Alimentação saudável para a Copa é tema de debate em Salvador

16/08/2012 - 09:53
Especialista falou sobre a oferta de alimentação orgânica e natural para os visitantes

Proprietários de restaurantes naturais e representantes de empresas agropecuárias de Salvador participaram do 1º encontro para discutir estratégias para ampliar o consumo de alimentos saudáveis durante os megaventos esportivos que serão realizados na Bahia. O debate aconteceu no Portão do Carmo, no Pelourinho.

O especialista Reginaldo Morikawa, da Fundação Mokiti Okada, destacou as perspectivas de mercado e a importância da realização da Copa para o setor de alimentação orgânica e natural. “Queremos entrar no processo de apoio, com relação ao incentivo do consumo de alimentos saudáveis nos megaeventos esportivos”.

O secretário Estadual da Copa, Ney Campello, acrescentou: “Sabemos que os turistas que virão para o mundial vão querer conhecer nossos quitutes, mas muitos deles também vão querer uma alimentação balanceada. Isso faz parte do objetivo da sustentabilidade da Copa”.

O próximo encontro será no dia 29 de agosto. Os alimentos saudáveis também terão espaço no Fórum Copa Bahia 2014, que vai ser realizado em dezembro deste ano.

Fonte: Secopa/ BA

Notícias Relacionadas

Arena é a sétima construída para a Copa do Mundo a ter selo que atesta adoção de medidas sustentáveis na edificação. Capital gaúcha passa a ter dois palcos com registro do Green Building Council
+
Estudo revela que a ocupação hoteleira na cidade bateu recordes, chegando a 72,26% no período do Mundial
+
Cooperativas de catadores atuaram nos 12 estádios do Mundial para a recuperação e separação dos resíduos deixados pelos torcedores durante os jogos
+
Na arena Castelão, foram 49,4 toneladas, enquanto na Fan Fest foram outras 41,4 toneladas. Atividade envolveu 350 catadores de 17 instituições
+