Equipamento para impulsionar aeromóvel já está em Porto Alegre

18/12/2012 - 17:57
Os veículos suspensos, movidos a ar, permitirão integração e acesso rápido e direto dos usuários do metrô ao terminal do aeroporto da capital gaúcha

O equipamento responsável pelo movimento do aeromóvel chegou em Porto Alegre nesta segunda (17.12). O Grupo Moto-propulsor (GMP) é composto por um motor elétrico e um ventilador centrífugo industrial de alta rotação, responsáveis pelo processo de movimento dos veículos, através do deslocamento do ar. A instalação dos conjuntos no nível térreo de cada um dos terminais do aeroporto da capital gaúcha deve ser concluída até o final do mês. O aeromóvel fará a ligação entre a Estação Aeroporto da Trensurb e o Terminal 1 do Aeroporto Internacional Salgado Filho.

A empresa Somax Tecnologia Acústica Ltda., localizada na cidade do Rio de Janeiro, foi responsável pela construção dos moto-propulsores.  O motor elétrico é da empresa Voges, de Caxias do Sul. Todas as peças utilizadas na constituição do Aeromovel são de fabricação nacional.

Aeromóvel
O projeto é totalmente desenvolvido no Brasil e usa tecnologia 100% nacional. Os veículos suspensos, movidos a ar, permitirão integração e acesso rápido e direto dos usuários do metrô ao terminal aeroportuário. O trajeto de 998 metros, com duas estações de embarque, será percorrido em 90 segundos. A linha contará com dois veículos - um com capacidade para 150 passageiros, outro para 300 -, que estarão em funcionamento conforme a demanda do período. O projeto é orçado em R$ 33,8 milhões.

Desenvolvido pelo Grupo Coester, de São Leopoldo, o aeromóvel é um meio de transporte automatizado, em via elevada, que utiliza veículos leves, não motorizados, com estruturas de sustentação esbeltas. Sua propulsão é pneumática – o ar é soprado por ventiladores industriais de alta eficiência energética, por meio de um duto localizado dentro da via elevada. O vento empurra uma aleta (semelhante a uma vela de barco) fixada por uma haste ao veículo, que se movimenta sobre rodas de aço em trilhos.

Fonte: Trensurb

Notícias Relacionadas

Terminais que tiveram obras entregues foram os melhores avaliados em levantamento realizado entre abril e junho
+
Arena é a sétima construída para a Copa do Mundo a ter selo que atesta adoção de medidas sustentáveis na edificação. Capital gaúcha passa a ter dois palcos com registro do Green Building Council
+
Foi movimentado mais de um bilhão de reais na economia do estado, que recebeu 160 mil turistas estrangeiros e teve taxa média de ocupação hoteleira de 80%
+
Governo do DF divulgou balanço de ações para a Copa do Mundo. Investimentos em segurança, turismo, mobilidade urbana e aeroporto ficam para a cidade
+