Brasil Orgânico e Sustentável expõe produtos da agricultura familiar em Salvador

18/06/2014 - 23:57
Quiosque está instalado na Praça do Terreiro de Jesus, no Pelourinho, e cria perspectivas de crescimento para cooperativas da região

A Copa do Mundo da FIFA 2014 no Brasil gira em torno do futebol. Os jogos disputados nas 12 sedes são a principal atração e o grande fator de motivação que trouxe torcedores do mundo inteiro ao país. Mas uma campanha do Ministério do Desenvolvimento Social e do Combate à Fome (MDS) está aproveitando o Mundial e a grande circulação de turistas para promover e divulgar o trabalho da agricultura familiar brasileira.

O Brasil Orgânico e Sustentável instalou quiosques em 10 das 12 sedes da Copa, dando oportunidade às cooperativas para expor e comercializar os produtos de cada região. No total, 60 grupos e associações representando cerca de 25 mil famílias foram selecionados por edital do MDS. Em Salvador, o local escolhido foi a Praça do Terreiro de Jesus, no Pelourinho.

Foto: Maria Carolina Lopes/Portal da Copa#Fredson de Araújo (E) e Cícero Gomes, da Cooperbahia: expectativa de crescimento após experiência na Copa do Mundo

Entre as cinco cooperativas selecionadas está a Cooperbahia, que tem polos de produção em Umburanas e Serrolândia, no interior da Bahia. O produto escolhido para a exposição foi o licuri, um tipo de coco pequeno.

“É rico em cálcio, fósforo, ferro, betacaroteno, além de ser bom para a pele, para o intestino e fonte de fibra”, explicou Fredson de Araújo, representante da Cooperbahia. “Conseguimos extrair vários derivados do licuri. Temos óleo, biscoito, cocada, licuri desidratado, bolo... É uma infinidade de produtos”, contou.

Outro fator importante do trabalho das cooperativas é a sustentabilidade. Todos os produtos expostos prezam pela responsabilidade ambiental. “É um produto do extrativismo, as famílias trabalham de forma sustentável, já que não se derruba a palmeira para extrair o licuri”, explicou Fredson.

Para as cooperativas, o fato de poder mostrar o produto em uma época de grande exposição é motivo de comemoração. Não só pela comercialização nos quiosques, mas também pela perspectiva da abertura de novos mercados.

“Pra gente tem sido positivo porque pela primeira vez conquistamos esse espaço para divulgar nosso produto”, revelou Fredson. “O retorno que a gente espera são as oportunidades. Queremos alcançar os mercados institucionais. É uma dificuldade que a gente tem hoje para expandir nosso produto”, acrescentou.

Na capital baiana, o quiosque do Brasil Orgânico e Sustentável fica aberto na Praça do Terreiro de Jesus até sábado (21.06). A campanha do MDS já esteve também em São Paulo e Manaus e atualmente conta com estruturas em Porto Alegre, Fortaleza e Rio de Janeiro. A partir desta quinta-feira (19.06), haverá exposição de produtos em Brasília, e a partir de sexta-feira (20.06), em Recife.

Vagner Vargas – Portal da Copa

Notícias Relacionadas

Estudo revela que a ocupação hoteleira na cidade bateu recordes, chegando a 72,26% no período do Mundial
+
Quiosques foram instalados em dez cidades-sede da Copa do Mundo. Produtos da agricultura familiar também foram usados para formar os 20 mil kits de lanches para os voluntários
+
Tour 100% apresenta os bastidores do equipamento multiuso aos visitantes
+
Produto deve ser remodelado e seguir atendendo a turistas e baianos
+