Entrada de turistas estrangeiros no Brasil cresce 4,5%

23/04/2013 - 10:43
País recebeu 5,6 milhões de visitantes não residentes em 2012, o que representa 243.489 pessoas a mais do que no ano anterior

Os destinos brasileiros receberam 5.676.843 visitantes de fora do país em 2012: um crescimento de 4,5% em relação a 2011. Os países da América do Sul são os principias emissores, respondendo por 46,3% do total.

A vinda de turistas de países integrantes do grupo dos Brics (composto por Brasil, Índia, Rússia, China e África do Sul) cresceu. O destaque é a China, que teve um salto de 17,8% em 2012 (65.945 turistas), em relação ao ano anterior (55.978), subindo duas posições no ranking de origens.

“Temos avançado, mas o ritmo ainda pode melhorar. Os nossos números ainda são pequenos se levarmos em consideração todo o potencial brasileiro”, afirmou o ministro do Turismo, Gastão Vieira. Para ele, a estratégia para aumentar o turismo internacional passa pela melhora da competitividade dos destinos, o aumento e a qualificação da oferta.

A Argentina aparece como primeiro colocado na lista de países emissores, com 1.593.775 visitantes, seguida pelos Estados Unidos (594.947). A Alemanha, que estava em 4º lugar no ranking de 2011, atrás do Uruguai, subiu uma posição em 2012 e assumiu a terceira colocação, passando de 241.739 turistas para 253.437, um aumento de 4,8%.

Os efeitos da crise europeia foram sentidos em Portugal, Grécia e Espanha, com retração de 8,2%, 1,2% e 5,2%, respectivamente. Os países responderam, em 2012, por 168.649, 6.343 e 180.406 chegadas.

Portas de entrada
São Paulo é a principal porta de entrada dos turistas estrangeiros: foram 2.110.427 chegadas em 2012. O Rio de Janeiro aparece em primeiro lugar na lista de destinos de lazer, respondendo por 1.164.187 turistas.

Também se destacam o Rio Grande do Sul (810.670) e o Paraná (791.396), onde o acesso ocorre prioritariamente por via terrestre, dos países fronteiriços da América do Sul.

A entrada de visitantes estrangeiros ocorreu, prioritariamente, por via aérea (3.986.629), seguida pela terrestre, com 1.540.646 chegadas, representando 70% e 27% do total, respectivamente.

Fonte: Ministério do Turismo

Notícias Relacionadas

Visitantes gastaram US$ 6,9 bilhões no país. O resultado teve forte influência da Copa do Mundo
+
Ações do Mundial foram apresentadas a gestores públicos em encontro no Palácio do Planalto. Pronatec Turismo registrou mais de 166 mil matriculados até o início do torneio
+
Entrada de divisas alcançou 797 milhões de dólares, novo recorde mensal desde que o Banco Central começou a calcular essa informação, em 1948
+
A maioria dos visitantes estrangeiros optaram pelos locais no Brasil. Dentre os destinos estão as capitais Rio de Janeiro, Natal, Fortaleza, Salvador e Recife, além de Jericoacoara, Ipojuca, Búzios, Angra dos Reis e Parati
+