Em jogo de sete gols na Arena Pernambuco, Itália vence e elimina o Japão

19/06/2013 - 20:58
Japoneses saíram na frente, mas italianos fizeram 4 x 3 e chegaram aos mesmos seis pontos do Brasil no Grupo A da Copa das Confederações. A seleção nipônica e o México já não têm mais chances de classificação

Japão e Itália fizeram um jogo emocionante e com muitos gols nesta quarta-feira (19.06), na Arena Pernambuco, em Recife (PE). Dois pênaltis, bolas na trave, virada no placar e até gritos de “olé”: teve de tudo na partida. No final, melhor para a Itália, que, com o 4 x 3 no placar, empatou com o Brasil em número de pontos no Grupo A da Copa das Confederações: ambos somam seis e os brasileiros levam vantagem no saldo de gols (5 a 2). Japão e México perderam duas partidas e já não têm mais chances de classificação para as semifinais.

O próximo adversário da Itália é justamente o Brasil. Valendo a liderança do Grupo A, as duas seleções se enfrentam no sábado (22.06), em Salvador (BA), às 16h. Também no sábado e no mesmo horário, Japão e México fazem o jogo dos eliminados, em Belo Horizonte (MG).

Primeiro tempo
Com muita velocidade e apoiado pela maior parte dos 40.489 torcedores que compareceram à Arena Pernambuco, o Japão começou a partida de maneira mais incisiva que a Itália. Desde os primeiros minutos, eles se lançaram ao ataque e criaram algumas chances de gol. Na melhor delas, Shinji Kagawa carregou pela esquerda e cruzou para a área. Maeda cabeceou sozinho, mas a bola saiu fraca, para defesa de Buffon.

O esforço do Japão acabou premiado aos 19, quando o árbitro marcou pênalti em disputa de bola entre Buffon e Okazaki. Honda foi para a cobrança, bateu forte e fez o primeiro gol do Japão nesta Copa das Confederações.

Depois do gol, a Itália tentou ir para cima, mas o Japão continuou melhor. E aos 32 minutos, saiu o segundo gol do Japão. Depois de cobrança de escanteio pela direita, a zaga italiana se atrapalhou e a bola sobrou para Kagawa, que bateu com estilo para o fundo das redes. O gol incendiou a torcida, que começou a gritar “olé” a cada toque na bola do Japão.

Mesmo sem jogar bem, a Itália conseguiu diminuir aos 40. Pirlo cobrou escanteio pela direita e De Rossi cabeceou para o fundo das redes.  Depois do gol, a Itália finalmente conseguiu pressionar o adversário, criando várias chances de gol. Giaccherini chegou a mandar uma bola na trave, mas logo depois o árbitro apitou o fim do primeiro tempo e os japoneses foram para o intervalo em vantagem no placar.

Itália x Japão - Imagens da torcida na Arena Pernambuco

Itália x Japão - Imagens da torcida na Arena Pernambuco

Segundo tempo
No começo da etapa final, começou a chover na Arena Pernambuco. Mas o jogo continuou repleto de emoções. Logo aos 4 minutos, em um vacilo da defesa do Japão, Giaccherini cruzou para Balotelli e Uchida, ao tentar tirar, acabou mandando contra o próprio gol. Tudo igual no placar: 2 x 2.

Um minuto depois, o árbitro viu pênalti quando GIovinco chutou e a bola acertou o braço de Hasebe. Na cobrança, o atacante Balotelli colocou a Itália em vantagem: 3 x 2 de virada. Mesmo em desvantagem pela primeira vez na partida, os japoneses não desanimaram. Após o terceiro gol da Itália, o Japão passou a dominar as ações e com 19 minutos tinha 54% de posse de bola. Maeda fez boa jogada aos 19, mas chutou para fora. O empate veio aos 23, quando Endo cobrou uma falta para a área e Okazaki, de cabeça, mandou para as redes.

A partida continuou muito movimentada e o Japão quase conseguiu virar o placar aos 33, quando Honda fez ótima jogada e a bola sobrou para Hasebe, que mandou para fora. Três minutos depois, uma jogada incrível: Okazaki chutou na trave, a bola voltou para o atacante e ele mandou no travessão. A torcida pernambucana foi ao delírio e voltou a impulsionar os japoneses.

Mesmo assim, a Itália riu por último. Aos 40, De Rossi lançou Marchisio, que cruzou para Giovinco fazer o quarto gol dos italianos. O Japão ainda teve tempo de mandar a bola para as redes mais uma vez, mas o árbitro assinalou impedimento de Okazaki. Após muita luta, os japoneses saíram de campo aplaudidos pela torcida, apesar da derrota.

Leia também:

» Técnico da Itália comemora virada, mas diz que time sofreu com o calor

» Coragem e experiência foram as grandes conquistas do Japão, afirma Zaccheroni

Portal da Copa

Notícias Relacionadas

As duas equipes se enfrentarão em Singapura. Este será o quarto jogo do Brasil neste segundo semestre
+
Tarifa é de R$ 2,15 e os usuários que desejarem experimentar o novo modal poderão utilizar o Vale Eletrônico Metropolitano (VEM)
+
Espaços oferecem entretenimento, local para descanso, informações turísticas, internet wifi e outras comodidades para os viajantes. No Santos Dumont, 26,8 mil pessoas aproveitaram a estrutura oferecida
+
Estádios da Copa 2014 são pioneiros na busca de certificação ambiental internacional
+