Conheça o CT de Cotia, que será usado pela Colômbia durante a Copa

11/04/2014 - 15:08
Espaço que pertence ao São Paulo tem 11 campos de futebol, um deles com dimensões oficiais, e um Centro Integrado de Recuperação e Fisioterapia

Foto: Fernando Guedes/ME#

O ministro do Esporte, Aldo Rebelo, visitou na manhã desta sexta (11.04) o Centro de Treinamento do São Paulo FC em Cotia (SP), que será usado pela Seleção da Colômbia durante a Copa do Mundo. Na quinta-feira (10.04), o técnico dos colombianos, José Pekerman, visitou o CT.

Inaugurado em 2005, chamado de Ano de Ouro pelos são-paulinos, o Centro de Formação de Atletas Presidente Laudo Natel ocupa uma área de 220 mil metros quadrados, tem 11 campos de futebol – um deles com dimensões oficiais – e um centro integrado de recuperação e fisioterapia.

Centro de Treinamento - Cotia (SP) - Base da Colômbia

Centro de Treinamento - Cotia (SP) - Base da Colômbia

"Aqui temos uma demonstração da capacidade do Brasil para fornecer serviços esportivos para o mundo inteiro. Este CT é referência internacional e está no topo do padrão de excelência do treinamento esportivo", disse Aldo Rebelo.

O ministro lembrou que Cotia terá, também, um espaço público importante para a prática de esportes: a cidade foi contemplada com um Centro de Iniciação ao Esporte (CIE), que será construído com recursos do Ministério do Esporte. No espaço poderão ser praticadas 13 modalidades.

Fonte: Ministério do Esporte

Notícias Relacionadas

Secretário executivo do Ministério do Esporte afirma que o aprendizado adquirido com o Mundial dará melhores condições para o Brasil enfrentar os desafios da preparação do maior evento esportivo do planeta
+
Evento “Copa 2014: legados para o Brasil” mostra resultados econômicos, culturais e de infraestrutura
+
Os legados esportivos, econômicos, de infraestrutura, de imagem e promoção do Brasil, dentre outros, serão abordados nos dois dias de palestras
+
Diretora da Unaids no Brasil se encontrou nesta terça com o ministro do Esporte, que assinou a bola que simboliza a iniciativa. Um exemplar com as rubricas da presidenta Dilma e de outros chefes de Estado será levado para a Assembleia Geral da ONU
+