O caminho de Portugal

Qual seleção não dependeria do melhor jogador do mundo? Cristiano Ronaldo chega para a Copa no ápice da carreira. Na última temporada marcou 50 gols pelo Real Madrid (ESP) e ainda mostrou ser decisivo para Portugal. Ele anotou os quatro gols dos lusos nos dois confrontos eliminatórios contra a Suécia de Ibrahimovic. O show nos duelos que valeram a vaga para o Mundial incluiu um hat-trick na casa dos adversários.

No entanto, o “gajo” não está sozinho. A equipe do treinador Paulo Bento conta com nomes como o do meio-campista João Moutinho, do Mônaco (FRA), que vive boa fase e é o responsável por armar as jogadas e pela bola parada. Os volantes Miguel Veloso, do Dínamo Kiev (UCR), e Raul Meireles, do Fernebahçe (TUR), também sabem sair jogando, enquanto a defesa tem Pepe e Fabio Coentrão, ambos do Real Madrid, e Ricardo Costa, do Valência (ESP).

A vaga de Portugal veio na repescagem das Eliminatórias da Europa. Durante a fase de grupos do torneio classificatório, os portugueses ficaram em segundo lugar no Grupo F, atrás da Rússia. Na repescagem, o adversário foi a Suécia. Esta será a sexta Copa dos lusos, a quarta consecutiva. A melhor colocação foi o terceiro lugar de 1966, quando Eusébio comandava o time em campo.

A estreia da seleção lusitana, que está no Grupo G, será contra a Alemanha, no dia 16 de junho, na Arena Fonte Nova, em Salvador. Depois, o time de Cristiano Ronaldo viaja até Manaus, para enfrentar os Estados Unidos, no dia 22 de junho. A terceira e última partida dos portugueses na primeira fase será diante de Gana, no Estádio Nacional Mané Garrincha, em Brasília, no dia 26 de junho. Caso se classifique, a equipe pegará o primeiro ou o segundo lugar do Grupo H, que conta com Bélgica, Argélia, Rússia e Coreia do Sul.

Portal da Copa