Capacidade 85% maior nos terminais até 2013

24/09/2011 - 23:47
Infraero prevê investimentos de R$ 6,5 bilhões para que os terminais brasileiros tenham estrutura superior à demanda antes do Mundial

Os aeroportos serão os primeiros locais que muitos dos 600 mil turistas estrangeiros, estimados para a Copa do Mundo FIFA 2014, conhecerão no Brasil. Eles também serão as portas de entrada para muitos dos três milhões de brasileiros que circularão pelo país em função do evento. A mil dias do torneio, o Governo Federal trabalha para que todos os terminais estejam aptos a receberem os visitantes e a atenderem a uma forte demanda do Brasil decorrente da expansão da classe média.

A estimativa da Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero) é de que todos os aeroportos das cidades-sede tenham capacidade acima do movimento de passageiros ainda em 2013. Até a Copa, a capacidade operacional será incrementada em 118 milhões de passageiros ao ano, o que representa 85% de aumento. Para isso, o investimento estimado será de R$ 6,5 bilhões nos 13 aeroportos (nas 12 cidades-sede e mais Viracopos em Campinas) com maior procura para o Mundial.

O presidente da Infraero, Gustavo do Vale, ressalta que o cronograma para as obras está sendo cumprido, tanto nos trabalhos de infraestrutura quanto no de atendimento aos usuários. “Temos como objetivo alcançar uma excelência cada vez maior, oferecendo infraestrutura de qualidade, conforto e segurança para todos os usuários da rede. É um desafio notável, especialmente tendo em mente o crescimento da demanda pelo transporte aéreo nos últimos anos, mas nos empenhamos no cumprimento da missão.”

Questão urgente

O ministro do Esporte, Orlando Silva, afirmou reiteradas vezes que os aeroportos brasileiros estarão adequados para o Mundial, mas, principalmente, ofertarão serviços de qualidade à população. “No primeiro semestre de 2011, alcançamos crescimento de quase 20% em comparação ao mesmo período do ano anterior, enquanto os Estados Unidos tiveram 4% e a China, 10%. Temos que celebrar porque é uma conquista do governo que representa aumento da capacidade de consumo, mas que traz desafios e, por isso, não devemos pensar em aeroportos somente para a Copa. Essa questão é do país e é urgente”, destacou Silva, durante reunião do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social, na Casa Civil, no fim de agosto.

Para aumentar essa capacidade de receber passageiros durante o evento, a Infraero instalou módulos operacionais que funcionam como salas de embarque e desembarque nos aeroportos. Os terminais que já contam com a ampliação são os de Brasília (DF), Florianópolis (SC), Guarulhos (SP), Campinas (SP) e Vitória (ES). Ainda vão receber os módulos os terminais de Porto Alegre (RS) e Cuiabá (MT).

Em Porto Alegre, o módulo terá 1,8 mil m² e ampliará a capacidade do aeroporto em 1,5 milhão de passageiros. A obra vai até novembro, com investimento de R$ 4,17 milhões. Já no aeroporto de Viracopos, em Campinas, a área é de 1,2 mil m² com capacidade para atender 2,5 milhões de passageiros que farão check-in. O investimento foi de R$ 5 milhões. Nesses locais, são oferecidos os mesmos confortos das áreas de embarque tradicionais, com ar-condicionado, sanitários e sistema informativo de voos.

Valter Campanato/ABr#Gustavo do Vale, presidente da Infraero, ressalta<br>que o cronograma está sendo cumpridoControle aprimorado

Paralelamente, a Secretaria de Aviação Civil elaborou uma diretriz que prevê a instalação de Centros de Gerenciamento Aeroportuário (CGA). Eles surgem para ordenar, em tempo real, operações de aeronaves e movimentação de passageiros e de bagagens. Tudo de forma integrada com as companhias aéreas e órgãos públicos que atuam nos terminais. Nove aeroportos já contam com CGA’s: Guarulhos, Congonhas, Galeão, Santos Dumont, Brasília, Confins, Salvador, Porto Alegre e Curitiba.  

“Essas melhorias significam atendimento simplificado e mais veloz, novas formas para o passageiro obter informações importantes e ampliações da própria infraestrutura disponível. Com as ações previstas até 2014 e a intensificação da interação da Infraero com o público, o objetivo é expandir o escopo dessa qualificação”, diz Gustavo do Vale.

A interação com os usuários se dá por ações como a "Campanha Fique por Dentro", o reforço do atendimento aos usuários, a entrada da Infraero no universo das redes sociais e o aplicativo “Voos Online”, que ganhará versões em inglês e espanhol. Além disso, Brasília (DF), Congonhas (SP), Guarulhos (SP), e Galeão (RJ) já contam, desde setembro com serviço de internet wi-fi gratuito. A previsão é expandir a iniciativa para mais 14 aeroportos.

Confira as ações em andamento nos 13 aeroportos que serão mais utilizados na Copa:

BELO HORIZONTE

Reforma e ampliação do terminal de passageiros e adequação do sistema viário.

Previsão de término: dezembro de 2013.

Reforma e ampliação da pista de pouso e do sistema de pátios.

Previsão de término: dezembro de 2013.

Terminal de Passageiros Remoto

Previsão de término: março de 2013.

Investimento total: R$ 508,7 milhões.

 

Dados Operacionais

2010

2014

Terminal de passageiros (m2)

60.305

67.675

Capacidade do terminal (ano)

10,2 milhões

16,5 milhões

Demanda Passageiros/ano

7,2 milhões

13 milhões

Pátio de aeronaves (m2)

112.124

304.524

 

BRASÍLIA*

Reforma e ampliação do terminal de passageiros (1ª Fase), ampliação do sistema de pátios de aeronaves e do sistema viário e construção de edificações complementares.

Previsão de término: dezembro de 2013.

Construção de Módulo Operacional.

Previsão de término: novembro de 2011

Segundo viaduto e pistas

Previsão de término: novembro de 2013.

Investimento total: R$ 864,7 milhões.

 

Dados Operacionais

2010

2014

Terminal de passageiros (m2)

81.200

171.200

Capacidade do terminal (ano)

14 milhões

26,5 milhões

Demanda Passageiros/ano

14,3 milhões

21,3 milhões

Pátio de aeronaves (m2)

181.000

403.000

* Incluído no processo de concessão a ser realizado em dez/11. 

 

CAMPINAS*

Construção do Novo Terminal de Passageiros e Pátio (1ª Fase).

Previsão de término: dezembro de 2013

Adequação do Terminal de Passageiros Existente.

Previsão de término: outubro de 2013

Construção do Módulo Operacional.

Conclusão: agosto de 2011

Investimento total: R$ 796,6 milhões.

 

Dados Operacionais

2010

2014

Terminal de passageiros (m2)

25.215

103.982

Capacidade do terminal (ano)

6,8 milhões

24 milhões

Demanda Passageiros/ano

5,4 milhões

9,5 milhões

Pátio de aeronaves (m2)

190.051

568.596

* Incluído no processo de concessão a ser realizado em dez/11. 


CUIABÁ

Reforma e Ampliação do Terminal de Passageiros, Adequação do Sistema Viário e Construção do Estacionamento.

Previsão de término: julho de 2013.

Módulo Operacional.

Previsão de término: novembro de 2011.

Investimento total: R$ 91,3 milhões.

 

Dados Operacionais

2010

2014

Terminal de passageiros (m2)

5.460

13.200

Capacidade do terminal (ano)

1,9 milhão

5,7 milhões

Demanda Passageiros/ano

2,1 milhões

3,1 milhões

Pátio de aeronaves (m2)

38.600

40.000


CURITIBA

Ampliação do Terminal de Passageiros e Ampliação do Sistema Viário.

Previsão de término: outubro de 2013

Ampliação do Sistema de Pátios e Restauração da Pista de Pouso.

Previsão de término: abril de 2012

Investimento total: R$ 84,5 milhões

 

Dados Operacionais

2010

2014

Terminal de passageiros (m2)

45.000

62.445

Capacidade do terminal (ano)

7,8 milhões

14,6 milhões

Demanda Passageiros/ano

5,7 milhões

7,6 milhões

Pátio de aeronaves (m2)

84.062

143.941

 


FORTALEZA

Reforma e Ampliação do Terminal de Passageiros e Adequação do Sistema Viário (1ª Fase).

Previsão de término: dezembro de 2013

Investimento total: R$ 349,8 milhões.

 

Dados Operacionais

2010

2014

Terminal de Passageiros (m2)

38.500

117.620

Capacidade do terminal/ano

6,2 milhões

8,6 milhões

Demanda Passageiros/ano

5 milhões

7 milhões

Pátio de aeronaves (m2)

135.710

173.710

 

MANAUS

Reforma e Ampliação do Terminal de Passageiros e Adequação do Sistema Viário.

Previsão de término: Dezembro de 2013

Investimento total: R$ 394,1 milhões.

 

Dados Operacionais

2010

2014

Terminal de passageiros (m2)

43.000

97.258

Capacidade do terminal (ano)

6,4 milhões

13,5 milhões

Demanda Passageiros/ano

2,6 milhões

3,8 milhões

 

NATAL

Execução dos serviços de terraplenagem das pistas de taxiamento e do pátio de aeronaves, execução de canaletas do sistema de drenagem e infraestrutura de balizamento nas bordas internas das pistas. 

Previsão de término: novembro de 2013.

Investimento total: R$ 582,4 milhões (incluídos os R$ 408 milhões investidos pelos concessionários).

 

Dados Operacionais

2010

2014

Pista de pouso (m)

3.000 x 60

3.000 x 60

Capacidade do terminal (ano)

-

5,9 milhões

Demanda Passageiros/ano

-

2,9 milhões

Pátio de aeronaves (m2)

216.00

216.000

 

PORTO ALEGRE

Reforma e Ampliação do Terminal de Passageiros e do Pátio de Aeronaves  (1ª Fase).

Previsão de término: dezembro de 2013.

Módulo Operacional.

Previsão de término: novembro de 2011.

Pista.

Previsão de término: dezembro de 2013.

Investimento total: R$ 579,2 milhões.

 

Dados Operacionais

2010

2014

Terminal de passageiros (m2)

37.600

104.350

Capacidade do terminal (ano)

11,2 milhões

15,2 milhões

Demanda Passageiros/ano

6,6 milhões

8,8 milhões

Pátio de aeronaves (m2)

157.930

197.130

 

RECIFE

Construção da Nova Torre de Controle.

Previsão de término: dezembro de 2013.

Investimento total: R$ 18,5 milhões.

 

RIO DE JANEIRO

Reforma do Terminal de Passageiros 1.

Previsão de término: julho de 2013.

Reforma do Terminal de Passageiros 2.

Previsão de término: outubro de 2013.

Pistas e pátio.

Previsão de término: outubro de 2013.

Investimento total: R$ 813,3 milhões.

 

Dados Operacionais

2010

2014

Terminal de passageiros (m2)

316.681

316.681

Capacidade do terminal/ano

17,4 milhões

44 milhões

Demanda Passageiros/ano

12,3 milhões

18,7 milhões

Pátio de aeronaves (m2)

712.895

712.895

 

SALVADOR

Reforma e Adequação do Terminal de Passageiros e Ampliação do Pátio de Aeronaves.

Previsão de término: julho de 2013.

Construção da Torre de Controle.

Previsão de término: novembro de 2013.

Investimento total: R$ 47,6 milhões.

 

Dados Operacionais

2010

2014

Terminal de passageiros (m2)

69.750

69.750

Capacidade do terminal/ano

12,9 milhões

12,9 milhões

Demanda Passageiros/ano

7,6 milhões

10,2 milhões

Pátio de aeronaves (m2)

79.645

91.855

Torre "solo" (m)

-

60

Torre + Pavimento Técnico (m2)

-

440

 

SÃO PAULO*

Ampliação e revitalização do sistema de pistas e pátios.

Previsão de término: outubro de 2013.

Construção de Pistas de Táxi e de Saída Rápida.

Previsão de término: março de 2013.

Terminal Remoto - Desembarque e Check-in (Fase 1)

Previsão de término: janeiro de 2012

Terminal Remoto - Desembarque e Check-in (Fase 2)

Previsão de término: dezembro de 2012

Construção do Terminal de Passageiros 3 (1ª Fase)

Previsão de término: novembro de 2013

Investimento total: R$ 1,3 bilhão.

 

Dados Operacionais

2010

2014

Terminal de passageiros (m2)

175.700

288.866

Capacidade do terminal/ano

24,9 milhões

52,7 milhões

Demanda Passageiros/ano

26,8 milhões

38,9 milhões

Pátio de aeronaves (m2)

491.500

801.005

* Incluído no processo de concessão a ser realizado em dez/11.

Gabriel Fialho – Portal da Copa

Notícias Relacionadas

Terminais que tiveram obras entregues foram os melhores avaliados em levantamento realizado entre abril e junho
+
Planejamento minucioso que foi feito para o Mundial deve servir de base para a gestão e operação dos aeroportos brasileiros, na opinião do ministro da Aviação Civil, Moreira Franco
+
Argentina, Chile e Uruguai são os países da região que enviaram mais visitantes ao país por avião
+
Foram registradas 5.185 demandas nos aeroportos e 75 nos estádios das 12 cidades-sede
+