CT do Caju, em Curitiba, está pronto para receber os campeões do mundo

05/02/2014 - 18:22
Ministro do Esporte visitou a estrutura do Atlético-PR, que abrigará a Espanha durante a Copa. Previsão é de que a delegação chegue em 22 de maio

Foto: Danilo Borges/Portal da Copa#Se o desempenho de uma seleção na Copa do Mundo for diretamente proporcional à qualidade da estrutura e do ambiente que ela tiver à disposição para a reta final de preparação, os brasileiros têm muito a temer a Espanha. Os atuais campeões do mundo adotaram o CT do Caju, do Atlético-PR, como base durante a competição. A previsão é de que a esquadra capitaneada por Xavi e Iniesta chegue para um período de até 40 dias em Curitiba em 22 de maio.

O complexo esportivo na Estrada do Ganchinho ocupa uma área total de 220 mil metros quadrados. São 5 mil metros quadrados de área construída. Há oito campos oficiais, um campo de goleiros, um campo com paredão para treinamento de habilidades motoras, quadras poliesportivas, cancha de areia, duas piscinas térmicas, sala de musculação e estrutura de fisioterapia e reabilitação física. Na área de hospedagem, são dois hotéis com acomodações para 180 hóspedes por dia, dois restaurantes com capacidade para 800 refeições diárias e lavanderia equipada para até 60 mil peças por mês.

De Imperador a Pet

Foi essa estrutura que o ministro do Esporte, Aldo Rebelo, conferiu nesta quarta-feira (5.02), na terceira escala de suas visitas aos locais que receberão as 31 seleções adversárias do Brasil na Copa do Mundo. Ao lado do presidente do clube, Mário Celso Petraglia, Rebelo conheceu atletas das divisões Sub-15 e Sub-18 do Furacão, conferiu o trabalho de reabilitação física de Adriano Imperador, conversou com Petkovic, atualmente responsável pelo time Sub-23 e pela coordenação das categorias de base, avaliou as acomodações dos atletas, almoçou no refeitório e circulou por toda a estrutura.

“A seleção espanhola vai encontrar o que há de melhor no futebol brasileiro. Há toda uma estrutura para que o atleta seja tratado com todo o cuidado, seja na preparação física, nos treinos, na recuperação de lesões, no repouso, na alimentação. Tudo faz com que esse centro se configure como modelo e exemplo”, afirmou Rebelo.

Segundo o ministro, os Centros de Treinamento de Seleções (CTS) fazem com que a abrangência do Mundial transcenda as 12 sedes e amplie o impacto financeiro da Copa no país. “Nós, no Ministério do Esporte, valorizamos muito o papel desses CTS, porque eles integram a base física que permitirá ao país organizar a Copa. As seleções passarão mais tempo nos CTs do que nos estádios. Esse centros oferecerão uma ideia, uma imagem da capacidade das condições do país de acolher eventos”.

“Nós temos muito orgulho do que possuímos e ofertamos para nossos atletas. E muito orgulho de  de poder transferir isso para os campeões do Mundo. Eles receberão apoio, carinho e toda a infra-estrutura que temos para acolher atletas de alta performance”, disse presidente do Atlético-PR, Mário Celso Petraglia.

Foto: Paulino Menezes/Portal da Copa#

Cuidado com a base

Uma das características do Atlético-PR é ser um clube formador. “Isso significa que temos uma responsabilidade muito grande em relação aos meninos que entram aqui”, afirmou a mestre em ciências da Educação e psicopedagoga Vânia Ratto. “Somos corresponsáveis pela formação deles. Temos de garantir que eles tenham 75% de frequência ao longo do ano e um desempenho condizente”, explicou.

Como a rotina dos atletas exige viagens constantes, há parceria com três colégios estaduais e uma estrutura de professores particulares, aulas de reforço e investimentos em formações complementares para garantir que os garotos tenham a assistência necessária, já que muitos vêm de longe para tentar a profissão. Casos como o de Gabriel Mesquita, goleiro de 14 anos e 1,93m, cumprimentado por Aldo Rebelo por sua origem, alagoana como a do ministro. 

“É uma profissão que todos olham de longe e acham super simples. Mas é um processo bem complexo até formar atletas capazes de representar o país. Alguns são de origem muito humilde. Tentamos contribuir com noções de higiene, de saúde, aulas de inglês, trabalhamos valores como o respeito ao próximo”, disse Vânia.

Visita ao CT do Caju - Aldo Rebelo - Curitiba

Visita ao CT do Caju - Aldo Rebelo - Curitiba

Tour pelos CTS

O ministro iniciou o tour de visitas aos Centros de Treinamento na segunda-feira, com uma visita ao CT do São Paulo, que será a casa dos Estados Unidos na Copa. Na terça, passou por Campinas. Lá, Portugal usará as instalações da Ponte Preta e a Nigéria treinará na estrutura do Guarani. Ainda nesta quarta, Aldo Rebelo passaria pelo CT de Viamão, na região metropolitana de Porto Alegre, que será adotado pelo Equador.

» Confira onde cada seleção ficará hospedada e treinará durante a Copa do Mundo

Gustavo Cunha - Portal da Copa

Notícias Relacionadas

Secretário executivo do Ministério do Esporte afirma que o aprendizado adquirido com o Mundial dará melhores condições para o Brasil enfrentar os desafios da preparação do maior evento esportivo do planeta
+
Evento “Copa 2014: legados para o Brasil” mostra resultados econômicos, culturais e de infraestrutura
+
Os legados esportivos, econômicos, de infraestrutura, de imagem e promoção do Brasil, dentre outros, serão abordados nos dois dias de palestras
+
Diretora da Unaids no Brasil se encontrou nesta terça com o ministro do Esporte, que assinou a bola que simboliza a iniciativa. Um exemplar com as rubricas da presidenta Dilma e de outros chefes de Estado será levado para a Assembleia Geral da ONU
+