100 dias para as Confederações: Nigéria fixa esperanças em novas promessas

07/03/2013 - 00:28
Representante africano foi o último a conquistar a vaga, em fevereiro de 2013

A Nigéria foi a última seleção a garantir vaga para a Copa das Confederações de 2013, após o título da Copa Africana de Nações conquistado no último dia 10 de fevereiro. Ao bater Burkina Faso por 1 x 0 na final,  as “Superáguias” ganharam o direito de disputar pela segunda vez na história o “torneio dos campeões”. Antes, os nigerianos haviam participado da edição de 1995, quando terminaram na quarta posição.  

A equipe se destacou no cenário futebolístico internacional pela primeira vez na campanha da Copa do Mundo de 1994. Apesar de ser eliminada nas oitavas de final pela Itália, a derrota só veio nos pênaltis. Na primeira fase, haviam feito apresentações empolgantes contra adversários fortes como Bulgária e Argentina. Os anos seguintes serviram para consolidar a seleção com uma das principais forças do continente e revelar jogadores como Amokachi, Finidi, Yekini e Amunike.

Ainda em 1994, a Nigéria venceu pela segunda vez na história a Copa das Nações Africanas (a primeira foi em 1980). Dois anos depois veio o maior feito da seleção: a medalha de ouro nas Olimpíadas de Atlanta, eliminando o Brasil na semifinal e superando a Argentina na decisão. Outros dois craques seriam revelados para o mundo da bola: Okocha e Kanu.

Foto: Maxisport/Shutterstock#No Mundial de 1998, nova queda nas oitavas de final, mas desta vez com um futebol menos brilhante. Na Copa de 2002, nova classificação, mas ao cair em uma chave que contava com Argentina, Suécia e Inglaterra, os nigerianos foram eliminados com apenas um ponto. As “Superáguias” ficariam fora do Mundial de 2006 para voltar somente em 2010, quando novamente foram eliminados na primeira fase.

Assim, o título na Copa Africana de Nações deste ano serviu para reavivar as esperanças do país mais populoso do continente. Na campanha do tricampeonato, jogadores como os atacantes Victor Moses, de 22 anos, que atua no Chelsea, e Emmanuel Emenike, de 25 anos do Spartak de Moscou. Somam-se a eles os meio-campistas Sunday Mba, 24 anos, destaque do futebol local, e John Obi Mikel, de 25 anos, do Chelsea.     

Como o sorteio dos grupos da Copa das Confederações ocorreu em 1º de dezembro de 2012, os nigerianos, quando levantaram a taça, já sabiam que estariam no Grupo B, ao lado de Espanha, Uruguai e Taiti.

A estreia da Nigéria será em 17 de junho, contra o Taiti, no Mineirão, em Belo Horizonte. A partida seguinte será contra o Uruguai, no dia 20, na Fonte Nova, em Salvador. O terceiro jogo será diante da Espanha, no dia 23, no Castelão, em Fortaleza.

Caso passe em primeiro da chave, a Nigéria irá jogar em 27 de junho, novamente no Castelão, em Fortaleza. Caso fique em segundo, os africanos jogam no dia 26 de junho, no Mineirão, em Belo Horizonte. A final está marcada para 30 de junho, no Maracanã.

» Mais sobre a Nigéria

Confederação: CAF (África)
Qualificação: Campeão da Copa Africana de Nações
Número de participações na Copa das Confederações: 1
Técnico: Stephen Keshi
Time-base: Enyeama; Godfrey Oboabona, Kenneth Omeruo, Efe Ambrose e Elderson Obi Mikel, Sunday Mba, Victor Moses e Ogenyi; Ideye Brown e Ikechukwu.
Destaque: John Obi Mikel (meio-campo, 25 anos, Chelsea)
Principais títulos: Medalha de ouro olímpica (1996); Tricampeã da Copa Africana de Nações (1980, 1994 e 2013).
Posição no ranking da FIFA: 30º
Material esportivo: Adidas
Site: www.cafonline.com/association/nigeria

Portal da Copa

 

Notícias Relacionadas

Derrotados pela França em um estádio que gritava “Nigéria! Nigéria!” em Brasília, jogadores e técnico do time africano ressaltam o apoio que receberam e elogiam a organização do Mundial no Brasil
+
Equipe europeia venceu por 2 x 0 a partida disputada no Estádio Nacional Mané Garrincha, em Brasília. Gols foram marcados por Pogba e Yobo (contra)
+
Brasileiros e estrangeiros esbanjam alegria nos arredores do estádio em Brasília e elogiam a organização da Copa do Mundo
+
Brasília recebe a 53ª partida da Copa do Mundo. Vencedor enfrenta Alemanha ou Argélia
+