencedor do confronto entre Holanda e Costa Rica, logo mais, às 17h
+
Irmãos Alan e Lula Marques registram as obras, o trabalho dos operários e o ambiente dos primeiros jogos disputados na arena de Brasília
+
Equipe enfrenta a Argentina em Brasília, no sábado, na disputa de uma das vagas na semifinal
+