BNDES aprova financiamentos de R$ 4,27 bi para os aeroportos de Guarulhos e Brasília

18/12/2013 - 11:29
Recursos serão destinados à ampliação, modernização e exploração da infraestrutura dos dois aeroportos

A direção do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) aprovou a concessão de dois empréstimos de longo prazo para os aeroportos de Guarulhos e de Brasília, totalizando R$ 4,27 bilhões. Os recursos destinam-se à ampliação, modernização e exploração da infraestrutura dos dois aeroportos e também servirão para quitar os empréstimos-ponte concedidos aos dois concessionários pelo BNDES.

Maior aeroporto do país, Guarulhos será apoiado com R$ 3,48 bilhões. Neste total, está incluído R$ 1,2 bilhão relativo ao empréstimo-ponte concedido em outubro de 2012, a ser pago quando ocorrer o primeiro desembolso para a Concessionária do Aeroporto Internacional de Guarulhos S.A. – GRU Airport.

Já a Inframérica Concessionária do Aeroporto de Brasília S.A. receberá R$ 797,1 milhões. No primeiro desembolso deste financiamento será pago o empréstimo ponte de R$ 488 milhões, concedido em dezembro último.

No caso do financiamento para a ampliação, manutenção e expansão do Aeroporto Internacional de Guarulhos, a participação dos recursos do BNDES será de 64% do total dos investimentos, enquanto que no projeto do Aeroporto Internacional de Brasília ela será de 61%.

Nos dois financiamentos, uma parcela será destinada a investimentos sociais. No caso da concessionária do aeroporto de Guarulhos, R$ 17,3 milhões serão usados em projetos sociais na área de influência do aeroporto, enquanto a concessionária de Brasília deverá fazer investimentos sociais no valor de R$ 4 milhões.

Fonte: BNDES
 

Notícias Relacionadas

Estádio de Natal é o nono dos utilizados durante a Copa a obter o selo
+
No período do Mundial, a capital federal recebeu 633 mil visitantes, sendo 488.903 brasileiros e 143.743 estrangeiros. Números superaram as estimativas iniciais
+
Planejamento minucioso que foi feito para o Mundial deve servir de base para a gestão e operação dos aeroportos brasileiros, na opinião do ministro da Aviação Civil, Moreira Franco
+
Argentina, Chile e Uruguai são os países da região que enviaram mais visitantes ao país por avião
+