Arena Corinthians recebe evento sobre segurança no trabalho

14/05/2012 - 18:05
Ex-presidente Lula enviou carta que foi lida aos operários do estádio, ressaltando a importância de se prevenir contra acidentes nas obras

Divulgação TRT/SP#Os operários da Arena Corinthians, em São Paulo, participaram de um ato público pelo trabalho seguro na construção civil, nesta segunda-feira (14.05). O presidente do Tribunal Superior do Trabalho (TST), ministro João Oreste Dalazen, falou com cerca de 1,4 mil funcionários do estádio e destacou a importância de ações para a prevenção de acidentes nas obras.

"Viemos porque é indispensável e urgente a colaboração de todos para diminuir os acidentes de trabalho. A prevenção de acidente de trabalho é uma questão de educação para o trabalho”, disse Dalazen. Além do presidente do TST, o evento contou com as participações do presidente do Tribunal Regional do Trabalho da Segunda Região (TRT-SP), do desembargador Nelson Nazar, do ex-jogador de futebol Roberto Rivelino, e do maestro João Carlos Martins.

O ex-presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva foi convidado, mas não pôde comparecer ao evento. Ele enviou uma carta para ser lida aos trabalhadores, na qual afirmou: “É fundamental oferecer as melhores condições para aqueles que estão trabalhando honestamente para conquistar o sustento de suas famílias e contribuir com o desenvolvimento do país. Por isso, saúdo o lançamento deste programa no canteiro de obras do futuro estádio do meu querido Corinthians, que sediará a abertura da Copa do Mundo em 2014".

O evento desta segunda foi o quarto ato público realizado pelo TST, em parceria com os tribunais regionais. A iniciativa faz parte da segunda etapa do Programa Nacional de Prevenção de Acidentes de Trabalho. Como forma de conscientizar os trabalhadores presentes, foram distribuídas cartilhas e folders com orientações sobre procedimentos preventivos para evitar acidentes nos canteiros de obras. Houve, ainda, a apresentação de vídeos com temáticas ligadas à prevenção e o sorteio de 20 camisas oficiais de jogo – e autografadas – do Corinthians.

As próximas cidades-sede da Copa do Mundo a receberem o ato serão: Belo Horizonte (junho), Salvador (julho), Recife e Fortaleza (agosto), Porto Alegre (setembro).

Sobre o programa

O programa busca a formulação e a execução de ações nacionais voltadas à prevenção de acidentes de trabalho, bem como ao fortalecimento da Política Nacional de Segurança e Saúde no Trabalho, com o principal objetivo de reverter o cenário de acidentes de trabalho registrado no Brasil nos últimos anos.

Com a proximidade da Copa das Confederações, em 2013, da Copa do Mundo, em 2014, e dos Jogos Olímpicos, em 2016, todos sediados no Brasil, o objetivo maior da campanha é reunir trabalhadores e representantes das construtoras responsáveis pelas obras para atuarem como verdadeiros embaixadores das medidas preventivas e de segurança no trabalho, tudo para tentar reverter o alto número de acidentes.

Fontes: Corinthians e TST

Notícias Relacionadas

Estruturas como o Centro Integrado de Comando e Controle Móvel, usado no Mundial, foram empregadas na competição de vela que está sendo realizada no Rio de Janeiro
+
Estádio da abertura da Copa já rendeu R$ 6,8 milhões aos cofres corintianos, enquanto em 11 partidas como mandante neste ano, fora de Itaquera, o clube arrecadou R$ 3,2 milhões
+
Centro Integrado de Comando e Controle regional realizou 1,1 monitoramentos diários e acompanhou 300 atividades essenciais durante os 31 dias do Mundial na capital mineira
+
Profissionais federais e distritais trabalharão juntos em evento que terá 19 chefes de Estado
+