Quatro continentes, diferentes estilos

“Certamente vamos ter bons jogos, porque é um grupo que reúne diferentes estilos”. Assim o técnico da Colômbia, o argentino José Pekerman, definiu o Grupo C da Copa do Mundo da FIFA 2014. Além dos colombianos, a chave tem Grécia, Costa do Marfim e Japão. Ou seja, representantes de quatro continentes.

Os confrontos terão início em 14 de junho: o Mineirão, em Belo Horizonte, recebe a partida Colômbia x Grécia. No mesmo dia, às 22h, a Costa do Marfim joga contra o Japão na Arena Pernambuco, na região metropolitana do Recife. O palco da estreia na Copa já é conhecido dos japoneses. A equipe comandada pelo italiano Alberto Zaccheroni disputou lá uma das melhores partidas da Copa das Confederações, mas perdeu de 4 x 3 para a Itália. “Uma das cidades a gente já conhece, que é Recife. Isso é ótimo. A experiência da Copa das Confederações vai ajudar certamente no que diz respeito a aspectos como campos e viagens”, disse Zaccheroni.

Foto: Glauber Queiroz/Portal da Copa/Junho de 2013#Japoneses experimentaram três arenas brasileiras na Copa das Confederações

Na segunda rodada, o Japão enfrenta a Grécia em 19 de junho, às 19h, na Arena da Dunas, em Natal. O último jogo japonês da fase inicial será  no dia 24, às 16h (horário local), na Arena Pantanal, em Cuiabá, contra a cabeça de chave Colômbia.

“Na minha opinião, a Colômbia, é uma das favoritas ao Mundial, com um grande treinador e ótimos jogadores. Todo mundo gostaria de evitar a Colômbia. Também vamos enfrentar o melhor time africano. Mas foi bom o sorteio para nós, outras seleções se lamentam mais”, completou Zaccheroni.

Colômbia e Costa do Marfim se enfrentam no dia 19 de junho, às 13h, no Estádio Nacional de Brasília. Fechando o Grupo C, Grécia e Costa do Marfim jogam no dia 24, às 17h, na Arena Castelão, em Fortaleza.

Equilíbrio

Para os técnicos das seleções da Grécia e da Costa do Marfim, a palavra que define o Grupo C é equilíbrio. "É um grupo equilibrado, que não tem equipes entre as que estão consideradas favoritas, mas que são competitivas. Os quatro países estão contentes. Vai ser aberto. Qualquer equipe pode ganhar da outra. Muita gente pode pensar que é um dos grupos mais acessíveis. Para mim, é um dos mais complicados. A Colômbia tem nomes como Falcao, James Rodríguez, Jackson Martinez e outros jogadores que têm triunfado na Europa e passaram por Portugal. A Costa do Marfim tem jogadores de grande nível e experientes. E o Japão é uma equipe equilibrada e dinâmica”, disse o técnico da Grécia, o português Fernando Santos.

“Meu grupo está bem equilibrado. Para a Costa do Marfim, é menos difícil, complicado que o das últimas duas Copas, em 2006 e 2010. Mas não podemos dizer que é fácil. Temos um dos melhores times da América do Sul, o melhor na Ásia e um dos mais difíceis de se enfrentar na Europa, que é compacto e dedicado. Vamos tentar fazer uma boa partida de estreia e fazer o nosso melhor para preparar os jogadores para que cheguem ao Brasil com força. O objetivo é conseguir um resultado melhor que o das últimas duas campanhas: avançar aos mata-matas”, disse  o francês Sabri Lamouchi,  treinador da Costa do Marfim.

Sem favoritos

Para o treinado da Colômbia, a história dos Mundiais rechaça alcunhas de favoritos. “Há que ter respeito. Se a gente pegar a história, tem equipes campeãs que foram eliminadas na primeira fase. Não é por acaso. Isso diz muito sobre o nível de um mundial e sobre o quanto são difíceis os grupos. Não temos que ficar falando de grupos mais fáceis ou difíceis. Ninguém é favorito”, disse Pekerman.

Ele acrescentou que a experiência da Copa de 2006, no comando da Argentina, vai ajudar em 2014. “Terminamos a competição invictos. Perdemos nos pênaltis para a Alemanha . Essa experiência me ajuda a ter tranquilidade em relação à Colômbia, que só tem um jogador que já participou de uma Copa, os outros todos vão para o primeiro mundial”, disse.

Veja também:

» O caminho de cada seleção na Copa do Mundo

» Quais jogos cada cidade-sede receberá

» Técnico da Grécia elogia alegria do povo brasileiro e diz que equipe buscará classificação para oitavas