Brasil começa a Copa das Confederações com 3 x 0 sobre o Japão

15/06/2013 - 18:06
Com gols de Neymar, Paulinho e Jô, a Seleção Brasileira garantiu a primeira vitória no torneio e somou três pontos no Grupo A, para a festa da torcida no Mané Garrincha

Foto: Danilo Borges/Portal da Copa#

Com gols no início de cada etapa e um nos acréscimos, o Brasil venceu o Japão por 3 x 0 na abertura da Copa das Confederações FIFA 2013 e largou na frente no Grupo A do torneio. Neymar abriu o placar logo aos três minutos de jogo. No segundo tempo, Paulinho marcou com dois minutos de bola rolando e Jô e deu números finais ao jogo, aos 48. O Brasil agora soma três pontos na classificação. A próxima partida da Seleção Brasileira é diante do México, na quarta-feira (19.06), na Arena Castelão, em Fortaleza (CE), a partir das 16h. No mesmo dia, mas às 19h, os japoneses encaram a Itália em Recife, na Arena Pernambuco.

Apoio da torcida

A vitória da Seleção foi testemunhada por 67.423 pessoas nas arquibancadas do Estádio Nacional Mané Garrincha. Os portões foram abertos por volta das 12h: alguns demoraram um pouco mais, devido aos últimos ensaios dos voluntários. Pontualmente às 14h25, eles entraram em campo e fizeram um espetáculo aplaudido pelos torcedores que já haviam chegado à arena.

A primeira reação de muitos deles foi tirar fotos do novo estádio, comentando a beleza do Mané Garrincha. Entretanto, houve gente que teve que lidar ainda com um aspecto de fim de obra ao limpar as cadeiras antes de se sentar ou enfrentando falta de estrutura em alguns banheiros. Mas isso não atrapalhou o ânimo dos torcedores que apoiaram a Seleção o tempo todo. Cada nome citado na escalação foi recebido com gritos de incentivo e um erro de pronúncia do locutor do estádio ao dizer o nome de David Luiz provocou risos.

Durante o hino nacional, as expressões dos jogadores variaram: dos olhos mareados de Julio Cesar, passando pelos olhos fechados e concentrados de Thiago Silva até o semblante sério de Neymar. Com a bola rolando, o Brasil nem deu tempo para o Japão respirar. Aos três minutos, Marcelo avançou pela esquerda e cruzou, Fred ajeitou a bola com o peito e Neymar acertou um belo chute no ângulo esquerdo do goleiro Kawashima. Depois do gol, no entanto, o jogo ficou morno, com o Japão bem postado na defensiva e o Brasil tendo dificuldades para criar jogadas. A melhor delas saiu aos 42, quando Neymar avançou pela esquerda e cruzou para Fred, que dominou e bateu de direita. Kawashima fez ótima defesa.

Segundo tempo

No segundo tempo, o Brasil aplicou novo golpe no Japão com dois minutos de bola rolando. Daniel Alves cruzou da direita, Paulinho dominou na área, fez o giro e bateu. O goleiro Kawashima ainda tocou na bola, mas não evitou o gol. A comemoração chamou a atenção de quem acompanhava a partida: reservas e titulares abraçaram longamente o volante goleador na beira do campo, enquanto os japoneses aguardavam no centro do gramado o recomeço do jogo.

O Japão tentou ir para cima e criou algumas chances. Julio César chegou a fazer pelo menos duas defesas, mas o Brasil manteve o domínio da partida e o controle da bola. Com o jogo tranquilo, a torcida pediu a entrada de Lucas e Felipão atendeu, tirando Neymar de campo. Hulk também deu lugar a Hernanes. Encerrando as substituiçõs brasileiras, Jô entrou no lugar de Fred.

Ainda dava tempo para mais um gol. E em bela jogada de Oscar, o Brasil chegou ao terceiro nos acréscimos. O meia do Chelsea deu belo passe para Jô, que só teve o trabalho de tocar para o gol.  Uma chuva inesperada completou o cenário da goleada. Gritos de olé e festa nas arquibancadas do Mané Garrincha. O grito de "o campeão voltou" também ecoou na arena.

Brasil x Japão

Brasil x Japão

Depois da partida, Neymar não escondeu a alegria pelo resultado e pelo belo gol marcado, “Estou feliz por tudo o que aconteceu hoje, pela partida não só minha, mas da equipe. A gente sempre fala que a equipe vem crescendo e as individualidades vão aparecer no momento certo, como foi hoje”, disse o camisa 10 da Seleção Brasileira ao canal Sportv. “Esse gol eu dedico aos familiares, todos eles, pai, mãe, irmã, amigos, namorada, todo mundo”, completou.

Manifestação

A Secretaria de Segurança Pública do Distrito Federal informou que 29 pessoas foram detidas em protestos durante a abertura da Copa das Confederações. Do total de pessoas detidas, 19 eram adultos e dez adolescentes. Os manifestantes protestavam contra o uso de dinheiro público na realização do evento esportivo. O ato começou de manhã na Rodoviária de Brasília. Depois, os manifestantes seguiram para o Estádio Nacional Mané Garrincha, onde ficaram concentrados. Por volta das 14h15, houve tumulto e a polícia usou bombas de gás lacrimogêneo, de efeito moral, spray de pimenta e balas de borracha para dispersar o protesto. Segundo o secretário de Segurança Pública, Sandro Avelar, a ação foi necessária porque os manifestantes ameaçaram invadir o estádio e era preciso garantir a ordem no local. O Corpo de Bombeiros informou que fez 39 atendimentos de emergência durante o evento, sendo de três pessoas com ferimentos de bala de borracha.

Portal da Copa

Notícias Relacionadas

No período do Mundial, a capital federal recebeu 633 mil visitantes, sendo 488.903 brasileiros e 143.743 estrangeiros. Números superaram as estimativas iniciais
+
Estrangeiros e brasileiros de outras partes do país visitam marcos arquitetônicos da capital federal
+
Profissionais federais e distritais trabalharão juntos em evento que terá 19 chefes de Estado
+