Arena Pantanal: automação de sistemas garante segurança e conforto aos torcedores

02/04/2014 - 10:41
Centro de Comando e Controle concentra o monitoramento dos sistemas de CFTV, som, telão, automação, controle de acesso e serviços como ar condicionado, iluminação LED e irrigação

Fotos: Danilo Borges/Portal da Copa#Os torcedores que visitarem a Arena Pantanal, em Cuiabá, poderão acessar o estádio por meio de 20 entradas localizadas no nível da esplanada e ao redor do estádio, ou por um dos três túneis que levam para o subsolo do edifício. Após passar por uma das 79 catracas, sendo dez para pessoas com deficiência, o público terá 20 escadas e 12 elevadores para circular pelas áreas internas. A ligação entre as arquibancadas se dá por meio de passarelas, localizadas nos quatro cantos da arena. A localização da Arena Pantanal também ajudará na chegada dos torcedores. O estádio está situado a 2,8 quilômetros do centro de Cuiabá, a 7,5 quilômetros do aeroporto e a sete quilômetros da rodoviária.

O público ainda terá outras facilidades para assistir aos jogos no local. São 32 quiosques de alimentação, três restaurantes, 97 camarotes, com assentos reservados em frente a eles, e 66 banheiros.

“Há um espaço sob as arquibancadas, onde o público tem acesso aos banheiros e aos bares, que são dimensionados para a quantidade de pessoas em cada andar. Na Arena Pantanal, os níveis um e quatro são aqueles em que os torcedores podem sair e encontrar essas áreas”, descreve João Paulo Borges, engenheiro responsável pelas obras.

São três tipos de assentos, todos rebatíveis. Para o público em geral, as cadeiras não tem estofamento nem braços, elementos presentes no assento VIP. Para o público Very VIP há poltronas acolchoadas, com apoio para os braços e medidas maiores. Os assentos são azul escuro ou azul claro, formando uma mistura de tons nas arquibancadas. 

“Temos o público em geral, com assento específico e com o maior número de lugares. A única divisão entre eles é que uns ficam atrás dos gols e outros na lateral do campo. Depois temos os setores de camarotes. Todas essas pessoas tem um assento reservado na arquibancada, mas restrito a esse ambiente. E nós temos esses mesmos assentos na área oeste da arena, que possui um grande lounge, que é para o público VIP. Neste lounge, temos um acabamento e decoração específicos internos. Por fim, temos a tribuna de honra que são dotadas de poltronas”, detalha Borges.

» Vídeo, fotos e infográfico: conheça os detalhes do estádio de Cuiabá para a Copa do Mundo

Acessibilidade

A Arena Pantanal tem acessibilidade em todos os cinco níveis e quatro setores. São 66 boxes de banheiros reservados para Portadores de Necessidades Especiais (PNE), 164 assentos para pessoas com mobilidade reduzida, 784 para acompanhantes, 158 para obesos e 130 espaços para cadeirantes. 

“Nós temos dez entradas com acesso direto para as arquibancadas, dividindo o público entre arquibancada inferior e superior. Os cadeirantes são posicionados no melhor local em relação à visibilidade, que é a região intermediária da arquibancada. Os cadeirantes também têm acessos à arquibancada superior por elevadores”, afirma Borges.

O estacionamento do estádio possui 325 vagas cobertas, sendo seis para pessoas com deficiência, e outras 2.225 vagas na área externa, sendo 75 reservadas para PNE.

Segurança e tecnologia

A estrutura de segurança conta com 330 câmeras, sendo 45 na área externa, que permitem reconhecimento facial e são monitoradas por um centro de comando e controle. A sala tem 192 metros quadrados e pode abrigar até 50 profissionais. O espaço concentra as estações de monitoramento dos sistemas de CFTV, som, telão, automação, controle de acesso e serviços como ar condicionado, iluminação LED e irrigação, como descreve o engenheiro responsável pela obra.

 “Com a Copa do Mundo, as arenas estão sendo pensadas com automação predial. Aqui utilizamos um sistema que inclui iluminação, som, telão, as TVs distribuídas ao longo dos corredores e camarotes, que transmitem informação de utilidade pública e comercial, com todo o controle que há numa central de operações, onde temos uma área de segurança, que toma decisões imediatas em relação a pânico e tumulto no interior ou ao redor da arena”.

A Arena Pantanal está integrada ao circuito de CFTV da própria segurança pública do estado com acesso de ruas até um quilômetro ao redor do estádio. “Tudo isso pensado para termos ambientes completamente seguros, adequados para receber grandes eventos, sem termos problemas com piques de energia, com as iluminações de emergência,  já prevendo a utilização de geradores. Tudo isso acoplado em um grande cérebro que vai comandar a Arena Pantanal”, completa Borges.

Há 1.115 barras com feixes de iluminação LED voltados para a fachada da arena, além de 340 refletores, cada um com 2000w de potência, para iluminar o campo e 427 luminárias nas arquibancadas, direcionadas para os torcedores. Na área externa há 250 postes, com alturas que variam entre seis e 30 metros e 1135 luminárias de piso.

As informações são transmitidas por um sistema sonoro, composto por 16 conjuntos de alto-falantes com três caixas de 500w em cada, e pelos dois telões Full HD de 76 m², localizados no canto nordeste e sudoeste do estádio. O tempo de evacuação completo da arena é de oito minutos. 

Cinco níveis

O estádio tem cinco níveis. No subsolo, estão localizados os vestiários e o túnel que dá acesso dos atletas ao campo, além do auditório, da zona mista e das salas médica, de segurança e técnica. É neste local que os ônibus das delegações estacionam e por onde os públicos VIP e Very VIP são recepcionados. No nível acima estão banheiros, lojas, bares e o acesso do público em geral.

No andar seguinte estão os camarotes, as áreas VIP e Very VIP, cozinhas, banheiros e restaurante. No quarto nível está o espaço reservado para a mídia, mais camarotes, banheiros, restaurante e bares. E no último patamar do estádio estão os acessos às arquibancadas superiores, além de bares, lojas e banheiros.

Gabriel Fialho - Portal da Copa

Notícias Relacionadas

Estádio de Natal é o nono dos utilizados durante a Copa a obter o selo
+
Estruturas como o Centro Integrado de Comando e Controle Móvel, usado no Mundial, foram empregadas na competição de vela que está sendo realizada no Rio de Janeiro
+
Arena é a sétima construída para a Copa do Mundo a ter selo que atesta adoção de medidas sustentáveis na edificação. Capital gaúcha passa a ter dois palcos com registro do Green Building Council
+
Capital do Mato Grosso contou com a atuação de 357 voluntários, em locais como aeroporto, rodoviária, Arena Cultural, entorno da Arena Pantanal, FIFA Fan Fest e Centro Aberto de Mídia
+