Esquemas de mobilidade aprovados na primeira partida da Copa na Arena Pernambuco

14/06/2014 - 21:59
Quase 50% dos 40 mil torcedores utilizaram BRT e metrô para chegar ao estádio

Os torcedores não tiveram problemas para chegar à Arena Pernambuco para assistir a partida entre Costa do Marfim e Japão, válida pelo Grupo C, na noite deste sábado (14.06). Principais formas de acesso, o BRT e o metrô registraram um fluxo intenso, mas com movimentação tranquila. A expectativa é que, juntos os dois modais transportem 46% dos 40 mil torcedores esperados.

Os japoneses promoveram uma verdadeira invasão na capital pernambucana. Para onde se olha, ao redor da Arena, os sorridentes rostos orientais, muitos deles pintados, dão o ar da graça. “Estou achando que hoje vai dar Japão. Temos o Honda, podemos ganhar por 1x0”, disse o Hiroaki Emi, enquanto acenava animado para recifenses da janela do ônibus.

Apesar de terem vindo em menor numero, os marfinenses também estão otimistas. Para o analista de telecomunicações Demba Diop, “se nós africanos somos bebês em Copas do Mundo, o Japão ainda nem nasceu. Vamos fazer 2 x 1, porque não queremos humilhar os companheiros”, brincou. Além dos torcedores de cada um dos times, muitos brasileiros e estrangeiros de países como México e Inglaterra invadiram a Arena.

A viagem de BRT, sistema que começou a funcionar uma semana antes do jogo, durou cerca de 40 minutos. Já o metrô registrou uma media de uma hora. Apesar da rapidez na mobilidade, os torcedores enfrentaram filas para entrar ao estádio devido a falhas em aparelhos de raios X. Os que esperavam na fila, ainda enfrentaram uma chuva fina.

Laura Cortizo/Portal da Copa#

Laura Cortizo, do Portal da Copa no Recife

Notícias Relacionadas

As duas equipes se enfrentarão em Singapura. Este será o quarto jogo do Brasil neste segundo semestre
+
BRT carioca teve seis novas estações inauguradas neste fim de semana e liga a Barra da Tijuca ao aeroporto do Galeão
+
Relatório da ANTT também aponta que a Argentina liderou os fretamentos internacionais no período
+
Tarifa é de R$ 2,15 e os usuários que desejarem experimentar o novo modal poderão utilizar o Vale Eletrônico Metropolitano (VEM)
+