Cem dias para a Copa: Ronaldo diz que não vê a hora de começar o Mundial

04/03/2014 - 13:08
Em artigo publicado nesta terça-feira (04.03) no site da FIFA, o ex-jogador e membro do Comitê Organizador Local falou da ansiedade com a proximidade do torneio e comentou a preparação do país, acompanhada de perto por ele

Em artigo publicado nesta terça-feira (04.03) no site da FIFA, o ex-jogador e membro do Comitê Organizador Local (COL), Ronaldo Nazário, falou da ansiedade com a proximidade da Copa do Mundo da FIFA Brasil 2014.

“Falta pouco para o grande show e o encontro dos melhores jogadores do planeta. Messi, Cristiano Ronaldo, Iniesta, Neymar... Não vejo a hora”, disse o Fenômeno, que detém o título de maior artilheiro de todas as Copas, com 15 gols marcados em três edições do torneio.

Ronaldo disse que vê a competição como uma chance de mostrar ao mundo outras qualidade do Brasil além da habilidade no esporte. Ele citou a economia forte e a diversidade do país.

“Também somos um país de fortes contrastes sociais, mas que fez avanços importantes para corrigi-los. Uma sociedade diversa mas coesa. Somos terra de gente talentosa, batalhadora, criativa e inovadora, características bem representadas nos dribles mágicos e desconcertantes do Neymar, na música do maestro Tom Jobim e na ciência de Miguel Nicolelis, que com a pesquisa do exoesqueleto dá esperança a paraplégicos que sonham caminhar novamente”, disse.

Preparação

Rolando também ressaltou que, como membro do Conselho Administrativo do COL, está acompanhando de perto  a preparação das doze sedes. Ele relembrou a realização da Copa das Confederações em junho de 2013, o sorteio dos grupos, realizado em dezembro do ano assado, e o Seminário das Seleções, que reuniu representantes das 32 equipes classificadas para o Mundial em Florianópolis, em fevereiro desde ano. O Fenômeno falou ainda dos desafios que o país deve enfrentar até o pontapé inicial, em 12 de junho, na Arena Corinthians, em São Paulo.

“Desde o início do ano, já inauguramos dois novos estádios: a Arena das Dunas, em Natal, e o novo Beira-Rio, em Porto Alegre. Estão lindos, assim como estão ficando a Arena Amazônia, a Arena da Baixada, a Arena Pantanal e a Arena Corinthians. Até a Copa, os estádios da competição terão passado por eventos-teste, fundamentais para que todos os envolvidos na organização façam ajustes em suas operações”, disse.

Confira o artigo completo no site da FIFA.

Notícias Relacionadas

Mais de dois mil itens, entre televisores, computadores e telefones celulares, serão entregues a 64 escolas das doze sedes, além de 26 organizações não-governamentais
+
No período do Mundial, a capital federal recebeu 633 mil visitantes, sendo 488.903 brasileiros e 143.743 estrangeiros. Números superaram as estimativas iniciais
+
Foi movimentado mais de um bilhão de reais na economia do estado, que recebeu 160 mil turistas estrangeiros e teve taxa média de ocupação hoteleira de 80%
+