Brasiliense vence jogo inaugural do Estádio Nacional e solta o grito de campeão

18/05/2013 - 20:33
Primeira partida da arena de Brasília para a Copa do Mundo terminou com 3 x 0 no placar e título do campeonato local para o Jacaré

Fotos: Danilo Borges/Portal da Copa#Cinco horas depois da entrega oficial do Estádio Nacional de Brasília Mané Garrincha, a bola rolou pela primeira vez no novo gramado neste sábado (18.05). O segundo jogo da final do Campeonato Brasiliense de Futebol, entre Brasília e Brasiliense, serviu também para que o Governo do Distrito Federal testasse alguns aspectos da operação da arena.

Das 12h até as 20h, foi montado um esquema especial de trânsito. As vias próximas ao estádio tiveram acesso limitado e quatro linhas especiais de ônibus estavam disponíveis para os torcedores. O metrô também funcionou em horário diferenciado, das 6h às 24h. A entrada dos torcedores foi organizada com gradis e voluntários davam orientações.  

Antes do apito inicial, os telões da nova arena transmitiram um vídeo do presidente da FIFA, Joseph Blatter. Ele lamentou por não poder ter comparecido à entrega do estádio, mas disse que está ansioso para ver o jogo de abertura da Copa das Confederações, entre Brasil e Japão, que será disputado em Brasília no dia 15 de junho.  Blatter também elogiou a arena e a colocou entre as melhores do mundo.

Depois, com as equipes do Brasiliense e do Brasília perfiladas em campo, foi executado o Hino de Brasília e o Hino Nacional, este na voz de Elza Soares, que foi companheira do ex-jogador Mané Garrincha, bicampeão mundial pela Seleção Brasileira.

Brasiliense campeão

Se antes do jogo a festa tomou conta do estádio, com direito a muitas “olas”, no fim da partida quem comemorou foi a torcida do Brasiliense. O time amarelo do Distrito Federal fez 3 x 0 no Brasília e conquistou a taça de campeão candango, que foi entregue pelo secretário extraordinário da Copa no DF, Cláudio Monteiro, pelo secretário de Esportes do DF, Júlio Ribeiro, e pelo presidente da Federação Brasiliense de Futebol, Jozafa Dantas.

Para entrar na história do estádio como o autor do primeiro gol na nova arena, o lateral-direito do Brasiliense, Bocão, precisou mandar a bola para as redes duas vezes. No primeiro tempo, o jogador viu o juiz apitar impedimento e anular o gol. Mas logo aos quatro minutos da segunda etapa, Bocão chutou para as redes e dessa vez saiu para comemorar. “Foi uma emoção jogar no novo estádio e ainda mais poder entrar na história com esse gol”, disse o jogador, após a partida, já com a medalha de campeão no peito.

Impressionado com a grandiosidade do novo Mané Garrincha, Bocão foi só elogios para a arena. “Vai ser um privilégio para qualquer um que vier jogar aqui”. Ao ser perguntado qual a melhor lembrança que levaria do dia, ele não titubeou: "O primeiro gol”.

Depois que Bocão mostrou o caminho das redes, o Brasiliense fez mais dois gols. Washington recebeu ótimo passe de Romarinho, filho do ex-jogador Romário, e fez o segundo. Já nos acréscimos da partida, o próprio Romarinho fechou o placar.

Os jogadores do Brasiliense receberam as medalhas e o troféu do Campeonato Candango 2013 ainda no gramado e aproveitaram para fazer muita festa com a torcida. Durante a comemoração, um torcedor invadiu o gramado para abraçar os jogadores, mas foi retirado pelos seguranças.

» Confira galeria de fotos do jogo inaugural

Mateus Baeta - Portal da Copa

Notícias Relacionadas

Estádio de Natal é o nono dos utilizados durante a Copa a obter o selo
+
Secretário executivo do Ministério do Esporte afirma que o aprendizado adquirido com o Mundial dará melhores condições para o Brasil enfrentar os desafios da preparação do maior evento esportivo do planeta
+
Evento “Copa 2014: legados para o Brasil” mostra resultados econômicos, culturais e de infraestrutura
+
Os legados esportivos, econômicos, de infraestrutura, de imagem e promoção do Brasil, dentre outros, serão abordados nos dois dias de palestras
+